13/11/2023 às 10h37min - Atualizada em 14/11/2023 às 00h00min

Como evitar dívidas com as oportunidades oferecidas pela Black Friday

Especialista compartilha 5 dicas para não cair em ciladas financeiras

Kaísa Christina Romagnoli
KSL
No dia 24 de novembro, a aguardada Black Friday chega, oferecendo aos consumidores a chance de aproveitar super descontos. No entanto, diante dos perigos do endividamento, é fundamental que haja cautela.

Conforme o levantamento do Mapa de Inadimplência no Brasil, realizado pelo Serasa em junho desse ano, aproximadamente 43,78% da população - o que equivale a 71,45 milhões de brasileiros - enfrentam situações de inadimplência. Diante desse cenário, a Black Friday pode ser uma tentação, mas também uma armadilha.

Edemilson Koji Motoda, diretor do grupo KSL, compartilha 5 dicas para que os consumidores aproveitem as ofertas sem caírem em ciladas financeiras. "É possível desfrutar da Black Friday de maneira inteligente, sem comprometer o equilíbrio financeiro", afirma.

As orientações vão desde a criação de um orçamento realista até uma pesquisa minuciosa de preços, passando pela resistência às compras impulsivas. O objetivo é capacitar os consumidores a fazerem escolhas conscientes e evitarem dívidas desnecessárias. Confira a seguir:

1.Pense antes de comprar
Avaliar se a compra, mesmo que na promoção, cabe no bolso e não vai comprometer o orçamento é imprescindível. LEMBRE-SE: não é porque está com desconto que precisamos comprar!

2. Fique atento!
Além de realizar uma pesquisa de qualidade e prestar atenção aos detalhes que dificultam o acesso a informações importantes, Edemilson também recomenda utilizar cupons de desconto e dar preferência a estabelecimentos que ofereçam vantagens, como taxas reduzidas na primeira compra e benefícios ao compartilhar o consumo de produtos com amigos.

3. Cuidado com golpes
Geralmente as compras desse período são feitas via internet, o consumidor deve estar atento aos sites e perfis de redes socias, que podem ser falsos oferecendo ofertas e produtos enganosos. Sempre procure informações detalhadas sobre o fornecedor. A Receita Federal disponibiliza consultas gratuitas ao CNPJ e possui uma lista com sites que devem ser evitados.

4. Evite parcelamentos
Depois de realizar um levantamento prévio dos preços dos produtos desejados, já é possível obter uma noção dos gastos e confirmar se estão de acordo com o seu orçamento. Motoda adverte que muitas compras são feitas por impulso, sendo necessário manter o foco para não sucumbir às tentações. Caso opte por adquirir um produto, o especialista financeiro recomenda evitar o parcelamento.

5. Atenção ao efetuar o pagamento
No momento de pagar por meio de boleto bancário, é importante verificar todos os dados antes de finalizar – nome da empresa, data, valores, CNPJ, entre outros. Caso opte pela transferência via PIX, também é necessário conferir com muito cuidado o destinatário do pagamento.

Aproveite essas dicas e adquira seus produtos de forma consciente, evitando aborrecimentos futuros.

Sobre a KSL
O GRUPO KSL é especialista em cobrança amigável e cobrança jurídica, atuando também em serviços de Contact Center e relacionamento. Desde o seu surgimento, em 1996, o equilíbrio entre atendimento humanizado e inovação tecnológica sempre balizaram os serviços prestados pelo grupo, que personaliza serviços e soluções que integram o processo de gestão de seus clientes.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp