14/01/2020 às 10h28min - Atualizada em 15/01/2020 às 23h03min

Como pagar o licenciamento atrasado?

O ínicio do ano chega com uma série de renovações a fazer e taxas para pagar. E, com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), não é diferente. O pagamento da taxa de licenciamento é obrigatório para transitar nas vias da cidade de forma regulamentada, e ela só poderá ser quitada depois que o IPVA e o DPVAT estiverem pagos.

Para 2020, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) já divulgou as datas de pagamento e os valores. Ambos variam de acordo com o estado e o final da placa do automóvel. Em São Paulo, por exemplo, quem possui carro ou moto deverá pagar o IPVA até março, e, a partir de abril, as placas com final 1 devem quitar o licenciamento, enquanto as que terminam com 0 têm até dezembro. A taxa é de R$ 93,87 para todos os veículos. 

O Detran permite que o licenciamento seja feito em duas modalidades: presencial, em que o motorista vai até uma unidade do órgão, e via Correios, em que o pagamento é feito em uma agência bancária e o CRLV é enviado até a casa do cidadão. 

Este processo comprova que o carro está apto a trafegar pelas vias de trânsito de acordo com as condições impostas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Para isso, antes do pagamento, uma vistoria deve ser realizada para comprovar o bem-estar do veículo. Normas de segurança, emissões de poluentes e de ruído são analisadas e, depois disso, é declarado que o automotor pode circular pelas ruas sem promover riscos. 

No entanto, fazer a vistoria e pagar IPVA, DPVAT, possíveis multas existentes e o licenciamento pode representar uma verdadeira maratona. Por isso, é comum que as pessoas percam o prazo para realizar esses processos. Apenas no primeiro semestre de 2019 havia 8,5 milhões de veículos com finais de placas 1, 2, 3 e 4 com status de inadimplência transitando nas ruas de São Paulo. 

Esse atraso pode gerar apreensão de veículo, multa gravíssima de R$ 293,47 e sete pontos na CNH. Para quitar o licenciamento atrasado, é necessário acessar o site do Detran do estado e solicitar o pagamento, que também pode acontecer de forma presencial ou via Correios. O valor da taxa será recalculado com os acréscimos de multa e juros. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »