17/03/2014 às 21h08min - Atualizada em 17/03/2014 às 21h08min

Em SP, domésticas que dormem no trabalho tem piso superior ao salário mínimo

Primeira Convenção Coletiva da Classe garante o acréscimo. O Webhome assegura o gerenciamento adequado dos domésticos para cada situação

de
http://www.dino.com.br/releases/em-sp-domesticas-que-dormem-no-trabalho-tem-piso-superior-ao-salario

A aprovação da PEC das domésticas provocou diversas alterações na legislação trabalhista. Atento a esse período de transição, o Webhome, site que gerencia os domésticos da contratação à rescisão, desenvolveu um arcabouço jurídico preparado a atender eventuais mudanças que entrem em vigor. Um exemplo disso foi a adequação ao que foi firmado na primeira convenção coletiva da categoria após a PEC, em um acordo firmado entre a Federação das Empregadas e Trabalhadores Domésticos do Estado de São Paulo e o Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos da Grande São Paulo (Sindomésticas), que estabeleceu, entre outras coisas, piso de R$ 1.200,00 para domésticas que dormem no trabalho no Estado de São Paulo (o piso da classe é de R$ 810,00).
O acordo, vigente no interior paulista e para a grande maioria da região metropolitana, prevê também piso superior para babá, cuidadores de idosos, governanta, motorista, entre outros. Para o advogado Carlos Alberto Pinto de Carvalho, diretor jurídico do Webhome, a convenção marca o início de outras mudanças na legislação trabalhista. “As decisões tomadas são plausíveis, pois a atividade tradicional do doméstico deixa muitas dúvidas quanto a seus direitos e obrigações. O empregado que dorme no trabalho tem uma rotina de atividades ainda mais complexa, por isso uma maior remuneração”.
Em um momento no qual decisões importantes estão sendo tomadas, é fundamental que os patrões estejam por dentro dos últimos acontecimentos. “O Webhome, em pouquíssimo tempo, é capaz de implementar em sua plataforma as transformações na legislação. Dessa forma, o site além de propiciar facilidades no gerenciamento do doméstico, contribui para mostrar ao patrão o que ele deve ao empregado e demais tarefas”, completa Carlos.

Para saber mais, acesse www.webhome.com.br/assistencia
Cadastre-se no Webhome! O site já possui em sua plataforma de serviços nada menos que 100 parceiros fechados e 82 diferentes ofertas, que estão disponíveis para as 3.345 famílias de todo o país que, somadas, gerenciam 1.560 funcionários domésticos. Você pode se cadastrar e incluir o seu primeiro funcionário gratuitamente por três meses. A partir daí, é cobrada uma taxa de R$ 20,00 por mês, por funcionário. A ferramenta executa funções como emissão de guias de INSS, FGTS, cálculo de férias, cálculo de hora extra, licenças, início e rescisão de contratos, tudo realizado de forma automática, em ambiente comprovadamente seguro.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »