11/09/2019 às 16h10min - Atualizada em 11/09/2019 às 16h10min

Carlos Bolsonaro é ameaçado por coronel durante depoimento na CPMI das fake news

Como presidente da CPMI, senador Angelo Coronel (PSD) tem direito a dar voz de prisão caso descubra que depoente está contando alguma mentira

Press
Ansioso por ficar frente a frente com o filho de Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro (PSC), o presidente da CPMI das fake News, senador Angelo Coronel (PSD), já fez ameaças ao vereador do Rio de Janeiro. Como comandante da CPMI, ele tem poder de voz de prisão caso entenda que o depoente está mentindo.
Durante o programa Coletiva, da TV Câmara de Salvador, Angelo Coronel lembrou que Carlos Bolsonaro não poderá mentir e será convocado pela relatora do caso, deputada Lídice da Mata (PSB), para depor sobre acusações de divulgar fake news nas redes sociais.
“Farei uma pergunta muito simples: você usou fake news para depreciar adversários? Se você mentir, eu posso lhe dar voz de prisão”, falou Coronel .
Filho de Bolsonaro, Carlos Bolsonaro é vereador no Rio de Janeiro e grande defensor do governo do pai nas redes sociais. Ele é investigado na CPMI das fake news por ter proliferado supostas notícias falsas durante a última campanha eleitoral.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »