10/10/2019 às 13h13min - Atualizada em 10/10/2019 às 13h13min

O Flautista de Hamelin do Grupo Furunfunfum retorna ao Teatro Alfa

Peça está em cartaz aos sábados e domingos às 17h30. Inspirado na versão de O Flautista, de Robert Browning, grupo recria em versos antiga fábula alemã recolhida pelos irmãos Grimm.

Redação
Com 27 anos de carreira, 16 espetáculos no repertório, turnê por cinco países e vencedor dos prêmios APCA de melhor texto (Rapunzel) em 2004 e de melhor espetáculo para (O Macaco Simão e Outras Histórias e Outras Canções), no Festival Internacional de Títeres de Tolosa (Espanha), em 1999, o grupo Furufunfun, formado pelos atores e músicos Marcelo e Paula Zurawski, está em temporada a peça O Flautista de Hamelin, sábados e domingos, às 17h30, no Teatro Alfa. No palco, as músicas com referências celtas compostas para o espetáculo são executadas ao vivo e auxiliam no desenrolar da história que se passa na Idade Média e retrata uma terrível invasão de ratos que assola a cidade de Hamelin, deixando a população desesperada.
 
Quando todas as tentativas em acabar com a praga parecem frustradas, surge um personagem estranho e misterioso, um flautista, que promete livrar Hamelin dos ratos, mediante o pagamento de certa quantia em dinheiro. Ele cumpre a promessa, mas quando volta para receber seu pagamento é ridicularizado e enganado pelas autoridades. O flautista, então, decide vingar-se daquele local, tirando da cidade seu bem mais precioso. Como em suas montagens anteriores (O Macaco Simão, A Terra dos Meninos Pelados e Rapunzel), o Grupo Furunfunfum assina a concepção e a direção do espetáculo, bem como a criação da música executada ao vivo. Os cenários e figurinos são de Sílvia Gandolfi e Naná Lavander, esta última também responsável pelos bonecos e adereços usados na montagem.
 
Sobre o Grupo Furunfunfun
 
Furunfunfum é a onomatopéia de um toque de sanfona, podendo significar também festa, bagunça, farra, folia. O teatro do grupo é, de acordo com a definição dos próprios integrantes, “Um pouco como um baile de forró ou um show de rock'n'roll, onde o calor e a participação do público fazem parte do espetáculo”. Criado em 1992, pelo casal de artistas Marcelo e Paula Zurawski, o Furunfunfum utiliza em suas montagens as mais variadas técnicas e estilos teatrais – circo, música ao vivo e bonecos. Seguindo a tradição dos atores ambulantes da Idade Média, apresenta-se em teatros, escolas, feiras, praças, festas e “onde quer que haja um público disposto a compartilhar as emoções de um encontro teatral”. Em quase 3 décadas,  o Furunfunfum produziu 16 espetáculos, já se apresentou em cinco países, ganhou prêmios, menções e várias indicações, entre elas a de  melhor atriz para Paula Zurawski ao Prêmio Coca-Cola Femsa, por sua atuação em Rapunzel.
 
Ao longo dessa trajetória, o grupo participou de inúmeros festivais, entre eles o IV Festival Internacional de Teatro “Santa Cruz de La Sierra” – Bolívia (2003), VI Bienal Iberoamericana Itinerante del Teatro de Muñecos – Venezuela (2002), Lambert International Puppet Festival – Irlanda (2001), Scottish Mask and Puppet Centre – Escócia (2001), XVIII Festival de Teatro de Occidente – Venezuela (2000), V Bienal Iberoamericana Itinerante del Teatro de Muñecos – Venezuela (2000), Festival Internacional de Títeres La Fanfarria – Colômbia (2000), Festival Internacional de Teatro de Manizales – Colômbia (2000), Festival Internacional de Títeres de Tolosa – Espanha (1999), Festival Internacional de Alicante, – Espanha (1999), Festival Internacional de Londrina (FILO) – 39ª Edição (Londrina, 2006),
Festival Internacional de Teatro de Animação do SESC – Brasil (1996), entre outros.
 
No repertório incluem os CDs Furunfunfum no Carnaval – MCD (2006), Coleção Conviver - Língua Portuguesa 2º Ano – Ed Moderna (2009), Especiais para a TV Cultura (Teatro Rá-Tim-Bum), O Circo do Seu Lé (2009), Rapunzel (2006). Os espetáculos: Bê a Bach, Ludophonia, Furunfunfum no Carnaval e Furunfunfum no Arraial, Tô Índio no Circo, O Domador de Férias e O Circo do Seu Lé, O Meninotauro, O Flautista de Hamelin, O Macaco Simão, Brincar com Palavras,  Rapunzel,  Os Três Porquinhos e  A Terra dos Meninos Pelados e As contações de histórias: Contos dos Manos Grimm, Furunfunfatos – Contos da Ciência, Saracoteios, Melopeias e Encantamentos.
 
Ficha Técnica
Concepção, Direção, Atuação - Marcelo Zurawski e Paula Zurawski. Músicas - Marcelo Zurawski e Paula Zurawski. Cenografia - Silvia Gandolfi.   Figurinos -  Amarilis Arruda, Naná Lavander e Jorge Constantino.  Bonecos, adereços e maquiagem - Naná Lavander.  Iluminação - Sylvie Layla.  Arte - Adriana Meirelles.  Apoio: Instituto Alfa de Cultura – Teatro Alfa
 
Serviço
 
Espetáculo infantil – O Flautista de Hamelin
 
Estreou dia 7 de setembro, sábado, às 16h na Sala B do Teatro Alfa. Tel. (011) 5693-4000. Capacidade: 204 lugares. Temporada: De 7 de setembro a 27 de outubro. Sábados e domingos, às 17h30h. Duração: 60 min. Classificação etária: Livre. Recomendado para crianças a partir de 4 anos.
 
Ingressos: R$ 40,00 (inteira para adultos) e R$ 20,00 (meia para crianças, estudantes e maiores de 60 anos). Grupo Alfa: 50% de desconto funcionários devidamente identificados. Banco Alfa: 20% de desconto para clientes devidamente
identificados. Assinantes do teatro Alfa: 10% de desconto. Venda efetuada com cartões de crédito ( Amex, Visa, Credicard e MasterCard ), de segunda a sábado das
11h às 19h; e domingos das 11h às 17h. Os ingressos poderão ser retirados no próprio teatro no dia do espetáculo. Taxa de serviço de R$ 5,00 por ingresso adquirido para Sala A e R$ 2,00 para Sala B. Call Center Ingresso Rápido: (11) 4003-1212. Desconto de 50% para clientes Porto Seguro e acompanhantes.
 
Teatro Alfa – Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. (11) 5693-4000. Site: www.teatroalfa.com.br Ingresso rápido ou pelos telefones: 11 5693-4000 | 0300 789-3377. Acessibilidade - motora e visual. Estacionamento: Sala A - Vallet R$ 45,00 e Self Park R$ 31,00. Sala B - Vallet R$ 30,00 e Self Park R$ 20,00.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »