19/06/2024 às 16h53min - Atualizada em 19/06/2024 às 22h01min

Da Granada à Ametista: Tânia d’Arc desvenda os estágios do amor em novo livro

A autora Tânia d’Arc marca a sua presença em um dos maiores eventos de literatura da América Latina: a Feira do Livro de São Paulo. Conheça mais sobre a sua obra.

TAMYRIS TORRES
Assessoria de imprensa da autora
Arquivo pessoal

Prestes a ser apresentado ao público da Feira de São Paulo, próximo dia 06 de julho, “O que te escrevo é pedra bruta e delicada” traz poemas e prosa poética que relaciona pedras e cristais com o desenvolvimento humano. São textos que abordam temas como amor, paixão, desilusão, dor, transformação, aceitação e autoconhecimento divididos em quatro seções: Granada, Galena, Selenita e Sugilita. As pedras, que dão vida ao livro da autora Tânia d’Arc, aludem ao processo de evolução de pessoas que conheceram o amor e puderam vivenciar todos os seus estágios e experiências. 

Tânia d’Arc é formada em Letras pela USP, Universidade de São Paulo, pós graduada em Mídias Digitais pela Universidade Positivo e está há sete anos trabalhando com produção de conteúdo, além de redação e revisão de textos. “O que te escrevo é pedra bruta e delicada” é o seu primeiro livro publicado, em 2023, pela editora Patuá, e foi lançado durante a Flip, Festa Literária Internacional de Paraty, no mesmo ano. 

A sua presença confirmada na Feira do Livro de São Paulo, que acontece entre os dias 29 de junho a 7 de julho, na Praça Charles Miller, projeta a sua obra para milhares de leitores em potencial. A experiência vai além de uma simples participação: uma oportunidade de apresentar o seu livro ao grande público, bem como construir uma relacionamento direto com os leitores. 

A Feira do Livro de São Paulo é um dos eventos literários mais importantes da América Latina, reunindo autores, editores, livreiros e amantes da leitura. A escritora Tânia d’Arc estará presente no dia 06 de julho, às 16h, no estande da editora Patuá.

Tânia d’Arc também é presença confirmada no II Festival da Palavra de Curitiba com o coletivo Marianas, participante na mesa da editora Donizela. O evento começou no dia 17 de junho e vai até 22 do mesmo mês. A autora estará até sábado, disponível para autógrafos, das 9h às 18h. 

 

Trecho do livro:

“O meu ponto fraco? O amor. O amor preenche e esvazia, enobrece e humilha. O amor é esperança, mas é também desilusão. O amor é encontrar no outro uma parte de si. É perceber que só, não se pode nada. Não se pode o mundo, não se pode o amor. Para poder o amor, é preciso o outro, esse ser tão impreciso, tão incerto, desconhecido”. Página 24 - O que te escrevo é pedra bruta e delicada. 

 

Sobre a autora:

Tânia d'Arc é formada em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), pós-graduada em Mídias Digitais pela Universidade Positivo e trabalha há 7 anos com produção de conteúdo, redação e revisão de textos. Em 2023, publicou seu primeiro livro de poesia, O que te escrevo é pedra bruta e delicada: sobre o amor e suas verdades, pela Editora Patuá, com lançamento na Flip 2023. 

Divulga seus textos no Instagram e é integrante e redatora do Coletivo Marianas. Também está participando do movimento para reativação do Mulherio das Letras do Paraná.

 

Trecho do Prefácio escrito pela autora Marina Monteiro:

 

“As palavras, ah, as palavras… São o que nós temos em comum. A paixão por elas e seus plurissignificados nos permite a deliciosa sensação de encarar a brancura doce e amarga da folha de papel. As palavras ditas por qualquer pessoa no mundo podem comunicar e ser entendidas, porém são raras as que são sentidas. E esse é o ponto: todas essas (in)significâncias do mundo e as nossas — como diria Manoel de Barros — Tânia d’Arc transmite em sua escrita de um modo simples e único, fazendo delas mais que palavras, mas força. Seu combustível é muito potente e não há tema complicado ou momento difícil que não possa facilitar, pois sempre há, dentro de si, palavras cheias de brutal delicadeza prontas para criar vida. Para ela, basta qualquer coisa que escreva em qualquer objeto ou pedaço de papel: eis poesia. Sua missão sempre foi colocar essas palavras no mundo. Elas são puramente (e brutalmente) o que sente. A cada palavra, uma palpitação. A você, leitor: é hora de lapidar a pedra bruta para apreciar a delicadeza do cristal. Ótima jornada”.
 

Ficha Técnica:

Título: O que te escrevo é pedra bruta e delicada 

Autora: Tânia d’Arc

Editora: Patuá | 1a edição |versão impressa 

Ano: 2023

Número de páginas: 168 

ISBN: 978-65-5864-712-6 

Preço do livro: 50,00 | vendas online com a autora tem acréscimo de frete. 

Gênero: poesia; literatura brasileira 




 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
ALEX YAN DA COSTA MENDES
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp