14/01/2020 às 11h20min - Atualizada em 14/01/2020 às 11h20min

5 passos para vencer a preguiça no trabalho após as festas de fim de ano

Augusto Jimenez, diretor e psicólogo educacional da Minds Idiomas, desvenda como encarar o mês de Janeiro no trabalho e na rotina

Redação
A maioria das empresas no Brasil tiveram o famoso "recesso", período que consiste em uma pausa de 10 a 15 dias nas atividades, e que os colaboradores são liberados para aproveitar as festas de final de ano. É fato que esse descanso mental e físico nesse período é de grande ganho para o indivíduo e para a empresa que o concede, entretanto voltar desse pós-feriado pode não ser das tarefas mas fáceis. Isso ocorre porque o nosso corpo é programado biologicamente para procrastinar e continuar na zona de conforto.
 
Um estudo feito pelo psicólogo Cliff Arnall mostrou que a terceira segunda-feira do mês de Janeiro é considerada como o dia mais triste do ano. Em 2020, a data cairá dia 20 de Janeiro. Conhecida como "Blue Monday", a equação de Arnall mostrou que o fenômeno de tristeza ocorre pelo fim das férias, gastos feitos, e falta de motivação.
 
Para ajudar você a voltar ao trabalho em Janeiro e não cair na sensação de tristeza no Blue Monday, Augusto Jimenez, diretor e psicólogo educacional da Minds Idiomas, desvenda 5 passos para vencer a preguiça no trabalho nesse pós - fim de ano:
 
1) Se cobre menos
 
Esse conselho parece clichê, porém no final de um ciclo, como ocorre no final do ano, tendemos a nos cobrar mais. Isso acontece porque fazemos o fechamento/balanço de tudo o que ocorreu no ano e como não conseguimos alcançar alguns objetivos traçados. Esses pensamentos geram ansiedade e frustração. Essa cobrança excessiva nos faz sentir solitários. Para driblar esses sentimentos trace metas realmente realistas para 2020 e comece a dar passos em direção a elas todos os dias. Metas grandes assustam, porém ir cumprindo elas, devagar, dia a dia torna a carga mais leve.
 
2) Volte dois dias antes de retornar ao trabalho
 
Nesse período você consegue restabelecer o sono novamente, voltar a comer mais saudável, ordenar a casa, ir ao mercado, entre outros. Essas pequenas decisões que fazem parte para melhorar o dia a dia podem pesar mais na sua mente se você retornar no mesmo dia de ir a empresa.
 
3) Descubra um hobby novo
 
Nos feriados e/ou festas de final de ano desbravamos novos roteiros ou mesmo interagimos com pessoas diferentes, dormimos a tarde, comemos mais. Ou seja, tudo se torna diferente. A rotina não precisa ser chata. Tudo depende de como você planeja e age no seu tempo. Logo, aprender um esporte, descubra a própria cidade, cozinhe itens diferentes, aprecie o nascer do sol!
 
4) Aprenda algo novo para a sua carreira mais que também gere satisfação pessoal
 
Não adianta focar em cursos só para trocar de emprego e/ou ser promovido no trabalho. Os estudos passam a ser obrigação e não ajudarão na volta a rotina. Por exemplo: aprender inglês é ótimo, afinal apenas 3% da população brasileira é fluente, porém aprender inglês só para o trabalho pode não te dar o ânimo necessário para completar o curso e se tornar fluente. Logo, planeje um intercâmbio junto com o curso de idiomas. Na rede Minds English School é possível pagar , como curso de inglês, o intercâmbio pela Minds Travel. Isso vale também para esportes! Se você decidiu aprender um esporte para te dar energia no trabalho pode não ser suficiente. Se inscreva em provas e chame os amigos para encarar esse objetivo!
 
5) Anote as suas habilidades
 
Muitas pessoas tendem a ser sentirem "culpadas" de descansarem nesse período de recesso das empresas e ao retornarem as atividades se sentirem incapazes de voltar a produzir bem e com criatividade. Por isso, faça uma lista de todas os seus pontos fortes no trabalho. Cabe as aptidões comportamentais e técnicas. Se enxergue como sujeito ativo e não deixe de mirar também as suas dificuldades. São 365 novas oportunidades para melhorar.
 
Importante: Caso a tristeza na volta ao trabalho seja algo recorrente e persista não hesite em procurar um psicólogo. Fazer terapia é algo que melhorará não só a sua carreira mais também a sua vida. Para saber mais, acesse: http://site.cfp.org.br
 
Sobre a Minds Idiomas
Com 12 anos de existência o segredo da rede de idiomas Minds é a tecnologia alinhada ao olho no olho. Com mais de 70 escolas em todo país, a Minds foi à primeira rede a implantar o ensino do inglês em tablets mantendo os livros físicos. Com professores especialistas na captação de conteúdo, a CEO Leiza Oliveira, tem a consciência que a forma de aprendizado de cada criança e adulto é individual. Por isso, utiliza de psicologia no ensino com técnicas como Meditação e Mindfulness, além de Gameficação, Quadrinhos, Board Games e muito mais. O tempo de duração do curso da Minds é de 18 meses. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »