15/05/2014 às 23h21min - Atualizada em 15/05/2014 às 23h21min

Modelos plus size reivindicam espaço no universo da moda

“As curvas de uma modelo plus só tornam o trabalho mais real”, explica Joyce Matsushita, idealizadora do projeto

Making Off Comunicação Estratégica - fotos: Adriana Líbini

Diante da busca de centenas de mulheres para serem reconhecidas como modelos de beleza independente dos quilinhos a mais, duas das modelos mais requisitadas deste mercado, Andrea Boschim e Márcia Saad, foram além: fotografaram o primeiro editorial fashion plus size reivindicando reconhecimento como parte do universo da moda.

O projeto - intitulado My Sins (Meus Pecados), coordenado pela jornalista e empresária Joyce Matsushita, trata-se de um movimento de inclusão do plus size na moda, mostrando que um corpo curvilíneo pode ser tão sexy e inspirador quanto o das modelos magérrimas.

“Há um preconceito natural das pessoas com relação a um corpo plus size. Já imaginam um monte de estrias, celulites e dobrinhas. A verdade é que mesmo crescente esse movimento de aceitação e contra a ditadura da magreza, na hora de fazer um catálogo ou campanha, as empresas ainda escolhem as modelos magras com medo de rejeição”, explica Joyce.

Com o editorial My Sins, a jornalista prova que o tamanho do manequim é apenas um detalhe na hora de transmitir sensualidade e inspiração. “E as empresas precisam abrir os olhos e mentes para isso. Com mais da metade da população do País com sobrepeso, está na hora dessas pessoas se verem representadas em anúncios e campanhas, mas é claro, é preciso manter a mesma produção e qualidade senão vira boicote”, finaliza.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »