03/12/2019 às 09h19min - Atualizada em 03/12/2019 às 09h21min

Seis dicas de como se preparar para a experiência de estudar em outro país

Estudar fora do país pode ser mais fácil do que imagina, Edgard Cornacchione separou 6 dicas que podem facilitar a viagem e ajudar nos estudos.

DINO

Estudar em outro país para incrementar o currículo profissional e ganhar experiência de vida está se tornando uma opção cada vez mais popular entre os brasileiros. Em 2018, mais de 365 mil estudantes do país embarcaram para o exterior, um incremento de 20,64% em relação ao ano anterior, de acordo com a Pesquisa Selo Belta (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio). A experiência cultural e a possibilidade de aprender novas habilidades são fatores que atraem jovens e adultos a esta oportunidade. É um investimento que compensa mesmo em um cenário de retração econômica. Para que esta experiência seja vantajosa, confira algumas dicas:

1 - Planejar cada passo durante sua estadia
Lembre-se que no intercâmbio você está no país para estudar e não apenas para passear. É essencial desenvolver sua trajetória acadêmica e adquirir novos conhecimentos em sua vida. Dessa forma, siga à risca um planejamento bem definido e crie estratégias para dar conta de todas as tarefas acadêmicas e para conhecer tudo aquilo que chamar a sua atenção. Com uma agenda bem organizada, é possível fazer tudo isso e aproveitar ao máximo a sua experiência em outro país.

2 - Desapegue dos costumes "brasileiros"
A primeira dica parece óbvia, mas é preciso reforçar: os demais países têm cultura, hábitos e costumes diferentes do Brasil. Assim, é essencial que o estudante tenha isso em mente e busque abandonar trejeitos que até podem fazer sentido por aqui, mas que não são bem vistos no exterior. O período de adaptação não é fácil, mas tire os primeiros dias e semanas justamente para observar e estudar como as pessoas se relacionam no país em que você está inserido. Essa tática evita problemas e contratempos posteriores.

3 - Mantenha a educação e o respeito pelo diferente
Ao reconhecer que estar em outro país significa assimilar e compreender novos hábitos, o próximo passo é manter uma postura cortês e de respeito frente aos costumes e até às dúvidas das pessoas. É comum, por exemplo, que seus colegas de intercâmbio mostrem um desconhecimento sobre suas origens, mas lembre-se que é você o estrangeiro e que está lá justamente para... aprender! Essa troca de experiência e conhecimento entre pessoas de diferentes lugares que faz o intercâmbio ser vantajoso e único.

4 - Não fique preso ao pontos turísticos óbvios
Estudar em outro país permite que você incorpore hábitos corriqueiros dos habitantes daquela região, como utilizar o transporte público, conhecer a gastronomia e visitar locais pouco conhecidos no turismo. Quem viaja a lazer ou a trabalho, normalmente possui pouco tempo disponível e planeja visitar apenas os pontos turísticos. Assim, o intercâmbio permite fazer parte da cidade, facilitando a adaptação e permitindo aprender na prática o novo idioma.

5 - Defina metas acadêmicas e sociais
Para facilitar a adaptação a uma nova cultura, uma alternativa interessante é assimilar o conceito de gamification em seu dia a dia, atribuindo metas e objetivos e definindo recompensas. Cada trabalho bem feito em sala de aula pode ser sucedido por um passeio diferente na cidade. Um contato social feito no dia a dia pode ser recompensado com alguma atividade cultural ou esportiva daquele local. Essa tática faz com que o estudante incorpore os hábitos da região mais facilmente e, principalmente, se envolva com a comunidade em que está inserido.

6 - Aproveite para amadurecer
O intercâmbio também é uma oportunidade que as pessoas, principalmente os mais jovens, têm para crescerem e amadurecerem. Viver em outro país representa a chance que o estudante para se encontrar e refletir sobre o presente e o futuro de sua própria vida. Além disso, ele terá que superar sozinho os obstáculos e desafios que eventualmente surgirem, estimulando ainda mais sua habilidade de decidir sobre diferentes assuntos e de se planejar para atingir os objetivos. Por Edgard Cornacchione


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »