13/06/2024 às 09h24min - Atualizada em 13/06/2024 às 20h00min

O Dia dos Namorados só não é amoroso com o bolso dos consumidores

Em busca de presentear, os consumidores enfrentam desafios com preços elevados e devem priorizar o planejamento para conseguirem aproveitar a data sem arrependimentos

STEPHANIE FERREIRA
Marcelo Simões
Divulgação

*Por Marcelo Simões 

 

O momento de casais se presentearem e celebrarem seus relacionamentos é uma data fértil e promissora para o mercado de vendas. Junto das muitas opções de presentes personalizados e variedade de itens tradicionais, como flores e chocolates, as altas taxas de tributos e os preços elevados também são uma característica dessa época.  

 

O sistema tributário brasileiro já é excessivamente focado no consumo e, em datas comemorativas e de grande apelo pelo público, recebem cargas de impostos ainda maiores, reduzindo o poder de escolha dos presentes para a ocasião do Dia Dos Namorados. Afetando principalmente os consumidores, a situação exige planejamento e um olhar atento para o custo-benefício dos presentes.  

 

Para todo romance, há um vilão 

Segundo um levantamento feito pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com a Offerwise, a temporada de Dia dos Namorados promete recorde nos lucros de 2024, com uma estimativa de 7,6 milhões de pessoas a mais se preparando para a compra de presentes em relação ao ano anterior.  

 

Sendo considerada uma das datas mais rentáveis do ano, um dos primeiros impactos que o mercado aquecido oferece é justamente o que os consumidores querem evitar: preços altos e impostos chegando às alturas. Uma matéria de 2023 do portal VEJA divulgou um estudo feito pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) e constatou taxas de 69,13% em um único produto durante as vendas de Dia dos Namorados.  

 

O preço final também é apontado na pesquisa como um peso adicional no valor, acumulando-se com o frete e elevando o preço internamente. Chocolates, flores e objetos pessoais, como relógios e joias, são os favoritos na lista de presentes. Somente o doce de cacau já leva 39,61% de tributação. As flores ficam em 17,71% e os acessórios ficam entre 43,36% chegando até 56,14%.  

 

No caso de presentes que sofrem impostos de importação, como é o caso de perfumes, a dolarização, o frete, o desembaraço aduaneiro e a taxa de Comex consegue encarecer ainda mais o valor pago pelo consumidor final. As taxas de um perfume importado chegam a ser cobradas em 78,99%, o maior imposto da lista de presentes para esta época.  

 

O planejamento será o caminho  

Conhecendo o efeito cascata dos tributos e seu impacto direto nos valores final e nos bolsos dos românticos de plantão, requer um olhar crítico e atento às tendências do mercado e às dinâmicas de preços por parte dos consumidores.  

 

A boa e velha prática de pesquisa de preços é muito bem-vinda nesse momento. A busca de compreender as mercadorias disponíveis e sua faixa de preços será importante para que os consumidores se preparem e não deixem de surpreender seu parceiro(a) nessa data especial.  

 

O varejo online, ou e-commerce, pode se tornar uma boa vitrine dessa pesquisa. Entender as condições de frete, fazer comparações de preços entre diferentes lojas com o mesmo produto ou similares e averiguar a possibilidade de descontos ou melhores condições de compra são algumas opções.  

 

Justamente por saberem dos altos tributos envolvendo os presentes mais queridos da temporada, lojas e marcas costumam investir em promoções e condições especiais de compra para viabilizar o interesse e a aquisição dos compradores. Junto com a consciência dos preços e entendimento das promoções, a escolha e a chance de não ultrapassar o orçamento estabelecido é possível. Datas comemorativas são propicias para a elevação de preços, então estipular um teto de gasto e comprar com antecedência são ações que ajudam na compra consciente e eficiente. 

 

O planejamento também é essencial e válido para empresas, visto que a precificação e a estimativa de um lucro devem atender à realidade do mercado, com atenção para as concorrências e para as taxas de tributação. Com organização financeira e cuidados contábeis, as marcas conseguem estar em conformidade com a lei e obter bons resultados nas vendas do Dia dos Namorados. 

 

Os preparativos, por isso, são importantes para que os consumidores consigam alegrar os corações de quem amam, sem sair com seus bolsos quebrados, e para que empresas aqueçam suas vendas e impulsionem sua imagem no mercado de forma sustentável. 

 

*Marcelo Simões é Diretor de Operações e Cofundador da Comtax, empresa especializada na área fiscal. Graduado em Economia pela Universidade Estadual de Londrina, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV.                

                

Sobre a Comtax                 

A Comtax foi fundada em 2018 e possui uma expertise 100% tributária, atuando no modelo de boutique que realiza uma consultoria personalizada. Atendendo os maiores contribuintes nacionais, hoje, possui 50 clientes em seu portfólio, sobretudo na área de varejo e indústria. É especializada em Digital Tax e atua diretamente com Tax Determination, relacionado ao tratamento de impostos sobre as vendas nas empresas, ofertando soluções como Antivírus Fiscal, Simulador Tributário e Vacina Fiscal. Acesse o site e veja mais.      


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
STEPHANIE FERREIRA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp