30/01/2019 às 14h44min - Atualizada em 31/01/2019 às 15h01min

Cresce mercado imobiliário no Rio de Janeiro

O mercado imobiliário carioca passou por momentos difíceis nos últimos tempos. Porém, já se enxerga uma mudança na situação econômica do país, e a cidade do Rio de Janeiro se encontra em um momento de mudança em que o aquecimento do setor de imóveis deve comportar um alívio principalmente aos locatários. Logo, é hora de voltar a olhar com otimismo apartamentos e casas à venda.

    Segundo dados publicados pelo portal Infomoney, em todo o país, a venda de imóveis residenciais cresceu 10%. No caso das propriedades corporativas, a taxa de vacância deve se manter no Rio de Janeiro por, pelo menos, mais dois anos no índice de 39,5%, por ainda ver reverberar não só a crise que abateu todo o Brasil, mas também problemas institucionais e de violência na capital carioca.

    Historicamente, a formação da cidade carregou diversas particularidades, como a ocupação quase total de seu centro urbano, ao mesmo tempo em que os trabalhadores dessa região foram se aglomerando nos morros, sem deixar espaços livres na região mais nobre da capital, o que fez lotar não só as áreas mais cobiçadas, mas também seus entornos.

    A expansão da cidade maravilhosa começou a se tornar realidade em bairros mais afastados das regiões mais nobres da metrópole. Essa iniciativa acabou por fortalecer uma nova maneira de organização dos imóveis, diferente do que acontece com os prédios da zona sul. Os condomínios de prédios em formato de clube abrangem ambientes como academia, áreas de cozinha, quadras esportivas, piscina, entre outros ativos.  Além disso, os atrativos englobam a segurança, pois os imóveis são cercados e contam com mais segurança que um prédio comum. Tais propriedades acabam por auxiliar os moradores a realizar diversos afazeres do dia em segurança, tema tão penoso para a cidade maravilhosa nos últimos tempos

    O bairro da Barra da Tijuca foi uma das regiões que capitaneou tal mudança, que hoje tem como alguns de seus principais guias as áreas do Recreio dos Bandeirantes e também de Jacarepaguá.

    Então, os locatários encontram um bom momento para procurar um imóvel e os locadores têm nos imóveis corporativos a última janela de oportunidade para fazer um bom negócio.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »