11/11/2019 às 17h28min - Atualizada em 12/11/2019 às 15h59min

Vai viajar no feriado? Não se esqueça de marcar a revisão do carro!

Se a ideia é pegar a estrada durante o feriado, o fundamental é redobrar os cuidados com o carro, garantindo a segurança dos passageiros e preservando as condições do automóvel. Durante épocas de grande movimentação, as rodovias costumam registrar um maior número de acidentes, muitos devido à falta de prevenção. De acordo com um relatório divulgado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), os acidentes de trânsito causam 5 mortes no Brasil a cada 1 hora.

A recomendação para evitar possíveis problemas durante a viagem, além das melhores práticas ao volante, é realizar a revisão do veículo. “É muito importante que a revisão seja feita com uma semana de antecedência da data da viagem, para dar tempo caso algum conserto se mostre necessário, e que a oficina seja de confiança do condutor. O processo é rápido e dura cerca de 30 minutos”, explica o Engenheiro de Produtos e Serviços da DPaschoal, Danilo Ribeiro.

Confira abaixo alguns itens que devem ser checados antes de pegar estrada para garantir uma viagem tranquila e segura:

Pneus e rodas

É importante verificar os pneus antes de viajar ou a cada 10.000 km rodados. Uma dica simples é utilizar uma moeda de um real, colocando-a nos sulcos do pneu. Se a parte amarela aparecer, está na hora de trocá-los.

Calibrar os pneus a cada 15 dias, com a pressão correta, garante menor consumo de combustível e desgaste regular. Essa informação você encontra na coluna da porta do motorista, manual do veículo ou tampa de combustível. Além dissosempre calibre os pneus ainda frios, nunca se esqueça de colocar a tampinha da válvula e lembre-se do estepe  um dos maiores motivos de chamadas de guincho na estrada é por falta de estepe em condições de uso.

 

Alinhamento e balanceamento

Para saber se é necessário alinhar e balancear o carro, observe se os pneus apresentam desgaste irregular, carro puxando, volante torto ou vibrando na pista. Para maior durabilidade e segurança do sistema, o ideal é realizar esses serviços a cada 10.000 km rodados.

 

Sistema elétrico

A melhor maneira de identificar problemas na bateria é a dificuldade na partida pela manhã. Visualmente você também pode observar se há zinabre nos polos (aqueles pozinhos brancos) ou vazamento. A dica é, sempre que possível, rodar ao menos 15 minutos com o carro após a partida e levá-lo a um centro automotivo que realiza o teste de vida útil da bateria.

 

Luzes

Com a obrigatoriedade de rodar com os faróis ligados durante o dia, é importante redobrar a atenção neste item. Conduzir o veículo com defeito no sistema de iluminação, de sinalização ou com lâmpadas queimadas é considerado uma infração, passível de multa. Uma dica, caso esteja sozinho, é aproximar o carro na parede e acionar as luzes para ver se estão funcionando corretamente.

 

Palhetas dos para-brisas e sistema de limpeza dos vidros

Geralmente estes itens só são lembrados na hora da chuva, porém eles impactam diretamente na segurança e dirigibilidade. Segundo o fabricante, a vida útil das palhetas, em média, é de um ano. Uma dica para aumentar a durabilidade, é acionar o sistema de limpeza dos vidros, ao menos uma vez por semana, para hidratar as borrachas.

 

Freios

Os sintomas de freios em más condições são: barulhos ao frear, freio de mão muito alto (acima do banco), curso do pedal longo ou luzes de anomalia acesa no painel. Uma dica importante é verificar sempre o nível do fluido de freio no reservatório, que fica localizado logo abaixo do capô do lado do motorista. O correto é não completá-lo e sim, trocá-lo.

 

Óleo do motor e filtros

Sempre verifique o nível. O ideal é realizar a troca do óleo e filtro conforme recomendado no manual. Todo carro tem no mínimo três filtros (ar, óleo e combustível) que devem ser substituídos com a frequência correta.

O filtro mais importante do carro é o que cuida da saúde dos ocupantes, o filtro de cabine, conhecido também por filtro do ar condicionado. Segundo a ANVISA, ele deve ser trocado a cada seis meses, para eliminar, fungos, bactérias e maus odores do sistema de ventilação e ar condicionado, por isso, realizar a higienização é muito importante.

 

Água do radiador

Antes de pegar estrada ou a cada 10.000 km rodados, verifique o nível do reservatório do radiador, sempre com o motor frio. O nível não deve estar abaixo do mínimo e caso precise completar, coloque água da torneira para concluir a viagem. Assim que retornar, substitua por uma solução arrefecedora adequada para o veículo.

 

Equipamentos de segurança (triângulo, chave de roda e macaco)

O melhor é não precisar usar estas ferramentas, mas quando o pneu fura, sem elas, não dá para seguir viagem. É preciso ficar atento!


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »