23/03/2020 às 14h36min - Atualizada em 23/03/2020 às 18h09min

Coronavírus: por que devemos ficar em casa?

Diante de tantas incertezas quanto ao Coronavírus (Covid-19), é preciso que a população mantenha a calma e se informe sobre a melhor maneira de se prevenir contra o vírus.
O Covid-19, é uma doença respiratória causada por um vírus (o SARS-COV-2), e seu quadro pode variar de intensidade, em geral sendo muito semelhante a uma gripe. Alguns casos podem ser mais graves, como em idosos e em pessoas com doenças crônicas. Nessas situaçōes, pode ocorrer síndrome respiratória aguda grave (em que há uma grande dificuldade para respirar) e complicações. Em casos extremos, pode levar a óbito.
No Brasil, o vírus já está circulando por meio de transmissão comunitária, ou seja, quando não se sabe a origem da contaminação e, por isso, o isolamento social é a melhor maneira de prevenir a disseminação do mesmo.
A neurocirurgiã Danielle de Lara, explica que para reduzir os riscos de contrair ou transmitir o vírus, as pessoas devem seguir algumas dicas de prevenção, entre elas, o isolamento social. “Neste momento é de extrema importância que as pessoas entendam que não devem apenas se proteger, mas sim, proteger as pessoas com maior vulnerabilidade, como os idosos”, explica. “Ficando em casa conseguimos diminuir a propagação do vírus e, consequentemente, os impactos dessa doença sobre todos.”
Dentre as ações de prevenção estão:
- Isolamento social – ou seja, sair de casa apenas em casos inevitáveis;
- Caso precise sair de casa -  ao retornar, deixar os sapatos do lado de fora, trocar de roupas e tomar um banho;
- Lavar as mãos – as mãos devem ser lavadas frequentemente com água e sabão por, no mínimo, 20 segundos.
- Evitar tocar no rosto – o vírus é transmitido por meio de gotículas de pessoas contaminadas, ou seja, pode ser contraído por meio da boca, olhos e nariz;
- Higiene ao tossir ou espirrar – quando for tossir ou espirrar deve-se tampar com um lenço de papel ou cobrir com o antebraço. Descartar o papel e lavar as mãos e antebraços imediatamente;
- Limpeza – os objetos e superfícies devem ser limpos com frequência com álcool ou desinfetante;
- Evitar hospitais – pessoas com sintomas gripais leves (tosse, espirro, coriza, dor de cabeça) devem tomar analgésicos e permanecer em casa, isolados. Dessa forma, evita-se contaminar outras pessoas e até mesmo se contaminar com doentes mais graves que precisam de atendimento hospitalar.
“Pequenos hábitos podem fazer a diferença para a contenção deste vírus, é preciso que todas as pessoas fiquem atentas e sigam as medidas de prevenção”, finaliza a especialista.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »