18/03/2020 às 18h32min - Atualizada em 19/03/2020 às 00h00min

The Lancet publica artigos de dois estudos da vacina candidata contra a dengue da Takeda

- Os resultados publicados no primeiro artigo da análise de 18 meses do teste da fase 3 em curso foram em geral consistentes com os dados globais de eficácia e segurança relatados na análise de 12 meses publicada anteriormente. - O teste principal da fase 3 cumpriu todos os parâmetros de avaliação secundários para os quais havia um número suficiente de casos de dengue. - No segundo artigo, os resultados finais de 48 meses de um teste da fase 2 descreveram a segurança a longo prazo e demonstraram a durabilidade das respostas imunológicas da vacina candidata contra a dengue da Takeda. Os resultados confirmam ainda mais o esquema de duas doses estudadas no teste principal da fase 3.

DINO

Takeda Pharmaceutical Company Limited (TSE:4502/NYSE:TAK) (“Takeda”) anunciou hoje que The Lancet publicou dois artigos relacionadosàvacina candidata contra a dengue (TAK-003) da Takeda, informando os resultados da análise de 18 meses do teste principal em curso da fase 3 Tetravalent Immunization against Dengue Efficacy Study (TIDES) (Estudo de Eficácia da Imunização Tetravalente contra a Dengue) e resultados da análise de 48 meses do teste da fase 2 DEN-204.1,2 As análises são consistentes com os dados de segurança, imunogenicidade e eficácia anteriormente relatados para o TAK-003.3,4,5,6

A análise de dados de 18 meses do teste principal TIDES da fase 3 inclui uma atualização da eficácia global da vacina (EV) e uma avaliação formal dos parâmetros de eficácia secundária por sorotipo, sorologia de referência e gravidade da doença (18 meses após a segunda dosagem, que foi administrada três meses após a primeira dosagem), demonstrando proteção contra a dengue virologicamente confirmada (DVC) em crianças de quatro a 16 anos de idade (EV global foi 73,3% [intervalo de confiança (IC) de 95%]: 66,5% a 78,8%]. O teste TIDES atendeu a todos os desfechos secundários para os quais houve um número suficiente de casos de dengue. O TAK-003 foi geralmente bem tolerado e não houve riscos de segurança importantes identificados nesta análise.1 Os dados de 18 meses foram previamente apresentados na 68º Encontro Anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene (ASTMH) em novembro de 2019.4 EV e resultados de segurança da análise de 18 meses foram em geral consistentes com os dados informados na análise de 12 meses publicada anteriormente.1,3

"Vejo a princípio a devastação que a dengue pode trazer às comunidades e aos indivíduos e a pressão que exerce nos sistemas de saúde. Há uma grande necessidade de uma vacina que seja segura e eficaz na redução não só da incidência e gravidade da doença, mas também da taxa de hospitalização", disse Lulu C. Bravo, M.D., Professor Emérito, Doenças Infecciosas e Tropicais Pediátricas da Universidade das Filipinas, Manila, e autor do artigo TIDES no The Lancet. "Embora sejam necessários dados a longo prazo para avaliar totalmente a segurança e a eficácia desta vacina candidata, os resultados publicados do teste da fase 3 indicam que o TAK-003 poderia ser uma ferramenta importante na prevenção da dengue”.

O teste TIDES continua, e a segurança e eficácia serão avaliadas ao longo de um total de quatro anos e meio. A Takeda planeja compartilhar os resultados da análise de 24 meses do teste TIDES no fim deste ano. A vacina candidata contra a dengue da Takeda não está atualmente licenciada em nenhuma parte do mundo.

O teste DEN-204 inscreveu 1.800 participantes. Na análise dos dados de 48 meses, foi demonstrado que o TAK-003 conseguiu obter respostas de anticorpos contra os quatro sorotipos da dengue em crianças e adolescentes de dois a 17 anos, que persistiram até quatro anos após a vacinação, independentemente dos marcadores sorológicos de referência. Foram avaliados três esquemas de dosagens diferentes (uma dosagem primária; uma dosagem primária mais uma dosagem de reforço de um ano; ou séries primárias de duas dosagens), e placebo. Nos participantes soropositivos na avaliação inicial, não foram apresentadas diferenças claras nas Concentrações de Média Geométricas (GMTs) - uma indicação de resposta imunológica - entre as programações de dosagem até o Mês 48. Nos participantes soronegativos na avaliação inicial, as GMTs foram geralmente mais baixas em relação aos quatro sorotipos naqueles que receberam uma dosagem em comparação com a série primária de duas dosagens ou com a série de uma dosagem mais um ano de reforço, corroborando ainda mais o uso das séries primárias de duas dosagens estudadas no teste TIDES em curso. Não foram identificados riscos de segurança importantes durante o período de quatro anos do estudo, proporcionando uma visão do perfil de segurança a longo prazo da TAK-003. Embora a EV não tenha sido avaliada neste estudo, houve um risco significativamente menor de DCV nos grupos de vacina em comparação com placebo durante o período de estudo de quatro anos (risco relativo): 0,35; IC 95%: 0,19-0,65).2 Os resultados de análises interinas anteriores ao estudo DEN-204 demonstraram persistência da imunogenicidade, junto com avaliações de tolerância e segurança aos seis5 e 18 meses.6

"A dengue ameaça famílias e comunidades em todo o mundo, e ainda há uma necessidade crítica de uma vacina que seja segura em todas as pessoas, independentemente da exposição anterioràdengue", disse Derek Wallace, vice-presidente, líder do Programa Global de Dengue da Takeda. "Estamos motivados pelos dados de segurança a longo prazo e pelo perfil de imunogenicidade demonstrado no teste da fase 2, e pela proteção tanto para indivíduos soropositivos e soronegativos, quanto contra a dengue hospitalizada, em nosso principal teste da fase 3. Estes dados demonstram o potencial da nossa vacina candidata para apoiar a luta global contra a dengue."

Sobre o teste TIDES (DEN-301) da fase 3
O testeo TIDES da fase 3, duplo-cego, aleatório e controlado por placebo está avaliando a segurança e eficácia de duas dosagens do TAK-003 na prevenção da dengue sintomática confirmada em laboratório, de qualquer gravidade e devido a qualquer um dos quatro sorotipos do vírus da dengue em crianças e adolescentes.7 O teste TIDES é o maior ensaio clínico intervencionista da Takeda até o momento e incluiu mais de 20 mil crianças e adolescentes saudáveis com idades entre quatro e dezesseis anos que vivem em áreas endêmicas da dengue. Os participantes do estudo foram aleatoriamente designados para receber o TAK-003 0,5 ml ou placebo por injeção subcutânea nos dias 1 e 90.7 O estudo é composto por três partes. A análise do estágio final primário avaliou a segurança e a eficácia da vacina (EV) bem como a segurança até 15 meses após a primeira dosagem (12 meses após a segunda dosagem).7 A segunda parte do estudo continuou por mais seis meses para concluir a avaliação dos parâmetros secundários da EV por sorotipo, status sorológico basal e gravidade da doença.7A parte final do estudo avalia a EV e a segurança a longo prazo, ao acompanhar os participantes por mais três anos.7

O teste está ocorrendo em locais endêmicos da dengue na América Latina (Brasil, Colômbia, Panamá, República Dominicana e Nicarágua) e Ásia (Filipinas, Tailândia e Sri Lanka), onde existem necessidades não atendidas na prevenção da dengue e onde a gravidade da dengue é uma das principais causas de doenças graves e morte infantil.7 Foram coletadas amostras de sangue da avaliação de referência de todos os indivíduos participantes do teste para permitir a avaliação da segurança e eficácia com base no status sorológico. A Takeda e um comitê independente de especialistas em monitoramento de dados estão acompanhando ativamente a segurança de forma ativa e contínua.

Sobre o teste DEN-204 da fase 2
O estudo DEN-204 da fase 2 foi um teste aleatório, duplo-cego, controlado com placebo e multicêntrico, desenhado para avaliar a segurança e imunogenicidade de uma ou duas dosagens do TAK-003 em 1.794 participantes saudáveis que vivem em áreas endêmicas de dengue (República Dominicana, Panamá e Filipinas). O estudo foi concluído em 2019.8 Os participantes tinham idades entre dois e 17 anos e foram aleatórios a um dos quatro grupos, dois dos quais receberam um esquema de uma dosagem de vacina, um dos quais recebeu um esquema de duas dosagens de vacina administradas com três meses de intervalo, e um dos quais recebeu placebo, até ao prazo de análise interina de seis meses.8 O estágio final primário desta análise interina foram as Concentrações de Médias Geométricas (GMTs) de anticorpos neutralizantes (um indicador de resposta imunológica) para os quatro sorotipos do vírus da dengue (DENV-1-4) no subconjunto de imunogenicidade por protocolo (PPS), um grupo de participantes que não tinham violações importantes do protocolo, aos quais estavam disponíveis amostras de sangue válidas pré e pós-dosagens, sendo que a imunogenicidade foi avaliada, nos meses um, três e seis.8 Os parâmetros secundários incluíram a ocorrência de eventos adversos graves e dengue virologicamente confirmada no conjunto de segurança (ou seja, em todos os participantes que receberam pelo menos uma dose de TAK-003 ou placebo), taxas de soropositividade (porcentagem de participantes que desenvolveram anticorpos) e ocorrência de eventos adversos solicitados e não solicitados no subconjunto de imunogenicidade.8

Sobre a TAK-003
A vacina candidata tetravalente contra a dengue da Takeda (TAK-003) tem como base um vírus vivo atenuado da dengue de sorotipo 2, que fornece a "espinha dorsal" genética a todos os quatro vírus da vacina.9 Os dados clínicos das fases 1 e 2 em crianças e adolescentes mostraram que a TAK-003 induziu respostas imunes contra todos os quatro sorotipos de dengue, tanto nos participantes soropositivos quanto nos soronegativos, sendo que a vacina foi geralmente segura e bem tolerada.5,10,11,12

Sobre a Dengue
A dengue é a doença viral transmitida por mosquitos que mais se espalha, sendo uma das dez principais ameaçasàsaúde global da Organização Mundial da Saúde em 2019.13,14 A dengue é transmitida principalmente pelo mosquito Aedes aegypti e, em menor grau, pelo mosquito Aedes albopictus. É causada por qualquer um dos quatro sorotipos do vírus da dengue, cada um dos quais pode causar dengue ou dengue grave.13 A prevalência de sorotipos individuais varia entre diferentes geografias, países, regiões, estações e ao longo do tempo.13,15 A recuperação da infecção por um sorotipo fornece imunidade ao longo da vida apenas contra este sorotipo, sendo que a exposição posterior a qualquer um dos sorotipos restantes está associada a um aumento no risco de doença grave.13

A dengue é propensaàpandemia, sendo observados surtos em áreas tropicais e subtropicais. Recentemente foram registrados surtos em partes dos EUA e Europa continental.13,16,17 Cerca de metade do mundo vive atualmente sob a ameaça da dengue, que, segundo estimativas, é a causa de 390 milhões de infecções e 20 mil mortes em todo o mundo a cada ano.13,18 O vírus da dengue pode infectar pessoas de todas as idades, sendo uma das principais causas de doenças graves em crianças de alguns países da América Latina e Ásia.13

Compromisso da Takeda com vacinas
As vacinas previnem 2 a 3 milhões de mortes a cada ano e transformaram a saúde pública mundial.19 Nos últimos 70 anos, a Takeda forneceu vacinas para proteger a saúde das pessoas no Japão. Hoje, o negócio global de vacinas da Takeda aplica inovação para combater algumas das doenças infecciosas mais desafiadoras do mundo, como a dengue, a zika e o norovírus. Nossa equipe oferece um excelente histórico e um excepcional conhecimento no desenvolvimento, fabricação e acesso global às vacinas para o avanço de uma fonte de suprimentos de vacinas a fim de atender a algumas das necessidades mais urgentes de saúde pública do mundo. Para mais informações, acesse www.TakedaVaccines.com.

Sobre a Takeda Pharmaceutical Company Limited
A Takeda Pharmaceutical Company Limited (TSE:4502/NYSE:TAK) é líder mundial em biofarmacêutica baseada em valores e orientadaàP&D, com sede no Japão, empenhada em levar uma Melhor Saúde e um Futuro mais Brilhante aos pacientes, traduzindo a ciência em medicamentos altamente inovadores. A Takeda concentra seus esforços de P&D em quatro áreas terapêuticas: Oncologia, Gastroenterologia (GI), Neurociência e Doenças Raras. Também fazemos investimentos direcionadosàP&D em Terapias e Vacinas Derivadas de Plasma. Estamos nos concentrando no desenvolvimento de medicamentos altamente inovadores que contribuem para fazer a diferença na vida das pessoas, ultrapassando fronteiras com novas opções de tratamento e alavancando nosso aprimorado mecanismo e capacidades de cooperação em P&D para criar uma linha principal robusta e diversificada de modalidades. Nossos funcionários estão comprometidos em melhorar a qualidade de vida dos pacientes e trabalhar com nossas parcerias na área da saúde em cerca de 80 países.

Para mais informações, acesse https://www.takeda.com.

Referências


1 Biswal S, et al. Efficacy of a tetravalent dengue vaccine in health children aged 4-16 years: a randomized, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet. 2020. doi:10.1016/S0140-6736(20)30414-1. [Artigo publicado eletronicamente antes da versão impressa].
2 Tricou, V, Sáez-Llorens X, et al. Safety and immunogenicity of a tetravalent dengue vaccine in children aged 2-17 years: a randomised, placebo-controlled, phase 2 trial. Lancet. 2020. doi:10.1016/S0140-6736(20)30556-0. [Artigo publicado eletronicamente antes da versão impressa].
3 Biswal S, et al. Efficacy of a tetravalent dengue vaccine in healthy children and adolescents. N Engl J Med. 2019;381:2009-2019.
4 Biswal S. Efficacy of a tetravalent dengue vaccine in healthy 4 to 16-year-old children. Apresentado no 68º Encontro Anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene; Novembro de 2019; National Harbor, Md.
5 Sáez-Llorens X, Tricou V, et al. Safety and immunogenicity of one versus two doses of Takeda's tetravalent dengue vaccine: Interim results of a long-term phase 2, randomized, placebo-controlled pediatric trial in Asia and Latin America. Lancet Infect Dis. 2017;17:615-625.
6 Sáez-Llorens X, Tricou V, et al. Immunogenicity and safety of one versus two doses of tetravalent dengue vaccine in healthy children aged 2–17 years in Asia and Latin America: 18-month interim data from a phase 2, randomised, placebo-controlled study.Lancet Infect Dis. 2017;18:P162-170.
7 ClinicalTrials.gov. Efficacy, Safety and Immunogenicity of Takeda's Tetravalent Dengue Vaccine (TDV) in Healthy Children (TIDES). 2019.
8 ClinicalTrials.gov. Safety and Immunogenicity of Different Schedules of Takeda's Tetravalent Dengue Vaccine Candidate (TDV) in Healthy Participants. 2020.
9 Huang CY-H, et al. Genetic and phenotypic characterization of manufacturing seeds for tetravalent dengue vaccine (DENVax). PLoS Negl Trop Dis. 2013;7:e2243.
10 Osorio, JE, et al. Safety and immunogenicity of a recombinant live attenuated tetravalent dengue vaccine (DENVax) in flavivirus-naive healthy adults in Colombia: a randomised, placebo-controlled, phase 1 study.Lancet Infect Dis. 2014;14:P830-838.
11 Wallace D. Persistence of neutralizing antibodies one year after two doses of a candidate recombinant tetravalent dengue vaccine in subjects aged from 1.5 to 45 years. Apresentado no 64º Encontro Anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene; Outubro de 2016; Filadélfia (EUA).
12 Saez-Llorens X, et al. Phase II, double-blind, controlled trial to assess the safety and immunogenicity of different schedules of Takeda’s Tetravalent Dengue Vaccine Candidate (TDV) in healthy subjects aged between 2 and <18 years and living in dengue endemic countries in Asia and Latin America. Apresentado na 5º Encontro da Rede Pan-Americana de Pesquisa em Dengue; Abril de 2016; Cidade do Panamá, Panamá.
13 Organização Mundial da Saúde. Ficha informativa. Dengue and Severe Dengue. Abril de 2019. Acessado em novembro de 2019.
14 Organização Mundial da Saúde. Ten threats to global health in 2019. 2019. Acessado em novembro de 2019.
15 Guzman MG, et al. Dengue: a continuing global threat. Nature Reviews Microbiology. 2010;8:S7-S16.
16 Knowlton K, et al. Mosquito-Borne Dengue Fever Threat Spreading in the Americas. The Natural Resources Defense Council (NRDC). 2009. Acessado em novembro de 2019.
17 Chan E, et al. Using web search query data to monitor dengue epidemics: a new model for neglected tropical disease surveillance. PLoS Negl Trop Dis. 2011;5:e1206.
18 Centers for Disease Control and Prevention. About Dengue: What You Need to Know. Maio de 2019. Acessado em março de 2020.
19 UNICEF. Vaccination and Immunization Statistics. 2019. Acessado em novembro de 2019.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Mídia do Japão

Kazumi Kobayashi

kazumi.kobayashi@takeda.com

+81 (0) 3 3278 2095

Mídia - outros países

Rachel Wiese

rachel.wiese@takeda.com

+1 617 444 1452


Fonte: BUSINESS WIRE

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »