19/07/2017 às 12h48min - Atualizada em 19/07/2017 às 23h02min

Como o setor agrícola do Brasil se transformou de retardatário em líder global em um curto espaço de tempo

A agricultura brasileira obteve ganhos de produtividade total de 3% ao ano desde 1970. Esses resultados impressionantes ofereceram exemplos importantes aos formuladores de políticas em todo o mundo. Além disso, impulsionaram o Brasil a maior exportador líquido – resultado da exportação menos a importação - de alimentos no mundo. Mesmo com resultados satisfatórios, a maioria dos brasileiros, e até mesmo economistas prestigiados, não tem conhecimento sobre essa história de sucesso.
 
O livro “Economia e Organização da Agricultura Brasileira” pode preencher essa lacuna. A obra oferece uma rica perspectiva histórica de como o setor agrícola do Brasil se transformou de retardatário em líder global em um curto espaço de tempo. Traz um panorama da agricultura brasileira e como ela se tornou globalmente competitiva por meio de tecnologia avançada e inovação organizacional, o que estimula o desenvolvimento de outros setores da economia e do país como um todo.
 
O autor Fábio Chaddad, um dos pesquisadores mais renomados da área, revela a importância de dois fatores em geral negligenciados e que são associados ao desenvolvimento agrícola: empreendedorismo e organização da cadeia de valor. Chaddad demonstra na obra como as configurações da cadeia de valor ofereceram tecnologia e crédito a agricultores brasileiros e os conectaram a mercados domésticos e internacionais.

Economia e Organização da Agricultura Brasileira
Editora Elsevier
Páginas: 176
Preço: 89,90
Formato: 152cm X 229cm
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »