20/06/2024 às 00h25min - Atualizada em 20/06/2024 às 00h25min

No elenco de “No Rancho Fundo”, Clara Moneke celebra trajetória crescente na tevê

Bom começo

O trabalho de pré-produção de um personagem consiste em pesquisar e buscar conexões com aquele enredo. Clara Moneke, quando teve seu primeiro contato com o texto de “No Rancho Fundo”, imediatamente achou uma ligação bastante pessoal e familiar com a batalhadora Caridade, personagem criada por Mário Teixeira para a atual novela das seis. “Amo contar histórias que me identifico. E a Caridade me lembra muito minha tia, minha irmã e minha avó. Essas mulheres que batalham, lutam e sabem aonde querem chegar. Assim que li a sinopse, eu sabia que o mundo precisava conhecer essa mulher e ainda mais em um corpo negro feminino”, explica.
Em “No Rancho Fundo”, Caridade é a filha caçula de primo Cícero, papel de Haroldo Guimarães. Moderna e irreverente, ela é uma jovem de pavio curto. É o terror do pai, pois promete se casar com quem quiser, apenas para afrontá-lo. Se aproxima do poeta e redator Guilherme Tell, interpretado por Rafael Saraiva, por quem se apaixona, para desgosto de Primo Cícero. “A batalha dela em não se acomodar é o que mais me encanta. Ela não tem vergonha do que ela é e para onde ela vai. É uma jovem já com responsabilidade de ajudar a família”, defende.
A atual novela das seis é o primeiro folhetim de Clara após a estreia avassaladora em “Vai na Fé”, em que viveu a irreverente Kate. O convite para a trama assinada por Mário Teixeira surgiu logo após protagonizar o filme “Ritmo de Natal”, primeiro longa do Núcleo de Filmes dos Estúdios Globo. “Acho extremamente chique ser convidada para fazer uma novela (risos). Conheci o Allan Fiterman (diretor) no filme ‘Ritmo de Natal’ e criamos uma conexão incrível. Foi meio: ‘quer? Vamos!’”, valoriza Clara, que estava em busca de uma personagem completamente diferente no vídeo. “Quando saí de ‘Vai na Fé’ queria estar em um próximo trabalho em que pudesse me desafiar mais e saísse do meu natural. Nem imaginei que o universo estaria me preparando algo tão especial quanto ‘No Rancho Fundo’”, completa.
Natural de São Paulo, a jovem atriz de 25 anos ainda está se acostumando com uma rotina diante dos holofotes. Desde o sucesso de “Vai na Fé”, Clara viu sua vida dar uma guinada extremamente positiva, realizando uma série de sonhos em sequência. “Fico meio espantada ainda. Não consigo ver o que as pessoas enxergam em mim. Mas sei que há uma responsabilidade em tudo isso. Estou realizando muito sonhos. Estou vivendo em uma casa legal, onde pude decorar do meu jeito. É uma montanha-russa de coisas boas”, vibra.

“No Rancho Fundo” – de segunda a sábado, às 18h30, na Globo.

Pontos de referência
Enquanto participava do processo de composição da batalhadora Caridade, Clara Moneke buscou referências e inspirações em histórias familiares. “Minha mãe família tem histórias inspiradoras. São tantas mulheres batalhadoras. Minha tia é enfermeira e sofreu com um relacionamento abusivo por anos. Saiu do Rio de Janeiro para morar em São Paulo sozinha com o filho”, conta.
Vivendo uma personagem do sertão nordestino, Clara também frequentou aulas de prosódia para viver Caridade. “Me inspiro em uma influenciadora pernambucana que adoro. Amo o jeito dela de falar e ser. Também tenho muitas figuras para me inspirar no elenco. Temos um elenco muito forte e diverso para me inspirar”, valoriza.

Instantâneas 
# Clara também pode ser vista na série “Amar é Para os Fortes”, original Amazon Prime Vídeo.
# A atriz reviveu a animada Kate, de “Vai na Fé”, na segunda temporada de “Encantado’s”, original Globoplay. 
# Clara nasceu no bairro de Santa Cecília, em São Paulo, mas se mudou para Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro, aos quatro anos.
# A atriz é filha de mãe brasileira e pai nigeriano.

CLARA MONEKE, a Caridade de “No Rancho Fundo”, da Globo | Caroline Borges | TV Press

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp