26/12/2019 às 17h20min - Atualizada em 27/12/2019 às 00h00min

Técnica minimamente invasiva trata doenças cardiovasculares em adultos e crianças

As doenças que atingem o coração podem ser tratadas de várias maneiras, dependendo da forma como afetam o órgão. Alguns casos podem ser controlados através de remédios específicos e um estilo de vida mais saudável, já outros, principalmente em estágio avançado, necessitam de intervenção cirúrgica. Hoje, existem técnicas minimamente invasivas, como a cirurgia cardiovascular toracoscópica vídeoassistida, que permitem um tratamento mais seguro

DINO
https://www.chniteroi.com.br/


As doenças que atingem o coração podem ser tratadas de várias maneiras, dependendo da forma como afetam o órgão. Alguns casos podem ser controlados através de remédios específicos e um estilo de vida mais saudável, já outros, principalmente em estágio avançado, necessitam de intervenção cirúrgica. Hoje, existem técnicas minimamente invasivas, como a cirurgia cardiovascular toracoscópica videoassistida, que permitem um tratamento mais seguro e de recuperação mais ágil do paciente.

Segundo o dr. Denoel de Oliveira, cirurgião cardiovascular do CHN que realiza essa cirurgia de forma pioneira no Brasil, esse tipo de cirurgia trata diversas patologias do coração, como problemas vasculares e/ou congênitos, e pode ser feita tanto em adultos quanto em crianças. Nela, o médico consegue chegar até o coração através de um pequeno corte na parte direita do tórax - que pode medir de 2,5 a 4 cm, dependendo do tamanho do paciente.

"Usamos as mesmas câmeras utilizadas nas cirurgias abdominais para ver o coração através desta pequena incisão. Assim garantimos uma imagem ampliada de alta qualidade, que nos fornece uma visão melhor das estruturas cardíacas e maior precisão ao operar o local", explica o médico.

Para que o coração seja acessado, o médico usa uma máquina de circulação extracorpórea para parar o pulmão e o coração do paciente, mas mantem o fluxo de oxigênio e de sangue durante a cirurgia. Um dos diversos benefícios desta forma de operar o coração é o tamanho da incisão, que cria uma cicatriz bem menor do que aquela deixada pelos métodos cirúrgicos tradicionais.

Principais diferenças entre a cirurgia minimamente invasiva e a cirurgia convencional

Cirurgia convencional: maior trauma de tecidos, maior chance de perda de sangue, cicatriz mais extensa, recuperação mais demorada, maior probabilidade de transfusão de sangue e alta-hospitalar mais demorada.

Cirurgia minimamente invasiva: menor trauma de tecidos, menor chance de perda de sangue, cicatriz mínima e pouco visível, recuperação mais ágil, menor probabilidade de transfusão de sangue e alta-hospitalar em menos tempo.

Segundo o dr. Denoel, apesar da cirurgia cardiovascular toracoscópica videoassistida poder ser realizada para tratar várias doenças, é preciso uma avaliação detalhada de cada caso pelo cirurgião cardiovascular, que indicará ou não a técnica. As principais contraindicações desta cirurgia incluem o peso do paciente e alterações que impedem o acesso ao coração ou implante da circulação extracorpórea, situações que também serão avaliadas pelo especialista.

CHN é um dos primeiros hospitais do Brasil a fazer a cirurgia cardiovascular toracoscópica videoassistida

Mais uma vez o CHN inova ao ser um dos pioneiros na realização da técnica de cirurgia toracoscópica videoassistida, dispondo de uma das únicas equipes do país apta a fazer este procedimento em crianças - incluindo aquelas abaixo de 20 kg. Além disso, o hospital conta com uma emergência dedicada a receber paciente cardiopatas, com especialista altamente treinados e equipes multidisciplinares à disposição.



Website: https://www.chniteroi.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »