16/05/2012 às 00h22min - Atualizada em 16/05/2012 às 00h22min

Ator mirim faz sucesso em peça da Broadway

Ele não é só uma cara nova e bonita descoberta no meio artístico, mas uma promessa esperada dos novos talentos que farão parte da nossa história.

Vera Sousa
O ator mirim, Pedro Henrique, de apenas 9 anos de idade, anda rindo à toa. Ao lado da família, está vivendo um dos momentos mais felizes de sua vida, graças ao sucesso da conquista do papel Benji, filho do personagem Mitzi/Tick – interpretado pelo o ator Luciano Andrey - no elenco do musical Priscilla – Rainha do Deserto. Ele agradou logo na primeira audição da seleção para integrar o elenco do musical. Este talento foi descoberto pelo Atelier de Cultura, que para este musical tem 7 atores agenciados.
Pedro Henrique apresenta sinais de talento e aptidão para a arte desde muito pequeno. Sempre gostou de cantar, apresentar falas, textos e mágicas, mas começou a desenvolver seus traços artísticos na escola, ao frequentar aulas de canto e interpretação.
Através do Colégio Guilherme Dumont Villares - GDV, fez suas primeiras apresentações de coral e teatro e, em pouco tempo, revelou seu interesse e amor pelos palcos. Na verdade, a veia artística sempre esteve presente no seu dia a dia. Todos que o conhecem já esperavam por esse momento, mas não tão rapidamente. O espetáculo Priscila - Rainha do Deserto é o primeiro trabalho profissional de Pedro Henrique e assim ele brilha agora nos palcos da Arte.
Para Carlos Cavalcanti, sócio do Atelier de Cultura, “É muito bom ver um menino dessa idade com tanta vontade e desenvoltura. Em nossa primeira reunião, ele já se comportou como um verdadeiro profissional focado e ávido por trabalho. Ficamos orgulhosos em agenciá-lo, pois, com certeza, o Pedro Henrique tem um futuro brilhante pela frente.
Certamente ele servirá de inspiração para outras crianças e vai despertar o interesse dos palcos em muitas delas. Todos só têm a ganhar com isso, o mercado está sempre aberto para jovens talentosos e dedicados como ele”, diz o empresário.
Baseado no premiado filme de mesmo nome, Priscilla, Rainha do Deserto fala da aventura de três amigas que viajam em um ônibus antigo (apelidado carinhosamente de Priscilla) em busca do amor e de verdadeiras amizades, e acabam encontrando mais do que jamais haviam sonhado. O musical fez sua estreia mundial em Sydney (2006) e, desde então, vem experimentando momentos mágicos como o sucesso de crítica em Melbourne (2007); da mesma forma com a temporada com ingressos esgotados na Nova Zelândia (2008), e a uma volta triunfal a Sydney devido às solicitações do público (2008) antes da estreia em palcos londrinos (2009), onde esteve em cartaz por mais de dois anos. Em 2011, finalmente fez sua parada na Broadway, nos Estados Unidos. Priscilla, Rainha do Deserto está no Brasil, em seu melhor momento. É a primeira vez que o país recebe um musical original no auge do sucesso na Broadway. A versão brasileira é a primeira produção internacional do musical, outro fato inédito para o Brasil.
 
Esse histórico reforça ainda mais a importância da estreia de Pedro Henrique como ator. E ele não é só uma cara nova e bonita descoberta no meio artístico, mas uma promessa esperada dos novos talentos que farão parte da nossa história. Aguardem e gravem bem esse nome - ele é Pedro Henrique.

 
Algumas opiniões:
"Que momento especial, Pedrinho. Você é mesmo esse talento todo... e faz tempo."
Viviane Raia
 
"Você já era artista desde pequeno, eu só estava esperando acontecer... Parabéns."
Ana Maria F. Stempniewski
 
"Lindo, parabéns. Que você tenha muito sucesso sempre. Estou orgulhosa de ti."
Valéria Vargas
 
"Um prazer enorme estar em sua noite de estreia como ator mirim profissional."
Mauro Correa da Luz
 
"Pedrinho, você chegou lá. Sucesso."
Cleusa T. Gaiarsa
 
O espetáculo está em cartaz no Teatro Bradesco.
Qui. e Sex. 21h, Sáb. 17h e 21h, Dom. 16h e 20h

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »