06/08/2019 às 18h47min - Atualizada em 07/08/2019 às 15h17min

Santos goleia o Goiás e abre vantagem maior na liderança

O Santos não tomou conhecimento do Goiás e aplicou uma goleada em cima do time alviverde, fora o show de futebol ao vivo, com muitos golaços e bela atuação coletiva do líder do campeonato. A vitória do peixe garantiu uma folga de 4 pontos para o segundo colocado do campeonato, o Palmeiras, que só ficou no empate contra o Corinthians.

Resumo da partida

O Santos abriu o placar ao vivo logo aos oito minutos do primeiro tempo, Soteldo fez bela jogada pela esquerda e deu a assistência para Carlos Sánchez marcar um golaço e abrir o placar da partida. Não demorou muito para o peixe ampliar, Sánchez deu belo cruzamento e Lucas Veríssimo ampliou de cabeça.
 
O time do técnico Sampaoli, que não estava no comando do banco de reservas por causa de uma suspensão devido ao terceiro cartão amarelo, continuou pressionando até marcar o terceiro gol, ainda no primeiro tempo. Victor Ferraz cruzou a bola na área para Sasha cabecear na trave. No rebote, o zagueiro Gustavo Henrique aproveitou a sobra e mandou para o fundo da rede.
 
Isso tudo aconteceu só no primeiro tempo da partida, o zagueiro Lucas Veríssimo destacou o bom trabalho da equipe santista durante os primeiros 45 minutos. "Professor pede muita intensidade com a bola no pé. A equipe vem crescendo num momento importante do campeonato e esperamos continuar assim para sair com o título" - falou.
 
Diferente do que se imaginava, o Santos não diminuiu o ritmo na segunda etapa, pelo contrário, a equipe aumentou mais ainda o placar logo aos seis minutos. Soteldo iniciou jogada de velocidade e rolou a bola para Sánchez, que fez um lançamento na medida  para o atacante Sasha anotar o quarto gol.
 
O quinto gol da goleada santista na Vila Belmiro veio dos pés do pequeno Soteldo, o jogador foi um dos melhores em campo, criava a maior parte das jogadas e merecia fazer o seu, e marcou um golaço. Depois da defesa do Goiás sair errado o venezuelano aproveitou fez uma roubada de bola e arriscou de longe. Cinco a zero para o peixe.
 
Quem fechou o "caixão" do show de gols do Santos sobre o Goiás também foi o baixinho gigante da Vila Belmiro. Marinho driblou o zagueiro do Goiás, mas rolou para o lado e encontrou Soteldo, que só teve o trabalho de empurrar pra dentro da rede.
 
"Eu creio que se pode fazer em alguns aspectos, como motivar, nunca se dar por vencido, alta intensidade em todos os minutos. Tivemos um bom jogo, falamos sobre nunca diminuir a intensidade no intervalo. Jogamos até o fim e eles também, descontaram nos acréscimos. Jogadores jogaram como pedimos, concentrados, sérios, fazendo o que planejamos durante a semana" – disse Jorge Desio, auxiliar de Sampaoli.
 
O Goiás até chegou a marcar um gol de honra aos 45 minutos do segundo tempo com Kayke. É a segunda vez neste campeonato que o clube alviverde leva uma goleada, a outra foi contra o Flamengo, pelo mesmo placar de 6 a 1.
 
"Saio com vergonha na cara de novo. Não podemos tomar seis gols. Todos os méritos ao Santos, mas não podemos tomar 12 gols em quatro jogos. Não tem explicação. Temos que seguir trabalhando para mudar isso" - declarou Tadeu, goleiro do Goiás.

O clássico paulista

O empate do Palmeiras no clássico paulista contra o Corinthians acabou dando uma vantagem de 4 pontos para o Santos na liderança do Campeonato Brasileiro.
 
Quem começou comemorando o clássico foi a torcida do timão que lotou o estádio, logo aos 12 minutos Sornoza cobrou a falta e Manuel subiu sozinho para cabecear.
 
O Palmeiras estava bem no jogo, mas ficou mais apagado depois do gol do rival. Porém, o time alviverde voltou bem mais focado na segunda etapa e empatou o jogo com Felipe Melo, logo aos 2 minutos. O jogo continuou equilibrado, os dois lados assustaram bastante e tiveram chances de marcar mais gols, mas o jogo ficou só no empate mesmo, em 1 a 1.
 
Com o resultado o Palmeiras ficou na 2° posição com 28 pontos e o Corinthians na 7° com 20 pontos. O técnico palmeirense, Luiz Felipe Scolari, inclusive falou sobre a pressão que vem recebendo da torcida e sobre os boatos de sua saída do Palmeiras.
 
"Quem te disse? Ouviram boatos. Então, está esclarecido. Quem cria deve ter algum interesse. Eu estou contente, tenho meu time para trabalhar, a comissão. Gosto do Palmeiras. Quem cria, responde para vocês. Eu não tenho nada para responder" – declarou o técnico.

Próximos desafios

O vice e o líder agora tem dois desafios difíceis pela frente, o Palmeiras enfrenta o Bahia em casa no domingo, às 16 horas, no Allianz Parque. Já o Santos vai até o Morumbi, sábado, às 17 horas, para enfrentar o São Paulo e tentar manter a boa vantagem na liderança.
 
Fonte: A Folha Hoje
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »