20/12/2019 às 14h56min - Atualizada em 20/12/2019 às 15h03min

Tendências de negócios lucrativos em 2020

Consultoria de Contabilidade dá dicas para quem quer empreender no Brasil em 2020

DINO
https://www.consultoriarr.com.br/


Para quem quer empreender, a previsão é que 2020 seja um ano melhor do que foi 2019. Isso porque os indicadores econômicos revelam que o cenário para empreendedores está esquentando e pode dar resultados positivos no próximo ano.

De acordo com a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, a previsão de alta no Produto Interno Bruto de 2020 é de 2,32%, até o momento. Claro que isso pode não se concretizar, mas já aponta que os indicadores de recuperação da economia estão positivos, como a inflação e a taxa de juros.

Diante dessa previsão, 2020 pode ser o ano ideal para quem quer empreender e abrir a sua própria empresa. No entanto, em qual área empreender? Onde estão as maiores oportunidades de lucro para o próximo ano? Os consultores especializados da Consultoria RR , que ajudam o empreendedor a abrir uma empresa , revelam a seguir quais os segmentos que estarão em alta em 2020.

O primeiro dos negócios em alta em 2020 apontados pelos especialistas é o da alimentação saudável. Segundo os consultores, a perspectiva é que o público nacional repense sua maneira de se alimentar nos próximos meses.

"O mercado de alimentação está em constante expansão. Com a chegada das foodtechs e a constante preocupação com alimentos saudáveis, o setor tem amplo espaço para quem tem conhecimento no assunto", revelam os consultores.

Por isso, quem tem conhecimento em nutrição e sabe como preparar bons cardápios saudáveis, tem espaço para empreender em 2020 e nos próximos anos, já que a demanda por boa comida está mais alta do que nunca.

Além disso, as condições para o empreendimento na área estão muito favoráveis por causa de dois elementos: os aplicativos de entrega e as cozinhas compartilhadas.

"Cozinhas compartilhadas são locais pelas cidades, como coworkings - mas de comida. O interessado pode alugar esses lugares e cozinhar ali. A diferença é que ele não servirá os clientes no espaço, mas sim pela Internet, com os aplicativos de entrega, que estão cada vez mais populares e com uma estrutura mais formalizada. Na prática, a estrutura para cozinhar e entregar a comida já está disponível, só é preciso começar a trabalhar", explica o especialista.

Outro segmento de muita popularidade e alto ritmo de expansão, que deverá ser ainda mais popular no ano que vem, é o de clubes de assinaturas. Esses serviços se caracterizam pela entrega regular de determinados produtos aos clientes.

"Por exemplo, a pessoa assina e recebe 2 livros por mês, ou "x" peças de roupa, ou uma garrafa de vinho. Enfim, são inúmeras as possibilidades do que pode ser entregue para os consumidores", revela o especialista.

Os clubes de assinatura são uma opção viável de empreendimento, pois, atualmente, todas as áreas contam com uma fartura de alternativas, mas os consumidores contam com pouco tempo para analisar todas as opções disponíveis.

Por essa razão, o serviço de curadoria é muito valorizado pelos consumidores. Do outro lado, a ideia é lucrativa para as empresas parceiras do clube de assinatura, pois significa ter uma demanda constante de altos números de clientes que, outrora, não estariam tão facilmente disponíveis.

"No entanto, para ter sucesso com um clube de assinatura, é preciso fazer uma gestão avançada dos consumidores e um trabalho com dados bem feitos para entender quais os produtos mais indicados para os assinantes", alerta o especialista.

Um terceiro segmento muito promissor para os empreendedores no Brasil é o de impressões 3D. As oportunidades de negócio são muitas, apesar da alta dificuldade técnica para dominar o assunto.

"Para se ter uma ideia, a perspectiva de crescimento do setor em 2020 é de 24,1%, de acordo com um estudo publicado no Brasil", revela o especialista.

As aplicações técnicas da impressão 3D são muitas. Para ter sucesso no negócio, é importante escolher um nicho e atuar nele.

"Quem tem dinheiro para comprar muitas máquinas, pode se interessar em empreender em larga escala para produzir peças em 3D para os setores aeroespacial, logística, mineração e energia. Quem tem menos capital inicial, pode investir para atender o público consumidor final, gerando pequenos objetos e brinquedos", sinaliza o consultor.

A área de Inteligência Artificial promete viver em constante expansão nos próximos anos, uma vez que a perspectiva é que a IA domine diversos setores da economia, ao automatizar as ações de todos os nichos.

"Hoje em dia, algoritmos de IA são usados em jogos, no setor jurídico, na contabilidade, marketing, costura, alimentação e praticamente em todas as outras áreas da nossa economia. Por isso, as empresas que produzem soluções com base em Inteligência Artificial estão em evidência", avisa o consultor.

"No entanto, apostar em abrir uma empresa em um desses segmentos não é o suficiente para ter sucesso. Não basta estar em um nicho em expansão", revelam os especialistas. "É necessário ter uma boa gestão e fazer tudo corretamente. Para isso, é importante ter o apoio da contabilidade", acrescentam.

"A contabilidade é muito mais do que apenas registrar números em um papel. Ela é estratégica, ágil e viabiliza investimentos e ações. Por isso, é essencial que uma nova empresa conte com o apoio de uma consultoria de contabilidade desde os seus primeiros dias, garantindo, assim, maiores chances de sucesso", conclui um dos especialistas.



Website: https://www.consultoriarr.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »