13/05/2024 às 19h19min - Atualizada em 14/05/2024 às 00h04min

Grande volume de obras públicas e privadas aquece ainda mais o mercado imobiliário de cidade catarinense

Porto Belo, na Costa Esmeralda, se tornou um verdadeiro canteiro de obras

CLAUDIA XAVIER DE SOUZA
https://claudiaxavierassessoria.com.br/
Divulgação

Considerada novo fenômeno do mercado imobiliário, a cidade de Porto Belo, no litoral catarinense, é um verdadeiro canteiro de obras. O município passa por uma transformação que inclui não apenas a construção de prédios, mas também projetos de melhorias da infraestrutura da cidade, como a pavimentação de ruas e a execução dos molhes do Rio Perequê.

Além destas, outras mudanças estão previstas. Recentemente, a Prefeitura de Porto Belo, em parceria com a Associação de Construtoras e Incorporadoras de Porto Belo (ACIP), anunciou um novo pacote de obras para ser executado ainda em 2024, no valor total de R$ 60 milhões.

Entre os novos projetos estão a pavimentação e drenagem de ruas, a urbanização do Molhe do Perequê e entorno e do Molhe do Perequezinho, que deve começar ainda no primeiro semestre deste ano, e o tão esperado alargamento da faixa de areia de Balneário Perequê, em fase de estudos pela ACIP.

Apesar de alguns projetos, como o engordamento da praia, ainda não estarem em execução, as novidades na cidade já movimentam o mercado imobiliário, impactando diretamente na valorização dos imóveis. Segundo a plataforma DWV, que reúne informações do mercado imobiliário de todo o Brasil, em janeiro de 2023, o metro quadrado em Porto Belo custava R$ 11.845. Em janeiro deste ano saltou para R$ 12.333. Ampliando a análise, na pesquisa da DWV com relação aos anos de 2021 a 2023, a valorização do metro quadrado em Porto Belo chega a 72%, uma média altíssima segundo a equipe do aplicativo.

Além das obras públicas, projetos executados pela iniciativa privada, mas que beneficiam toda a população também contribuem para aprimorar a infraestrutura, especialmente, voltada ao lazer. Empreendimentos como o VivaPark, o primeiro bairro parque do Brasil, reúnem diversas opções de bem-estar, esporte e diversão como área verde com espreguiçadeiras, pet place, quadras de tênis, padel, beach tennis e vôlei de praia da MUV Arena, além de muito espaço para prática de yoga, corrida e esportes ao ar livre.

Outra opção recente na cidade é o Oporto, da MayBelly Incorporadora. Inaugurado há dois meses, o local oferece lazer para toda a família com playground, academia, espaço pet, praça de fogo, espelho d’água, chimarródromo, chafariz seco, palco e Food Park com seis restaurantes renomados da região.

De acordo com o arquiteto Fabrício Pavesi, especialista em mercado imobiliário da região, o anúncio, a execução e a entrega de novos projetos não estão impactando apenas em uma maior procura de clientes pela região, mas em mais qualidade com relação aos empreendimentos. Segundo ele, sócio-proprietário da ARK Permutas, empresa especializada na realização de permutas, e da Viabilizze, consultoria estratégica para incorporadoras, o litoral norte de Santa Catarina vem atraindo as mais renomadas construtoras do país, com destaque para as do eixo Rio-São Paulo.

“As obras de desenvolvimento urbanístico da região aumentam a visibilidade e a qualidade da região como um todo, o que acaba despertando o interesse de empresas cada vez maiores e de mais longe. Santa Catarina hoje é o melhor mercado da construção civil, superando São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília que, apesar de terem valor agregado, não se comparam à concentração de riqueza daqui, especialmente, pela qualidade de vida do litoral norte catarinense”, enfatiza Fabrício Pavesi.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
CLAUDIA XAVIER DE SOUZA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp