30/07/2018 às 14h04min - Atualizada em 02/08/2018 às 10h58min

Apartamento mais caro de São Paulo custa R$ 26,4 milhões

Um levantamento recente da FipeZap aponta a grande variação nos preços dos imóveis de acordo com sua localização dentro da cidade de São Paulo. O m² na Zona Sul, de acordo com valores do ano passado, é 520% mais caro do que na Zona Leste, por exemplo.

"A variação de preços é muito influenciada pela busca de imóveis e pelo valor das áreas. O metro quadrado valoriza e desvaloriza conforme a demanda, mas a tendência agora é se estabilizar. A velocidade das mudanças tende a ser menor a partir de agora.", diz Guilherme Blumer, consultor da agência Brasil Brokers.

Na zona sul da capital paulista, ficam os condomínios mais caros da cidade, em um raio de apenas 2,5 quilômetros. É uma região luxuosa, arborizada e que fica em meio a escritórios e restaurantes de alto padrão. Os dados são da 123i, uma empresa de informações imobiliárias.

    Os trechos ficam entre o Morumbi e a Vila Nova Conceição, em uma faixa que pode ser percorrida a pé. Itaim Bibi e Jardins estão presentes nessa lista do metro quadrado mais caro de São Paulo. Dois deles ficam entre a Avenida Cidade Jardim e o Clube Pinheiros. Confira, abaixo, os 10 apartamentos mais valiosos:

           1 – L´Essence VNC (R$ 26,4 milhões)

           De acordo com a Veja, esse é o quinto mais caro do país – os quatro primeiros estão no Rio de Janeiro. Fica na Vila Nova Conceição, bairro mais valorizado da capital paulista, com o metro quadrado custando em média R$ 9.758, segundo o índice FipeZap. Os apartamentos do condomínio têm 753 metros quadrados.

           2 – L´Essence Jardins (R$ 22,3 milhões)

           Como já denuncia o nome, esse foi construído pela mesma incorporadora que o anterior – a InPar, há cerca de 11 anos. Fica localizado nos Jardins e o metro quadrado chega a R$ 30 mil.

           3 – Franz Schubert (R$ 21,6 milhões)

           Esse condomínio fica na rua com o mesmo nome, no Jardim Paulistano. São 621 metros quadrados e quatro suítes, com direito a oito vagas na garagem. O metro quadrado chega a custar R$ 28 mil.

           4 – Clemont Ferrant (R$ 21 milhões)

           Esse também fica na Vila Nova Conceição, na Praça Pereira Coutinho. Já foi entregue há 18 anos e se valorizou com o decorrer do tempo. Os apartamentos do condomínio possuem quatro suítes e 654 metros quadrados.

           5 – Chateau Margaux (R$ 20 milhões)

           Vizinho do Clemont Ferrant, esse também está na lista como um dos apartamentos mais luxuosos de São Paulo. Cada apartamento tem 528 metros quadrados, com um valor médio de R$ 38 mil por metro quadrado.

           6 – George Sand (R$ 20 milhões)

           Com lançamento em 2007, esse condomínio possui cinco dormitórios, e quem mora na cobertura tem direito a 15 vagas de garagem. Fica na rua Frederic Chopin, no Jardim Paulistano. Tem 680 metros quadrados e é da mesma incorporadora que o Franz Schubert.

           7 – Parque Alfredo Volpi (R$ 18,3 milhões)

           Vizinho do parque, esse condomínio tem uma série de atrativos, como pista de cooper, sala de ginástica, quadras, sauna, playground, entre outros. Tem os maiores apartamentos da lista, com 827 metros quadrados por unidade.

           8 – Chateau Latour (R$ 18 milhões)

           Esse é bem novo e foi entregue há apenas quatro anos. O metro quadrado do condomínio é avaliado em R$ 27 mil.

           9 – Frederic Chopin (R$ 18 milhões)

           Esse também fica na mesma região do Franz Schubert. Com seis vagas de garagem e quatro quartos, é luxuoso e tem diversos espaços de lazer. A localização praticamente privativa também é um atributo que valoriza o condomínio.

           10 – Cala Di Volpe Romazzino (R$ 17,4 milhões)

           Esse, no Itaim Bibi, é o mais baratinho da lista – para quem tem muito dinheiro, é claro. O metro quadrado do condomínio chega a custar R$ 33 mil.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »