03/12/2019 às 15h44min - Atualizada em 03/12/2019 às 15h44min

A marca da maldade

Vítimas do coronel Ustra, senhor da morte nos porões do regime militar, contam as torturas que sofreram em suas mãos e repudiam o discurso de Bolsonaro que vive a elogiá-lo

VIOLÊNCIA Entre 1970 e 1974, Ustra aterrorizou, atacou, feriu e facilitou a morte de centenas de presos políticos (Crédito: DIDA SAMPAIO)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »