30/12/2019 às 16h35min - Atualizada em 30/12/2019 às 17h33min

Tratamento com botox© pode ajudar no combate à cefaleia e dor de cabeça crônica

Procedimentos com a Toxina Botulínica do Tipo A (Botox©) apresentam resultados positivos para alívio das dores de cabeça por ação dos músculos da mastigação.

DINO
http://www.rodrigoblas.com.br


Tratar e corrigir problemas dentários podem ser uma alternativa para os pacientes que sofrem com dores de cabeça crônicas. A resposta está em um velho conhecido do mundo estético: o Botox©. Especialistas explicam que a dor pode ser provocada pelo processo de contração excessiva da musculatura da mastigação, sobrecarregando a região da face e da cabeça.

Dentro deste cenário, o bruxismo é a desordem mais conhecida, levando o paciente a apertar ou ranger os dentes durante o sono.

A toxina botulínica é aplicada justamente na região dos músculos usados na mastigação, músculo temporal e músculo masseter, contribuindo com o controle da tensão e melhorando a condição do paciente.

O estresse e a ansiedade constante podem trazer reações crônicas na região da face e da boca que, em períodos de relaxamento, talvez não existiria. "Essa situação gera em nosso corpo uma constante descarga de substâncias que atuam como estimulantes para tensão muscular, ativação do sistema nervoso e do sistema de secreção (endócrino). O apertamento dos dentes é muito comum nessa condição de estresse e é uma das causas mais frequentes de dores musculares na face e na articulação", explica o especialista  Prof. Dr. Rodrigo Blas, da Clínica de Odontologia Dr. Rodrigo Blas, em São Paulo.

Para combater a situação, a toxina botulínica tem sido utilizada com sucesso. A disfunção temporomandibular (DTM), dor orofacial, cefaleia, sorriso gengival tem apresentado bons resultados após as aplicações. O medicamento biológico também pode ajudar na redução da carga mastigatória em casos de implantes dentários, problemas na mecânica ortodôntica e também na harmonização orofacial de pacientes que tiveram Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Dr. Rodrigo Blas diz que o diagnóstico correto é essencial e imprescindível para a prevenção e tratamento da dor. Segundo diz, existem estudos que mostram maior predisposição para o surgimento de dor em pacientes estressados e com histórico de bruxismo, ranger de dentes.

Segundo ele, o caminho para o correto diagnóstico das dores orofaciais como as dores de cabeça tensional pode não ser tão fácil. “O mais importante é agir com atenção e buscar profissionais que tenham grande conhecimento relacionado à situação”, conclui.



Website: http://www.rodrigoblas.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »