13/05/2014 às 10h58min - Atualizada em 13/05/2014 às 10h58min

Empresas investem em capacitação para suprir deficiências de qualificação

Pesquisa da Fundação Dom Cabral, realizada no ano passado, aponta uma carência de profissionais qualificados no mercado de trabalho brasileiro e estima que 91% das empresas apresentam dificuldades em contratar pessoal especializado.

Básica Comunicações

Pesquisa da Fundação Dom Cabral, realizada no ano passado, aponta uma carência de profissionais qualificados no mercado de trabalho brasileiro e estima que 91% das empresas apresentam dificuldades em contratar pessoal especializado. Por conta disso, 60% das companhias têm reduzido o rol de exigências na hora da contratação de pessoal para cargos de nível técnico.

Para o diretor da NOSSA Gestão de Pessoas e Serviços, Emílio Morschel, o levantamento da Fundação mostra a realidade vivida pelas empresas, que se apresentam mais flexíveis na contratação de mão de obra. Porém, segundo ele, isso não significa que estão descuidando da qualidade dos serviços ou produtos. “Por causa da dificuldade de encontrar profissionais especializados, as companhias estão investindo em treinamento, qualificando os trabalhadores”, observa Morschel.

Para driblar a escassez de pessoal qualificado, as empresas firmam parcerias com instituições de ensino e aprendizagem, visando à qualificação dos funcionários, completando a formação técnica. Esta é a tendência entre as companhias que estão avançando no mercado com os melhores resultados. E a estratégia está se disseminando no cenário corporativo. “As empresas buscam capacidade e talento no candidato e completam a qualificação”, destaca o diretor da NOSSA.

Morschel, devido ao trabalho da NOSSA, que chega a atender 6 mil candidatos por mês e realiza inúmeros processos seletivos, constata maior flexibilidade das empresas na hora da contratação, em relação a certos requisitos como:  experiência, formação técnica e um segundo idioma.  Por outro lado, valorizam outros como, por exemplo, vontade, talento, atitude, desejo de aprender e o “brilho nos olhos”.

O problema da falta de profissionais qualificados também mostra um caminho para aqueles que estão em busca de oportunidades no mercado de trabalho. Morschel recomenda a esses candidatos que procurem se preparar para novos desafios e que nunca parem de estudar. “Existe uma grande oferta de cursos de capacitação de baixo custo e até gratuitos à espera de alunos”, afirma. O diretor da NOSSA acredita numa inversão do mercado em breve. “Trabalhadores qualificados poderão escolher a empresa em que querem atuar, podendo obter maior remuneração e cargos mais elevados”, afirma.

A pesquisa da Fundação Dom Cabral consultou 167 empresas de diversos setores da economia, que representam 23% do Produto Interno Bruto – PIB do país. O levantamento apontou que existe uma escassez de profissionais no mercado, principalmente de nível técnico. Dentre as principais causas que levam a esta situação estão deficiência na formação básica e falta de experiência na função.

Com foco no seu desenvolvimento e qualificação empresarial, desde 2013, a NOSSA participa do programa da Fundação Dom Cabral para gestores e dirigentes – PAEX- Parceiros para Excelência.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »