11/03/2020 às 13h53min - Atualizada em 11/03/2020 às 14h03min

Água contaminada: empresas precisam encontrar soluções para driblar a crise

Apesar de ser um problema muitas vezes inesperado é preciso se preparar para que no caso de uma crise hídrica as torneiras e demais pontos de consumo não sejam abastecidos com água contaminada, por isso a palavra de ordem é planejamento.

DINO
https://asstefil.com.br/

A distribuição e consumo de água contaminada é um problema que afeta a vida de todos, haja vista a crise hídrica relatada por moradores do Rio de Janeiro que ao abrir as torneiras se depararam com este insumo essencial impróprio para ser utilizado.

Este cenário é ainda mais prejudicial para quem tem um negócio, afinal, como é possível servir bem aos clientes quando a água usada está contaminada e pode causar danos à saúde das pessoas e à reputação da empresa?

Sanando o problema da água contaminada
Enquanto a companhia de distribuição pública toma providências para erradicar o problema relacionado à água contaminada é preciso pensar em mecanismos para realizar seu tratamento e filtragem, especialmente por parte de estabelecimentos comerciais.

Por isso, o engenheiro da Asstefil , empresa especialista em fornecer produtos e equipamentos para tratamento de água, faz um alerta:

"É preciso instalar filtros nos pontos de entrada da água, seja em um condomínio, estabelecimento comercial ou fábrica, com objetivo de garantir que a água que está chegando ao imóvel seja corretamente tratada e não depender apenas da companhia de fornecimento."

Assim, uma das soluções mais eficientes é instalar sistemas de tratamento de água nos chamados pontos de entrada ou de uso, porém, como explicado pelo engenheiro da Asstefil, é preciso ter mente que:
"Ao instalar os sistemas no ponto de entrada (POE) os problemas de qualidade da água são aliviados antes mesmo de sua distribuição pelo imóvel. Já ao instalar sistemas no ponto de uso (POU), como diretamente numa torneira, a capacidade de tratamento é mais limitada."

Vale lembrar que com o avanço da tecnologia e dos processos voltados ao tratamento da água, é possível não apenas retirar impurezas, como também reduzir gostos e odores, como o gosto e cheiro de terra que os cariocas das regiões atingidas pela crise reclamaram sentir.

"São os elementos filtrantes que garantem o melhor resultado no sistema de tratamento de água instalado no imóvel. O carvão ativado, por exemplo, elimina o cloro que em excesso altera a cor e cheiro da água, já o Elemento DGD em polipropileno puro reduz partículas de barro, terra e ferrugem."

Mais saúde às pessoas e aos negócios

Apesar de ser um problema muitas vezes inesperado é preciso se preparar para que no caso de uma crise hídrica as torneiras e demais pontos de consumo não sejam abastecidos com água contaminada, por isso a palavra de ordem é planejamento.

Como ficou claro após a conversa com o engenheiro da Asstefil, ao instalar sistemas de filtragem e tratamento é possível se preparar para aliviar problemas relacionados à qualidade da água e, dessa forma, manter os produtos e serviços da empresa sempre em alta.



Website: https://asstefil.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »