24/10/2019 às 16h42min - Atualizada em 24/10/2019 às 16h42min

Escola Lumiar abre flagship em Pinheiros

Escola, que nasceu com a premissa de transformar a educação no mundo, recebeu R$ 5 milhões em investimentos do Grupo Atmo e transforma nova unidade que já está com matrículas abertas

Redação

Reconhecida como uma das mais inovadoras do mundo, a Escola Lumiar anuncia a inauguração de sua flagship, no bairro de Pinheiros, em São Paulo, um marco na história da escola que já conta com 16 anos de atuação. A Lumiar Pinheiros já está com as matrículas abertas e inicia suas atividades escolares no ano letivo de 2020 com capacidade para receber 500 alunos entre quatro meses e 14 anos.

A unidade Pinheiros será a flagship da marca e está sendo especialmente projetada para a perfeita aplicabilidade da metodologia desenvolvida por Ricardo e Fernanda Semler. O imóvel que abrigará a escola está passando por uma importante reforma que resultará em um espaço moderno, dinâmico e personalizável para que os alunos possam aproveitar ao máximo as práticas pedagógicas que compõem a metodologia Lumiar.

Mesmo em reforma, a unidade já está aberta para as famílias visitarem e tirarem suas dúvidas. “Durante este período, contamos com um espaço preparado exclusivamente para atender aos pais que queiram obter informações sobre a nossa metodologia e conhecer integrantes da equipe pedagógica”, afirma a diretora pedagógica Graziela Miê Peres Lopes. “Também teremos eventos semanais para exemplificar o que os alunos vivenciam em nossas aulas”, complementa.

A metodologia Lumiar conta com uma abordagem inovadora de aprendizagem, suportada por uma exclusiva plataforma tecnológica, o Mosaico Digital, que permite a gestão da aprendizagem e avalia competências e conhecimentos adquiridos. O Mosaico apoia o desenvolvimento do estudante desde a sua primeira infância até a sua formação no Ensino Fundamental II. A escola conta com uma proposta de vanguarda, proporcionando um ambiente no qual os estudantes constroem sua autonomia para agir de forma livre e consciente, com um currículo baseado em competências e habilidades de autoaprendizagem. O dia a dia escolar é dinâmico, no qual mestres e tutores levam em conta os interesses e as necessidades de aprendizagem de cada aluno, estimulando a curiosidade, a responsabilidade e a paixão dos alunos por aprender.

O novo espaço disponibilizará infraestrutura e ferramentas tecnológicas sofisticadas para potencializar o estudo e a aprendizagem dos alunos. A equipe pedagógica educacional também terá profissionais com habilidades complementares, como, por exemplo, na área de tecnologia, para estimular o movimento maker. Além disso, todos os grupos contarão com tutores fluentes em inglês.

O projeto para a construção da nova Lumiar recebeu o investimento de R$ 5 milhões do Grupo Atmo, que atualmente controla mais de vinte escolas nas regiões de Santos, Campinas e em São Paulo - como por exemplo, a Lourenço Castanho - e dá início a parceria entre as duas empresas para expandir, pelo Brasil, o modelo de ensino desenvolvido por Semler.

Para a Lumiar, essa parceria é fundamental para “oferecermos muito além da educação bilíngue e integral, que são considerados itens básicos atualmente. Queremos que a nossa metodologia esteja disponível para cada vez mais alunos e para isso precisamos investir em nossa infraestrutura e plataforma tecnológica, que é a mais sofisticada do mercado, e garantir o cumprimento do currículo de acordo com o BNCC (Base Nacional Comum Curricular)”, afirma Graziela.

A Lumiar é reconhecida pelas principais entidades globais: escolhida uma das 12 Escolas Mais Inovadoras do Mundo pela UNESCO, Universidade de Stanford e Microsoft; e uma das 25 escolas mais avançadas do Mundo segundo a  OECD, que faz o Ranking PISA. Também é a única escola brasileira com atuação global, com unidades na Inglaterra, Holanda, EUA, Nigéria, Hungria e com projetos a serem implantados em Portugal, Suécia, Romênia, Bulgária e Índia. No Brasil, a Lumiar está presente em São Paulo, Porto Alegre, Poços de Caldas e Santo Antônio do Pinhal, com escolas privadas e públicas.

Metodologia Lumiar

Fundada em 2003, a Escola Lumiar tem um viés progressista e humanista e conta com uma metodologia única, em que o ensino é baseado em competências e há espaço para uma efetiva personalização da aprendizagem, de maneira contextualizada com o mundo real e com as verdadeiras motivações de cada estudante.

O acompanhamento sistematizado do percurso do estudante é feito por meio de uma plataforma desenvolvida pela própria Lumiar: o Mosaico Digital, que além de garantir o acompanhamento aprofundado de cada estudante, amplia as possibilidades de aprendizagem, conectando ideias e pessoas com interesses comuns.

A metodologia da Lumiar é baseada em seis pilares: currículo em mosaico, tutores e mestres, multietaridade, aprendizagem ativa, gestão participativa e avaliação integrada.

 

O currículo em mosaico é uma maneira não linear de organizar o percurso de aprendizagem. Cada estudante é considerado único e tem uma trajetória própria, influenciada por suas preferências e pelos meios culturais e sociais em que vive.  Ao utilizar um currículo que não é fixo, é possível incluir os mais variados interesses, o que permite uma visão mais ampla do mundo. Diferentemente de outras escolas, o currículo não linear não provê uma lista de conteúdos pré-estabelecidos e exigidos para cada faixa etária. Assim, é oferecida uma maior flexibilidade na escolha da situação de aprendizagem, a qual deve ser sempre contextualizada e significativa para aquele grupo de estudantes. O currículo em espiral também permite, frequentemente, revisões e melhorias das habilidades e dos conteúdos.

 

A base do currículo da Lumiar é a matriz de competências, que mapeia as principais habilidades que os estudantes podem e devem desenvolver durante o percurso escolar. A matriz cobre cinco áreas diferentes, que são chamadas de “eixos de desenvolvimento”: sensório-motor, socioemocional, lógico-formal, instrumental e epistêmico.

 

A metodologia inclui, ainda, matrizes de conteúdo para a Escola Fundamental e uma matriz separada para Pré-escola e Jardim de Infância, que cobrem diversas áreas de conhecimento, desde as tradicionais como matemática, ciências e inglês, até outras que são altamente relevantes no século XXI como robótica, arte cinematográfica, codificação etc.

 

“Alguns conteúdos são essenciais quando se vive em um contexto sociocultural específico. Assim, nossas matrizes de conteúdos cobrem os conteúdos recomendados pelos documentos governamentais oficiais de educação, além de outros conteúdos que nós acreditamos que sejam importantes para o momento atual em que vivemos”, explica Graziela.

 

Os educadores responsáveis por trabalhar diretamente com os estudantes na metodologia Lumiar são chamados de tutores e mestres. Tutor é um profissional de educação certificado responsável pelo desenvolvimento de cada ciclo grupal e pessoal de cada estudante em todos os aspectos relevantes: físico, social, emocional, moral e intelectual. Estes profissionais também devem ajudar os estudantes a identificarem, validarem e ampliarem seus interesses, além de proporcionarem o aprendizado e o entendimento das necessidades de seu próprio desenvolvimento. Os mestres são profissionais de diferentes áreas, apaixonados pelos seus temas de estudo e trabalho, abertos a compartilhar seus conhecimentos. Juntos, tutores e mestres participam na criação,monitoramento e avaliação dos diferentes projetos que serão desenvolvidos pelos grupos.

 

Por um lado, a metodologia oferece um menu de habilidades e conteúdos, e por outro, o princípio não linear do currículo. Os tutores selecionam no começo do período escolar os ítens que serão desenvolvidos com os estudantes em seus projetos, considerando não somente seus interesses, mas também suas necessidades de desenvolvimento e aprendizagem.

 

O conceito de aprendizagem ativa é baseado em quatro modalidades organizativas (projeto, módulo, oficina e projeto ou pesquisa individual), que ajudam os estudantes a agrupar os conteúdos e competências que estão sendo ensinados e aprendidos durante um período específico, fazendo com eles sintam-se mais capazes de tomar a iniciativa, uma vez que eles sabem o que está por vir.

 

O currículo em mosaico demanda uma avaliação que não seja meramente classificatória, mas que mostre as evidências de conhecimento e desenvolvimento de habilidades, enquanto mantém o feedback constante durante o processo. O método de avaliação não é restrito somente a provas. Na Lumiar, a autoavaliação é muito importante, e complementa a avaliação com a participação ativa dos estudantes, que podem refletir sobre sua própria performance.

 

De acordo com a metodologia, desde o jardim de infância até o ensino fundamental, os estudantes são agrupados em seis ciclos multietários. Estas divisões são feitas conforme a proximidade etária.

 

Relações sociais, práticas pedagógicas e a organização da rotina da escola são gerenciados de forma participativa. O princípio é guiado pelo reconhecimento de que as práticas participativas são desejáveis além dos muros da escola. Por meio da roda, toda a comunidade escolar discute a melhor maneira de trabalharem juntos, definindo regras e acordos para a organização geral da escola, e o uso do espaço comum de forma democrática. “A escola foi criada para representar o funcionamento ideal de uma sociedade participativa e democrática, estimulando os alunos a agirem conscientemente em sua comunidade”, finaliza Graziela.

 

Serviço:

Escola Lumiar Pinheiros

Endereço: Rua Navarro de Andrade, 152 - Pinheiros, São Paulo/SP

Site: https://lumiar.co/

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »