06/12/2013 às 07h26min - Atualizada em 06/12/2013 às 07h26min

Pós-graduação em altas habilidades/superdotação

Primeira turma de especialistas em nível de pós-graduação em altas habilidades/superdotação no Sudeste do país

Iêda Camargo

Primeira turma de especialistas em nível de pós-graduação em Altas Habilidades/Superdotação no Sudeste do país

No Brasil existem cerca de 8 milhões de pessoas com capacidade cognitiva acima da média da população, segundo a Organização Mundial da Saúde, é preciso esclarecer que esses números são obtidos com base em testes de QI, ou seja, refletem apenas superdotados na área cog­nitiva. De acordo com o psicólogo norte-americano Howard Gardner, existem pelo menos oito tipos de inteligência. Embora essa estimativa se assemelhe a do número de pessoas com deficiência, o foco da educação especial está – como sempre esteve – no deficiente e faltam profissionais que deem assistência adequada a indivíduos com altas habilidades.

Apesar da iniciativa dos Núcleos de Atividades em Altas Habilidades e Superdotação, os Naahs, da Unesco, que devem ser implantados em todos os estados brasileiros, cada núcleo com uma unidade do aluno, uma do professor e outra da família, onde os respectivos interessados po­dem ser atendidos por consulto­res preparados, o que acontece é que esses profissionais são raros, especialmente no que se refere às escolas públicas. 

Pensando nesse panorama, a Dra Susana Graciela Pérez Barrera, presidente do Conselho Brasileiro para Superdotação e consultora da Unesco no Núcleo de Atividades em Altas Habilidades e Superdotação do Rio Grande do Sul,  desenvolveu um projeto de curso em nível de pós-graduação lato sensu para capacitar os educadores na identificação, intervenção e a avaliação desses alunos. Em uma conversa informal após uma das muitas aulas na CAPACITAR, instituição de ensino do Rio Grande do Sul esse sonho tornou-se realidade. Numa parceria com a FAMEPLAN, Faculdade Metropolitana do Planalto Norte – SC, definiu-de o corpo docente, o projeto pedagógico e iniciou-se a divulgação.

A primeira cidade a sediar o curso foi Porto Alegre e agora chega também à capital de SP, com início em 07 e 08 de dezembro de 2013, que nos recebe de braços abertos no bairro do Ipiranga.

A prefeitura da cidade de São Paulo nos apoiou permitindo que os professores da rede pública tivessem conhecimento do curso e hoje eles compõe 99% desses alunos que serão a primeira turma de especialistas em nível de pós-graduação no Sudeste do país.

Com todos os docentes do RS num total de 450h aula, o curso proporcionará, além de possibilidades vantajosas no mercado de trabalho, novos olhares sobre o processo de formação profissional, refletindo sobre as formas de intervenção assertiva com esse público. Muitas dessas pessoas com Altas Habilidades não tem suas potencialidades desenvolvidas por estarem diagnosticadas de maneira errada, até medicados, e talvez excluídos por despreparo apenas!

Será um “graõzinho de areia” numa luta que está apenas começando, mas certamente um melhor desempenho com os alunos, ajudará todos a a sermos melhores na condição pessoal e ética nos diferentes papéis sociais que desempenhamos.

LOCAL DAS AULAS: ADEFAV - Centro de Recursos em Deficiência Múltipla, Surdsocegueira e Deficiência visual

Rua Clemente Pereira, 286, Ipiranga - São Paulo

Horário: das 8h às 18h

Informações: coordenação@capacitarnh.com.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »