19/06/2024 às 10h26min - Atualizada em 19/06/2024 às 22h03min

Grupo Stefanini e Topaz levam ao FEBRABAN TECH 2024 casos de uso de Inteligência Artificial em instituições financeiras

Com foco em hiperpersonalização, IA embarcada alavanca eficiência operacional criação de novos produtos financeiros Topaz lança pesquisa Pulso 2024 - Experiência Digital: A Evolução dos Serviços Financeiros na América Latina, em parceria com a Celent

GABRIELA BRAGA
Dfreire
O Grupo Stefanini e a Topaz, uma das maiores empresas de tecnologia especializada em soluções financeiras digitais da América Latina, participam do FEBRABAN TECH 2024, maior evento de tecnologia e inovação do setor financeiro, de 25 a 27 de junho, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.
Nesta edição que terá como tema central "A Jornada Responsável na nova Economia de IA”, o grupo apresentará casos de uso da tecnologia em instituições financeiras no Brasil e no exterior. “Quando o ChatGPT surgiu, já utilizávamos a IA há mais de 12 anos, o que permitiu nos adaptar rapidamente e embarcar a nova tecnologia em nossas soluções. Não se trata de uma unidade de negócios, e sim de uma ferramenta transversal. Os modelos generativos popularizaram e aceleraram a democratização do uso da IA”, afirma Marco Stefanini, fundador e CEO Global do Grupo Stefanini.
Segundo o executivo, a SophieX, nova versão da assistente virtual da empresa integrada com IA generativa e estrutura de linguagem natural omnichannel, oferece transcrições precisas, pesquisa baseada em Large Language Models (LLMs), suporte multilíngue e análise de sentimento e semântica. A nova versão é fácil de treinar e implementar nos negócios, alcançando resultados similares a outras tecnologias de IA com apenas 5% de treinamento necessário.
Ao embarcar as soluções de IA em seus produtos, o grupo proporciona mais velocidade, qualidade e tecnologia às suas soluções, trazendo mais eficiência e possibilitando aos seus clientes criarem oportunidades para novos negócios e frentes de atuação, de forma que homem e máquina atuem de maneira sinérgica e complementar. Também possibilita a hiperpersonalização, que se destaca como estratégia crucial para cativar, reter e encantar o consumidor, ao oferecer soluções específicas para cada perfil de cliente.
De acordo com a primeira parte da Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2024, os bancos estão comprometidos com uma agenda de transformação contínua. Neste ano, irão priorizar os temas: Experiência do cliente (83%), Inovações tecnológicas (71%), Personalização de produtos e serviços (63%), Segurança e privacidade de ponta (58%), Responsabilidade social e sustentabilidade (54%) e Ofertas integradas de ecossistema (54%). Essa abordagem visa promover maior integração entre tecnologia e negócios, resultando em soluções que superem as expectativas dos clientes, em um mercado em constante evolução.

Automações com IA Generativa
Atualmente, o  setor financeiro representa cerca de 37% das receitas do Grupo no Brasil e 26% em nível global, onde o segmento industrial predomina. “Alguns bancos já utilizam nossas soluções de IA no atendimento e na operação. Em um grande banco de varejo, trabalhamos pilhas de documentos, históricos e contratos com interpretação e decisão usando a ferramenta Doc Analyser da Woopi, venture do grupo especializada em IA”, explica Ailtom Nascimento, vice-presidente executivo do Grupo Stefanini.
No Banco Inter, por exemplo, a implementação de automações com IA em processos legais gerou uma redução de quase 76% no tempo de realização da demanda. A instituição também obteve 45% de redução na reiteração do cliente final e na solicitação de ofícios. O Inter também conseguiu elevar o nível de serviço com os órgãos solicitantes e o cumprimento dos prazos de resposta estabelecidos no SLA, além de aprimorar a qualidade das informações fornecidas.
“O setor financeiro está sempre à frente na adoção de novas tecnologias, e temos de estar preparados, não só seguindo, mas criando tendências. Estamos alinhados com o banco atual e o do futuro e entendemos que IA vai ser um movimento importantíssimo na transformação do atendimento bancário. Baixar as fraudes bancárias e tornar o ambiente mais seguro são desafio que todos temos. E o banco será muito mais proativo usando a IA”, destaca Marcelo Ciasca, CEO da Stefanini Brasil.

Topaz One
Com expectativa de faturar cerca de R$ 1 bilhão até 2025, a Topaz reforçará  sua plataforma Topaz One, um reposicionamento de suas ofertas, enfatizando a transformação digital e a ajuda para os clientes ganharem mais eficiência. Composta por oito famílias de produtos, a solução end to end da Topaz oferece tudo o que uma instituição financeira precisa para construir sua jornada. A plataforma inclui onboarding, canais (mobile e internet banking, ATM, agências), core bancário (conta, empréstimo, tesouraria, financiamento, investimento), processamento de transações financeiras, toda a parte regulatória e contábil, além de Pix, SPB, segurança de canais digitais e workflow para construir a jornada do cliente.
“Temos um conjunto efetivamente completo para qualquer instituição financeira que deseja renovar, atualizar e se transformar digitalmente. Expandimos nossos produtos em toda América Latina, fechamos os maiores contratos da nossa história no Brasil e, agora, estamos trabalhando com oportunidades nos Estados Unidos e Europa”, comenta Jorge Iglesias, CEO da Topaz.
Atualmente, a empresa conta com 300 clientes, 150 deles no Brasil e outros 150 espalhados por 25 países, principalmente pelas Américas. Por aqui, a empresa surfa na onda da digitalização dos grandes bancos e no desenvolvimento das fintechs. De acordo com o executivo, o uso da inteligência artificial generativa deverá quebrar barreiras entre as pessoas e a tecnologia, ao capturar o estado atual do cliente pela análise de seu tom de voz e da forma como digita sua mensagem.
“É possível perceber se a pessoa está ofegante, aflita, precisando de uma resposta rápida de um empréstimo para resolver um problema urgente. A ideia é também descobrir, na interação via chat ou por voz, uma similaridade regional, incluindo na conversa expressões locais como o ‘trem´ para os mineiros e o `tchê´ dos gaúchos ou o chiado carioca. Buscamos a humanização dos canais digitais usando a IA. Já temos clientes validando esse case”, diz Iglesias, defensor do conceito de banco empático.

IA na detecção de fraudes
A pesquisaPulso 2024 - Experiência Digital: A Evolução dos Serviços Financeiros na América Latina”, conduzida pela Topaz em parceria com a Celent, líder em pesquisa e assessoria tecnológica para instituições financeiras em todo o mundo, aponta que 52% dos líderes entrevistados no Brasil planejam implementar Inteligência Artificial na detecção de fraudes em comparação com o resto da região, que prioriza a inovação em IA nos chatbots de atendimento ao cliente (54%). O país também vai investir em aplicativos de IA para avaliação de risco (49%).
O Pulso foi realizado em dezembro de 2023 com 1.079 líderes de diferentes instituições financeiras e de tecnologia de 20 países da região e explora a inserção do Digital Banking, panorama da evolução da experiência digital nos canais financeiros e planos de implementação de IA e prioridades futuras de investimento em tecnologia.  
Globalmente, a pesquisa indica que o envolvimento digital do cliente é importante para bancos e empresas de microfinanças, que têm focado cada vez mais em estratégias de produtos e canais que oferecem suporte à integração fácil, já que a maioria dos latino-americanos acessa a internet com smartphones, e os pagamentos têm sido uma experiência de produto móvel na maioria dos casos de uso. Empresas de tecnologia financeira estão atendendo a uma base de consumidores com expectativas crescentes de que os serviços bancários sejam úteis e entregues com segurança via aplicativo.
“Embora o setor financeiro tenha sido transformado pela digitalização nos últimos anos, devido a políticas e estruturas regulatórias de apoio, adoção de internet móvel e uma rápida expansão de serviços digitais, os desafios permanecem, resultando em diferentes prioridades e planos para investimentos futuros em todos os países da região. E é isso o que exploramos em profundidade no Pulso, bem como o poder catalítico da IA na otimização de experiências e jornadas financeiras digitais e as futuras prioridades de investimento em tecnologia”, complementa Jorge Iglesias.

Participação em painéis
O Grupo Stefanini participará de três painéis no palco principal. No dia 25, no auditório Cinza, às 14h45, Marco Cester, diretor de Novos Negócios da Topaz, e  executivos do Banco Central, do BTG Pactual e do Itaú Unibanco discutirão o tema “Maturidade do Open Finance: ecossistema financeiro invisível, aberto e conectado transforma o atendimento”.
No dia 26, também no auditório Cinza, às 13h15, Jorge Iglesias e Flavio Gaspar, respectivamente CEO e CPO da Topaz, apresentarão o tema “Como a IA vai alavancar o embedded finance (e quais desafios ela cria?)”. Este painel explorará o impacto transformador da inteligência artificial no embedded finance, detalhando tanto as oportunidades emergentes quanto os desafios associados. Com a IA reformulando as experiências digitais por meio de serviços financeiros integrados, surgem também complexidades técnicas e regulatórias. Os executivos abordarão como essas inovações estão criando experiências de usuário mais fluidas e personalizadas, ao mesmo tempo em que as empresas enfrentam obstáculos que acompanham essa integração tecnológica.
E, por fim, ainda no dia 26, às 16h, no Auditório Azul, Flavio Gaspar estará no painel “Além dos dados: a personalização com propósito”, debatendo com representantes do Bradesco, do BTG Pactual e da FIA. A discussão permeará a combinação de inteligência de dados, insights, inteligência artificial, machine learning e outras tecnologias para mostrar ao consumidor que o banco realmente o conhece, o compreende e irá recompensá-lo com opções de envolvimento sem atrito.

No estande da Stefanini (B41), onde haverá um estúdio para gravação de podcasts durante os três dias de evento, serão apresentados cases de clientes do Brasil e da América Latina, como os bancos Continental e Interfisa, ambos do Paraguai. Parceiros como Intel e Fortinet terão espaço para demonstração de suas soluções, bem como outras empresas do Grupo: Haus, Intelligent, NewM, Orbitall Payments, Saque e Pague, Scala e Stefanini Cyber. A Stefanini e a Topaz também estarão presentes em estandes de parceiros como IBM e AWS.
 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
GABRIELA BRAGA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp