20/02/2020 às 19h44min - Atualizada em 21/02/2020 às 00h06min

Influenciadora goiana ultrapassa os 3 mi no Instagram provando que maquiagem acessível também tem seu glamour

A goiana de 23 anos Gabriellen Araújo, consegue mostrar em seus vídeos que uma make não precisa ser cara para ser incrível.

DINO
Gabriellen durante uma gravação

Aos 23, Gabriellen Araújo, de Goiânia, mostra em seus vídeos que maquiagem vai muito além da estética, e que não precisa ser cara para ter qualidade

Há alguns anos, maquiagem deixou de ser luxo. Hoje em dia, com o mercado nacional investindo pesado em produtos de boa qualidade - e em grande parte acessível - é difícil encontrar uma brasileira que não tenha, pelo menos, um kit básico de makes.

E isso não é especulação. De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), entre janeiro e março de 2019, as 25 maiores varejistas do setor movimentaram R$ 4,7 bilhões. Ou seja, 10,64% a mais em relação ao mesmo período de 2018.

Neste índice, também estão inclusas as principais marcas de maquiagens e cosméticos do país.

Beleza acessível
Mas, o que todos esses números significam? Na prática, eles mostram que, no Brasil, cada vez mais é possível investir em beleza e autoestima gastando bem pouco, devido ao crescimento deste mercado.

Uma prova disso, aliás, é a influenciadora digital Gabriellen Araújo. Aos 23 anos de idade, a goiana já ultrapassou a marca dos 3 milhões de seguidores no Instagram mostrando a versatilidade das carinhosamente apelidadas "maquiagens baratinhas".

Segundo Gabi - como é chamada na internet -, a ideia é provar que bases de R$ 10,00 podem sim ter qualidade, e que, mesmo com poucos produtos, é possível fazer verdadeiras transformações por meio da make. "Aliás, a maioria dos produtos que utilizo nos vídeos seguem este valor médio", afirma.

Amor pela make
Gabriellen conta que começou a se encantar pela maquiagem aos 14 anos. Na época, relembra, ela tinha muitas espinhas, o que a incomodava bastante. Este, aliás, foi o motivo pelo qual ela começou a olhar a maquiagem de uma forma diferente.

"Eu procurei uma forma de me sentir bem comigo mesma. Então, comecei a treinar em mim mesma, e um tempo depois, nas minhas amigas", conta.

Conforme a influencer, tudo começou com o pouco que ela tinha na época. Ou seja, uma base, o pó de sua mãe, sombras e um delineador.

A partir daí, todo mês, ela comprava algum item novo para testar e complementar seu kit. "Com o tempo a maquiagem se tornou tudo pra mim. Todo o dinheiro que conseguia fazendo bicos, eu investia. Então, tive a certeza que era aquilo que eu queria pro resto da vida."

Carreira nas redes sociais

Mas, o sucesso na internet não chegou tão rápido. Gabi começou a ter visibilidade quando criou uma página no Facebook, entre 2013 e 2014, para divulgar seu trabalho como maquiadora.

Porém, foi quando criou seu perfil no Instagram (@gabriellenaraujo) que seu trabalho começou a ser conhecido por mais pessoas. Ela conta que compartilhava sua opinião sobre produtos e sobre o que achava de interessante no mundo da maquiagem, até que começou a gravar tutoriais usando o próprio celular como câmera.

"Vi que as pessoas gostavam, que aquilo ajudava as mulheres. Nem eu sabia do que a maquiagem era capaz. Com o tempo, consegui aprimorar isso e hoje tenho o meu estúdio de gravação", se orgulha. Aliás, uma das maiores conquistas da influenciadora hoje em dia é ajudar seus seguidores de alguma forma, além de presenteá-los, toda semana, com kits de maquiagens.

Muito além da estética
Mas, como ressalta Gabriellen, seu trabalho vai muito além de ensinar truques de make. A influenciadora explica que sua missão é fazer com que as pessoas percebam que a maquiagem não tem ligação só com beleza e estética.

"Todo mundo pode usar a maquiagem ao seu favor, seja para recuperar a autoestima e se tornar uma mulher mais segura, ou até mesmo como profissão. Maquiagem é empoderamento, é se olhar no espelho e ser quem você quer ser. E, com isso, aprender a se sentir linda de cara limpa e de maquiagem", ressalta.

E, caso este também seja o sonho de outras pessoas, ela afirma que sempre é um bom momento para dar o primeiro passo. "É preciso, cada vez mais, mostrar às pessoas que o pouco já é algo, que não importa se você está começando agora, se alguém sabe mais que você, se o mercado cresce absurdamente. Tem espaço para todos, o importante é começar."


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »