17/02/2020 às 17h40min - Atualizada em 18/02/2020 às 00h33min

Harmonização Facial: tirando dúvidas de como fazer esse procedimento facial

É importante saber que o Cirurgião Dentista é o profissional mais capacitado para realizar os procedimentos da Harmonização da Facial, pois eles estudam a face minuciosamente durante 5 anos possuindo uma larga experiência para solucionar qualquer intercorrência caso ela ocorra.

DINO
http://www.oral360.com.br
Harmonização Facial

O principal objetivo de uma harmonização facial é justamente levantar a autoestima de quem a procura. Hoje isso virou uma febre entre homens e mulheres, que lotam os consultórios atrás de uma transformação rápida em seu visual.

Aos 54 anos, a empresária Edvânia Toledo tomou coragem e resolveu ir atrás de melhorar algo que a incomodava “Eu sempre me olhava no espelho e dizia que o meu nariz era muito feio! Fiz uma harmonização facial completa com o Dr. Fabio Barros, na Oral 360, e consegui um nariz lindo!”, declara.

A harmonização facial é a soma de tratamentos e procedimentos estéticos combinados para melhorar a harmonia do rosto, rejuvenescendo e corrigindo os traços envelhecidos pela perda da elasticidade da pele, músculos e gordura, que a face sofre com o passar dos anos. Para esse procedimento, o profissional mais qualificado pela sua experiência, estudando a face minuciosamente durante 5 anos, é o cirurgião dentista, mas importante lembrar, na hora da escolha onde irá fazer o procedimento, considerar a qualidade, a formação e experiência do profissional, e não a fama que ele possui. Dr. Fabio Barros, além da formação de cirurgião dentista, é pós-graduado em cirurgia bucomaxilofacial, master em harmonização facial em Miami e credenciado em fios faciais na Coreia do Sul.


Mais sobre harmonização facial:

Existe alguma restrição para fazer harmonização facial?

Não, exceto pessoas que não estejam bem de saúde, menores de idade, grávidas e lactantes, qualquer pessoa pode realizar procedimentos estéticos faciais.

Qual a diferença entre Botox e Preenchimento?
O Botox deixa o músculo estático e relaxado, é utilizado para amenizar as rugas que movem como, por exemplo, é o caso do pé de galinha e da testa. Já o preenchimento é feito com injeções de ácido hialurônico, que repõem o volume e contorno perdido ao longo do tempo.

Regiões da face que podem receber preenchimento com ácido hialurônico
    - malar – dá o volume à “maçã do rosto”;
    - mandíbula – deixa o rosto mais delimitado. Nos homens, visa a masculinização da face;
    - sulcos – são caracterizados como ranhuras ou depressões situadas na superfície da pele;
    - preenchimento labial – define e dá forma aos lábios, harmonizando o seu sorriso;
    - queixo – define o contorno facial, tornando o rosto mais harmônico;
    - rinomodelação – pequenas correções no nariz;
    - olheiras - minimiza as olheiras;
    - bigode chinês -  eleva o sulco.


Regiões da face que podem receber aplicação da toxina Botulínica (Botox)
    - testa – rugas da testa e linhas de expressão;
    - olhos – rugas ao seu redor (pés de galinha);
    - código de barras – rugas ao redor da dos lábios;
    - sobrancelhas - levanta as sobrancelhas.
         

Quais os cuidados após aplicação da Toxina Botulínica (Botox) e preenchimento com ácido hialurônico?

Não massagear a região, e evitar fazer exercícios físicos por pelo menos 48 horas.

O que são fios de sustentação (PDO)?

São fios que ajudam a eliminar a flacidez da face.  São compostos de polidioxanona, que estimula a produção de colágeno, provocando o lifting dos tecidos. 

Como ter um rosto mais fino?
Duas técnicas cirúrgicas bem conhecidas podem promover o afinamento da face de um paciente, deixando um rosto mais harmônico. São elas:
    - Redução da papada: que remove a gordura da região, beneficiando o contorno da mandíbula.
    - Cirurgia de bichectomia: a gordura chamada “bola de bichat” é removida parcialmente, proporcionando um melhor contorno da face e valorizando ainda mais a região de malar (maçãs do rosto). “Esses procedimentos têm que ser muito bem avaliados para identificar se o paciente tem indicação para recebê-los”. Explica Dr. Fabio Barros.



Website: http://www.oral360.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »