24/06/2024 às 19h00min - Atualizada em 24/06/2024 às 22h01min

Alimentação equilibrada pode contribuir na gestão do TDAH, afirma nutricionista

Conheça os alimentos e dicas de nutrientes que podem ajudar para quem sofre com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade

NATHALIA ALCOBA
Shutterstock
A nutricionista Thainara Gottardi Ana Maria, especializada em transtornos de alimentação e que propõe uma metodologia centrada no paciente, ressaltou a importância de uma alimentação equilibrada no manejo do Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). A especialista destaca que certos alimentos podem influenciar diretamente os sintomas dessa condição, principalmente, para corrigir deficiências nutricionais, como complexo B, Zinco e Vitamina D, já que são nutrientes essenciais que contribuem para o funcionamento de regiões cerebrais.

O TDAH (Transtorno é um tipo de transtorno neurobiológico genético que geralmente aparece na infância. Os principais sintomas são desatenção, inquietude e impulsividade, e o tratamento inclui opções medicamentosas e ajustes no estilo de vida. A alimentação, por exemplo, é essencial para ajudar a controlar os sinais da condição.

Alimentos Benéficos
Segundo Thainara, incluir alimentos ricos em ômega-3, como peixes, nozes e sementes de linhaça, pode ser benéfico para crianças e adultos com TDAH. "O ômega-3 tem propriedades anti-inflamatórias e é essencial para o desenvolvimento e funcionamento do cérebro. Estudos têm mostrado que a suplementação com ômega-3 pode melhorar a concentração e reduzir a hiperatividade em algumas pessoas com TDAH", explica.

Outro grupo de alimentos que deve ser priorizado são aqueles com creatinina, pois é um neuroprotetor atua na proteção dos neurônios. "Muitos deles são as proteínas, como carnes magras, ovos e leguminosas. Esses elementos ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue estáveis e são fundamentais para a produção de neurotransmissores, que regulam o humor e o comportamento", afirma.

Alimentação saudável e exercícios físicos
Thainara Gottardi também alerta sobre os riscos dos alimentos processados e ricos em açúcares refinados. "Esses alimentos podem provocar flutuações nos níveis de açúcar no sangue, levando a uma piora nos sintomas do TDAH. A alta ingestão de açúcar está associada a uma maior hiperatividade e dificuldades de concentração", destaca.
A nutricionista sugere exercícios físicos para o controle dos sintomas do transtorno, pois libera a dopamina que ajuda na concentração, a fortalecer o foco e a disciplina, além de exercer uma influência positiva na saúde como um todo.

Importância da Rotina Alimentar
Além da escolha dos alimentos, a especialista enfatiza a importância de estabelecer uma rotina alimentar. "Ter horários fixos para as refeições e lanches ajuda a regular o metabolismo e evita picos de fome que podem levar à irritabilidade e dificuldade de concentração", ressalta.

Acompanhamento Multidisciplinar
Outro ponto importante é manter um acompanhamento multidisciplinar para o tratamento do TDAH. "A alimentação é uma peça importante do quebra-cabeça, mas é essencial que o paciente também seja acompanhado por outros profissionais, como psicólogos e psiquiatras. Um tratamento abrangente é fundamental para a melhora dos sintomas e da qualidade de vida", diz Thainara.
Adotar uma alimentação equilibrada pode ser um passo significativo para aqueles que convivem com o TDAH. Embora a dieta sozinha não cure a condição, ela pode ser um complemento valioso no tratamento, proporcionando melhorias significativas nos sintomas e na qualidade de vida dos pacientes.

Sobre Thainara Gottardi:
Formada desde os 20 anos de idade, Thainara já realizou diversos cursos e especializações e, dentre os pilares que trabalha, atua principalmente com nutrição esportiva e estética; clínica integrativa; e nutrição comportamental. inclusive, elabora planos alimentares sob medida, levando em consideração os objetivos, preferências e condições de saúde de cada pessoa.

O atendimento personalizado envolve uma avaliação detalhada do histórico de saúde, hábitos alimentares e estilo de vida dos pacientes. Com essas informações, a especialista elabora um plano alimentar que não apenas promove a perda de peso ou ganho de massa muscular, mas também melhora a qualidade de vida geral.
 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
NATHALIA ALCOBA DE CARVALHO RODRIGUES
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp