20/06/2024 às 16h10min - Atualizada em 20/06/2024 às 18h07min

Orquestra Petrobras Sinfônica faz a sua primeira turnê internacional pela América Latina

A temporada, que apresenta a música de concerto brasileira para o exterior, terá regência do maestro Isaac Karabtchevsky e participação do pianista Jean Louis Steuerman

MNIEMEYER ASSESSORIA DE COMUNICAçãO
Renato Mangolin

A Orquestra Petrobras Sinfônica realiza sua primeira turnê internacional. Rumo a outros países da América Latina, as apresentações trazem um repertório com obras de grandes nomes da música de concerto tanto internacional - com Sergei Rachmaninoff - quanto nacional - com Heitor Villa-Lobos. As cidades de Montevidéu, no Uruguai, e Rosário, Córdoba e Buenos Aires, na Argentina, recebem a orquestra para apresentações nos dias 24, 26 e 28 de junho e 1° de julho, respectivamente.

As apresentações têm regência do maestro e diretor artístico Isaac Karabtchevsky, referência mundial em música de concerto, e contam com a participação do pianista Jean Louis Steuerman. Considerado um dos maiores intérpretes da sua geração, o instrumentista já foi homenageado pela Academia Brasileira de Música e pela Sociedade Britânica de Compositores. 

Este é um marco na história da Petrobras Sinfônica, que completa 50 anos em 2025. “Dois polos se confrontam quando se fala de uma turnê de uma orquestra no exterior: a demonstração de suas qualidades e o propósito de divulgar um repertório internacional, enfatizando lado a lado nossos compositores”, explica Isaac Karabtchevsky.

“Temos vários grandes compositores, mas Villa-Lobos é um dos mais importantes e originais na música moderna. Como ele é sempre de difícil execução, é um lindo presente que a Petrobras Sinfônica dará ao público da América Latina”, diz o pianista Jean Louis, falando sobre a turnê internacional.

O concerto faz parte da Temporada 2024 da Petrobras Sinfônica, que celebra os 90 anos do maestro Karabtchevsky, diretor artístico da orquestra e um dos mais respeitados regentes do Brasil e do mundo. 

 

Serviço 
Concerto Clássico

TEATRO SOLÍS (Montevideo - Uruguai)
Data: 24 de junho (segunda-feira), 19h30
Local: Calle Reconquista Corner of Bartolome Mitre, Montevidéu 11000 Uruguai
Ingressos: https://tickantel.com.uy/inicio/espectaculo/40015815/espectaculo/Orquestra%20Petrobras%20Sinf%C3%B3nica?2

TEATRO EL CÍRCULO (Rosário - Argentina) 
Data: 26 de junho (quarta-feira) , 20h
Local: Calle Francisco de Laprida 1235, Rosário S2000CFO Argentina
Ingressos: https://www.ticketek.com.ar/orquesta-petrobras-sinfonica/teatro-el-circulo

TEATRO DEL LIBERTADOR (Córdoba - Argentina)
Data: 28 de junho (sexta-feira), 20h
Local: Av Velez Sarfield, Córdoba 5000 Argentina
Ingressos: https://ventas.autoentrada.com/events/orquesta-sinfonica-petrobras

TEATRO COLÓN (Buenos Aires - Argentina) 
Data: 01 de julho (segunda-feira), 20h
Local: Calle Cerrito 628, Buenos Aires C1049 Argentina
Ingressos:  https://teatrocolon.org.ar/produccion/extraordinario-06/

 

Orquestra Petrobras Sinfônica
Isaac Karabtchevsky, regente
Jean Louis Steuerman, piano

SERGEI RACHMANINOFF
Concerto para piano nº 2, em dó menor, op. 18
I. Moderato
II. Adagio sostenuto
III. Allegro scherzando 

HEITOR VILLA-LOBOS
Bachianas brasileiras nº 9, A449
I. Prelúdio
II. Fuga

HEITOR VILLA-LOBOS
Bachianas brasileiras nº 4, A424
I. Prelúdio (Introdução) | Lento
II. Coral (Canto do sertão) | Largo
III. Ária (Cantiga) | Moderato
IV. Dansa (Miudinho) | Molto animato

 

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica
Aos 49 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores organismos sinfônicos do continente. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra se firmou como um ente cultural que expressa a pluralidade da música brasileira e transita fluentemente por distintos estilos e linguagens. Tem como diretor artístico e maestro titular Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Site: https://petrobrasinfonica.com.br | Facebook: @PetrobrasSinfonica | Instagram e YouTube: @petrobras_sinfonica 

 

Modelo de gestão 
A Orquestra Petrobras Sinfônica possui uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos. 

 

Sobre a Petrobras 
Patrocinadora oficial da Orquestra Petrobras Sinfônica há 37 anos, a Petrobras oferece uma parceria essencial para mantê-la entre os principais organismos sinfônicos do continente, sempre desenvolvendo um importante trabalho de acesso à música clássica, de formação de jovens talentos egressos de projetos sociais diversos, bem como de formação de plateia. Ao incentivar diversos projetos, a Petrobras coloca em prática a crença de que a cultura é uma importante energia que transforma a sociedade. Por meio do Programa Petrobras Cultural, ela apoia a cultura brasileira como força transformadora e impulsionadora deste desenvolvimento, nas áreas de artes cênicas, música, audiovisual e múltiplas expressões.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
EMANUELLE GUIGUES PEREIRA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp