17/01/2019 às 15h53min - Atualizada em 05/02/2019 às 10h34min

Saiba quais são as melhores faculdades de direito do Brasil e do mundo

Para regular e organizar as relações entre indivíduos, grupos da sociedade e empresas, bem como zelar pela norma jurídica vigente no país, é necessário fazer uma faculdade de direito. No país, os advogados, que defendem os interesses de algum cliente precisam passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para atuar como juiz, regulando conflitos entre indivíduos e empresas, ainda é necessário passar em concurso público. Para quem quer mergulhar nessa área, é possível optar pelas melhores instituições de direito do Brasil e do mundo.

 

Em grande parte delas, o curso dura cinco anos, exige estágio obrigatório e monografia. A grade é generalista e inclui disciplinas jurídicas e matérias básicas, como sociologia e economia. A especialização em geral começa a ser definida no quinto ano, com as disciplinas específicas. Se seu grande sonho é ser juiz ou advogado, confira algumas das melhores faculdades de direito do país e do mundo.

 

Melhores faculdades de direito do mundo

 

Rankings de melhores faculdades existem aos montes. O importante é você verificá-los para fazer a sua decisão, mas nunca se guiar exclusivamente por eles. É necessário pesquisar a grade curricular do curso, os enfoques e a metodologia de ensino. Muitas faculdades conceituadas no exterior são reconhecidas por alguma especialização específica do direito, motivo pelo qual você deve ficar atento para escolher a melhor instituição de acordo com os seus objetivos.

 

O grupo QS publicou uma relação com as melhores law schools (escolas de direito) do mundo para 36 áreas. Os critérios adotados para fazer a triagem foram reputação acadêmica, reputação do empregador e o impacto produzido pelas pesquisas. Por esses critérios de avaliação, não é de se surpreender que muitas das instituições de ensino de direito escolhidas são norte-americanas ou inglesas. Harvard foi a campeã, seguida da Universidade de Oxford, Universidade de Cambridge, Yale, Stanford e NYo, cada qual com seus pontos fortes.

 

As melhores classificadas se destacam com frequência em outros rankings internacionais de outras áreas de atuação. A reputação da escola está em jogo, mas outros fatores também entram na conta, como número de citações de artigos acadêmicos e empregabilidade dos alunos depois do curso. É uma forma de avaliar não só o desempenho acadêmico dos estudantes como também o impacto da instituição no mercado de trabalho.

Para quem estuda na universidade de Harvard, é possível escolher entre mais de 300 opções disponíveis de curso para montar a grade. O enfoque é em casos reais, e não na teoria. A faculdade se destaca por ter um robusto corpo docente e variados perfis de estudantes, que vem de mais de 70 países. Na última década, aproximadamente um quarto da suprema corte americana se formou na instituição.

 

A Oxford possui dois cursos de mestrado: Bachelor of Civil Law e Magister Juris. Alguns dos maiores juristas do mundo são professores da instituição. Outro ponto positivo para quem opta pela universidade é a intensa troca de opiniões e diferenças culturais, propiciadas pela convivência com diversas nacionalidades. A Cambridge Faculty of Law é um centro de formação para os maiores juristas do Reino Unido, com juízes do Supremo e presidentes do Tribunal Internacional de Justiça como ex-alunos.

 

A Cambridge tem 13 centros voltados para diversos segmentos do direito, como o  Cambridge Centre for Criminal Justice (CCCJ) e o Centre for Law, Medicine and Life Sciences (LML). Os alunos da instituição são estimulados desde o começo a se engajar com os temas que mais lhes chamam a atenção. Direito comparado e direito internacional são algumas das áreas de destaque da Cambridge.

 

A Yale Law School é uma das faculdades mais tradicionais de direito, ao lado de Harvard. Apesar de pequena, a grandiosidade se demonstra com os formados na instituição. Presidentes norte-americanos, juízes da Suprema Corte, empresários e importantes figuras do sistema judiciário se formaram pela universidade. A Yale tem uma grande flexibilidade no currículo e também é reconhecida pelos debates teóricos e práticos em sala de aula. Possui diversos centros de direito voltados para assuntos como direito ambiental, administrativo e direitos humanos.

 

Entre as melhores escolas de direito do mundo, está a Stanford Law School. Ela aceita apenas cerca de 180 alunos por ano no Juris Doctor (J.D), o que a torna a menor faculdade de direito entre as melhores do mundo. O forte da universidade é a área de Propriedade Intelectual. A Stanford Law School também possui programas em parceria com outras escolas de Stanford, como a Graduate School of Business.

 

Por fim, entre as melhores do mundo, está a NYU Law. É uma potência intelectual na área do direito, tendo liderado mudanças na educação jurídica e servindo de modelo para várias outras escolas ao redor do mundo. A faculdade também tem um robusto corpo de docentes, iniciativas e ofertas de cursos. São 103 professores, 329 cursos, 11 áreas de estudo e mais de 30 centros. É uma grande referência jurídica internacional.

 

Como já foi ressaltado, no entanto, definir a escola de direito apenas pelo ranking não é a melhor forma de optar por uma instituição. O melhor a se fazer é procurar as melhores faculdades de acordo com o seu enfoque, como direito tributário, direito civil, fusões e aquisições, entre outros. Avalie a reputação da escola, a grade curricular e as possibilidades do currículo, já que, em cursos no exterior, a flexibilidade de montar seu próprio curso é maior do que no Brasil.

 

Melhores cursos de direito do Brasil

 

O Brasil possui uma grande oferta de cursos universitários. Há mais de 280 opções de cursos ofertados, de acordo com levantamento feito pelo portal do Guia do Estudante. Apesar disso, apenas dez reúnem 51% das matrículas, de acordo com o Censo da Educação Superior 2016. Segundo o levantamento, direito é o curso mais procurado do Brasil, com 862,3 mil matrículas.

 

Para avaliar os melhores cursos de direito, no entanto, é necessário levar em conta alguns aspectos, como preferência do mercado, qualidade do curso com base em critérios do Ministério da Educação, entre outros fatores. Um dos principais rankings de cursos do país é o Ranking Universitário Folha (RUF), que faz a avaliação anual das 196 universidades do país com base em dados nacionais e internacionais e em duas pesquisas de opinião do Datafolha em cinco aspectos (pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação).

Abaixo, confira as principais faculdades de direito do país, de acordo com o Ranking Universitário Folha 2018:

 

1 - Universidade de São Paulo (USP)

2 - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

3 - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

4 - Escola de Direito de São Paulo (FGV DIREITO SP)

5 - Universidade Federal do Paraná (UFPR)

6 - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

7 - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

8 - Universidade de Brasília (UNB)

9 - Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

10 - Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE)

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »