07/08/2019 às 15h14min - Atualizada em 07/08/2019 às 15h17min

Copa do Brasil: vai começar a decisão pela vaga na final em momentos distintos dos treinadores

Nessa quarta-feira (07) começa a decisão que vai dar uma vaga na final da Copa do Brasil 2019. E o primeiro jogo ao vivo da fase de semifinais acontece em Minas Gerais, onde o Cruzeiro irá receber a equipe do Internacional, em partida válida pelo confronto de ida.

A semifinal entre as duas equipes acontece nesta quarta-feira (07), no Mineirão, às 21h30. Será o primeiro duelo da história entre esses dois times na Copa do Brasil. Mas, os treinadores chegam a essa decisão em momentos bem distintos nos seus clubes.

O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, experiente e vencedor em mata-mata, inclusive sendo o atual bicampeão da Copa do Brasil com a equipe mineira, vê seu time atravessar uma má fase, tanto no Campeonato Brasileiro, onde está na zona do rebaixamento ocupando a 18ª colocação, tanto na Conmebol Libertadores, onde foi eliminado nas oitavas de final pelos atuais campeões do River Plate, da Argentina.

A equipe do Cruzeiro vem de 10 rodadas sem vitórias no Campeonato Brasileiro e 7 partidas sem fazer gols, o que é o maior jejum da história da Raposa. Além disso, foi eliminado da Libertadores, grande objetivo do clube. Mano Menezes sentiu o peso desse momento turbulento e chegou a entregar o cargo depois de perder o clássico para o Atlético-MG, mas recebeu um voto de confiança da diretoria do time mineiro e resolveu permanecer no comando técnico do Cruzeiro. Mano está enfrentando o seu momento mais difícil trabalhando no time cruzeirense, e tem pela frente um desafio e tanto: o Internacional de Odair Hellmann.

O Internacional vive um momento oposto ao da Raposa. O Colorado ainda está na Libertadores onde irá encarar o Flamengo nas quartas de final da competição sul-americana, e ocupa a 6ª posição do Brasileirão no momento. O time gaúcho segue sonhando com o primeiro título na passagem do treinador Odair Hellmann. O técnico está no Inter desde os momentos finais da Série B de 2017, onde Odair aceitou o desafio de comandar o Colorado. Então, ele conseguiu o retorno à Série A do nacional e consolidou o clube novamente entre os principais times do país. No ano passado, terminou em 3° no futebol ao vivo do Campeonato Brasileiro e este ano já foi vice-campeão Gaúcho. Odair ainda não foi campeão com o Internacional, mas o momento que vive é motivo de esperança para conquistar a primeira taça com o clube Colorado.

Em se tratando de treinadores, os quatro clubes semifinalistas da Copa do Brasil (Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Athletico Paranaense) são equipes que apostam na longevidade do trabalho de seus comandantes, o que é algo dificíl quando se fala em futebol brasileiro. O Cruzeiro, dono das duas últimas conquistas da competição, tem Mano Menezes como seu treinador há mais de 3 anos e viu seu comandante tornar-se um verdadeiro especialista em competições mata-matas nesse período. Em contrapartida, Mano chega pressionado no cargo para essa decisão, precisando de uma vitória e da classificação para se manter firme no comando cruzeirense.

O seu adversário, Internacional, treinado por Odair Hellmann, vive uma boa fase e nesse duelo irá completar a marca de 100 jogos a frente do clube gaúcho. O time tenta se manter forte em todas as competições que disputa e vem conseguindo. Apesar de uma diferença considerável de pontos no Brasileirão para o líder da competição (12 pontos), o Colorado ainda ocupa o pelotão da frente, estando na 6ª posição, além de estar nas quartas de final da Libertadores e semi da Copa do Brasil. Diante do Cruzeiro, o técnico Odair Hellmann chegará aos 100 jogos no comando do Inter. Até agora tem 54 vitórias, 23 empates e 22 derrotas, com aproveitamento de aproximadamente 60%. É o trabalho mais longo de um treinador na equipe gaúcha desde a década de 70.

Do outro lado da semifinal, o rival do Inter, Grêmio, conta com o treinador Renato Gaúcho desde 2016, ganhando até a Conmebol Libertadores nesse período, e irá enfrentar o Athletico Paranaense de Tiago Nunes, que já está há mais de um ano no comando do clube paranaense.

Das equipes que ainda estão na competição, o Cruzeiro é o maior campeão, além de defender o bicampeonato que conquistou em 2017 e 2018. Atualmente, a equipe tem 6 títulos (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018) e é seguida pelo Grêmio, que tem 5 conquistas (1989, 1994, 1997, 2001 e 2016). O Internacional foi campeão 1 vez, em 1992. Já o Athletico busca seu primeiro título na competição.

Fonte: Estado News (https://www.estadonews.com/)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »