29/10/2019 às 18h42min - Atualizada em 30/10/2019 às 00h00min

De olho no aumento na adoção de criptomoedas, startup inova ao aceitar Bitcoin como garantia de crédito

Plataforma tem como foco atender a um público que necessita de acesso a capital de forma imediata, mas não gostaria de vender sua criptomoeda para isso e nem recorrer as condições atuais de crédito ofertadas pelo mercado.

DINO
https://www.rispar.com.br
Rafael Izidoro - CEO da Rispar

Para os que apostam nas criptomoedas como alternativa de investimento uma boa notícia: o Bitcoin triplicou de valor no primeiro semestre deste ano, atingindo um crescimento de 330%. 

O movimento positivo das entidades reguladoras é outro fator que anima os investidores.

Em agosto deste ano, passou a valer a instrução normativa 1.888 da Receita Federal, a primeira regulação deste tipo no Brasil. Esse procedimento dá mais segurança aos que pretendem apostar nessa modalidade de investimento. 

De olho nesse mercado, a Rispar oferecerá, a partir de 2020, crédito com taxas menores utilizando o Bitcoin como garantia.

Essa iniciativa é pioneira no Brasil, de acordo com o CEO da startup, Rafael Izidoro. Ele está otimista com o cenário econômico atual, principalmente por causa da queda da taxa de juros (Selic) que está em 5,5% ao ano, menor valor da história estabelecido pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central. Isso faz com que os investidores tenham menos interesse em investimentos de renda fixa e optem por alternativas com rendimentos mais atrativos, como as criptomoedas.

“O potencial das moedas digitais é enorme, tanto que em 2018, o número de novos investidores na criptoeconomia brasileira ultrapassou a Bolsa de Valores e o Tesouro Direto. Só este ano já foram negociados mais de R$ 10 bilhões nas exchanges nacionais", destacou Izidoro.

Diferencial

Na avaliação do CEO, a Rispar tem como foco atender a um público que necessita de acesso a capital de forma imediata, mas não gostaria de vender sua criptomoeda para isso e muito menos recorrer as condições atuais de crédito ofertadas pelo mercado. 

De acordo com relatório do Banco Central de junho deste ano, a média praticada de juros no crédito pessoal chegou a 120% ao ano. No rotativo do cartão de crédito e no cheque especial, a taxa anual é de respectivamente 300% e 322.2%.

“A principal vantagem da Rispar em relação as outras modalidades de crédito, além de taxas bem inferiores ao mercado, é o tipo de garantia, no caso, o Bitcoin. As empresas de crédito com garantia tradicionais adotam veículos ou imóveis para essa finalidade, o que torna o processo burocrático e pode levar até 3 meses para o cliente ter acesso ao recurso. Com a nossa plataforma, o dinheiro pode ser utilizado em até 24 horas úteis após a transferência da cripto”, enfatizou o CEO da Rispar.

Distribuição de convites

Em dezembro deste ano serão distribuídos convites para testes da plataforma. A expectativa é que o lançamento oficial ocorra ainda no primeiro trimestre de 2020. 

Os clientes poderão acessar a plataforma por desktop e dispositivos móveis. 

Segundo Izidoro, a ideia de criar uma startup, com foco na oferta de crédito e no uso de criptomoeda como garantia, surgiu a partir de um problema enfrentado por um amigo, que investe em criptoativos, e teve dificuldades em conseguir recursos financeiros.

“Ele foi obrigado a vender parte de suas criptomoedas para aportar em um novo negócio. Não teve outra opção, porque os meios tradicionais de financiamento ofereceram taxas altíssimas para a concessão de crédito. Com a Rispar, daremos o suporte financeiro para o público que aposta nas moedas digitais”, afirmou.

Segundo o CEO da Rispar, a plataforma aceitará inicialmente apenas o Bitcoin como garantia, mas outras criptomoedas, como o Ether, já estão nos planos da empresa. “Acredito que outros investidores ficarão animados em apostar nas moedas digitais com o lançamento dos nossos serviços”, concluiu.



Website: https://www.rispar.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »