07/02/2020 às 15h50min - Atualizada em 11/02/2020 às 13h36min

Nem persa, nem siamês: o gato himalaio surgiu de um cruzamento dessas duas raças

Quem é apaixonado por felinos, com certeza, já quis ter ou já tem o seu gato de estimação. Uma das raças de gato mais queridas é a himalaia, resultado muito fofo de um cruzamento entre duas raças bem distintas: a persa e a siamesa. E, apesar do nome, ela tem origem nos Estados Unidos.
 
Esse tipo de gato é super indicado para quem mora em apartamento e espaços urbanos, já que é muito limpo. Além disso, os bichanos dessa raça são super brincalhões e sociáveis, podendo viver muito bem com outros gatos e até outras espécies.

Origem do gato himalaio

O gato himalaio só entrou para a Cat Fanciers' Association (CFA), associação de registro de gatos de pedigree mundialmente reconhecida, em 1955. Nessa data, esse bichano foi classificado como uma sub-raça do Persa.
 
Os primeiros cruzamentos entre as raças persa e siamês foram feitos nos Estados Unidos, a partir de 1920. A ideia era criar um felino com pelos mais longos, o que só aconteceu após algumas gerações, já que o gene do siamês, que tem o pelo mais curto, era dominante.
 
Dessa forma, surge um gato híbrido que mistura as características das duas raças. O nome Himalaio, por sua vez, vem da semelhança desses bichanos com os coelhos himalaios, que têm uma coloração mais escura nas patas e orelhas, assim como nessa raça de gato.

Brincalhão e carinhoso

Se você está cogitando ter um gato himalaio, vale a pena conhecer um pouco mais sobre suas características e personalidade, que, no final das contas, têm mais aspectos positivos do que negativos.
 
Para começar, é um gato super adequado para se ter em apartamento ou casa, porque é um animal muito limpo. Ele não é indicado, porém, para quem mora em áreas rurais, já que tem pelos longos que podem facilmente se embaraçar em contato com a grama.
 
Seu temperamento é um tanto quanto tranquilo, apesar de ser um bichinho brincalhão. Ele não é o tipo de gato que cobra afeto, mas também não deixa de subir no colo do dono quando quer atenção.
 
Para quem fica muito tempo fora de casa, também não há problema, já que ele se entretém facilmente com brinquedos. Logo, você pode trabalhar despreocupado, desde que seus objetos estejam em ordem.
 
Uma exigência desse bichano é em relação à limpeza. É preciso que sua caixa de areia seja devidamente limpa, pois, caso contrário, ele é capaz de deixar de usá-la. Exigente, não?!

Cuidados essenciais

Sendo um animal de pelos longos, a escovação é algo que não pode ser negligenciada para esse tipo de gato. Deve-se, portanto, manter um hábito constante de escová-lo, evitando, assim, possíveis nós. Além disso, você elimina os pelos que já estão soltos.
 
É preciso ter muito cuidado com os olhos e ouvidos desses bichinhos. Se houver secreção nos olhos, é preciso limpá-las, e caso isso seja recorrente, vale a pena ir ao veterinário para que este indique algum medicamento ou tratamento. Os ouvidos devem ser limpos com solução adequada para amolecer a cera.
 
A surdez de um ouvido ou de ambos é um problema comum em gatos himalaios da cor branca e de olhos azuis. Na dúvida, consulte um médico-veterinário para avaliar direitinho o bichano.
 
Quanto à alimentação, a quantidade vai variar de acordo com o peso do animal. Uma curiosidade é que esses gatos preferem água corrente, ingerindo um volume até maior quando tem essa opção à sua disposição.
 
Apesar de algumas (poucas) exigências, o gato himalaio, com certeza, conquista qualquer um com sua fofura e temperamento dócil.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »