29/06/2016 às 10h45min - Atualizada em 29/06/2016 às 10h45min

Rede Clínica da Hipnose utiliza aparelho que acompanha níveis de estresse e emoção

Novidade transforma o transe hipnótico visível para os pacientes

Ex Libris Comunicação Integrada

            Sempre atenta às novidades do mercado do bem-estar, na Rede Clínica da Hipnose todas as unidades e seus profissionais contam agora com um medidor de transe e emoções, conhecido como Biofeedback. Desenvolvido com a participação da USP (Universidade de São Paulo), o sensor é considerado de grande eficiência para as consultas.

            O professor Alessandro Baitello, que é também presidente e fundador da Rede Clínica da Hipnose, explica que o aparelho serve para acompanhar os batimentos cardíacos dos pacientes, revelando suas sensações. “Por meio de um sensor ligado ao dedo mínimo do paciente, acompanhamos os batimentos cardíacos do paciente, que mostram como está seu nível de estresse e emoção”.

            ‘Plugado’ no dedo da pessoa durante o transe hipnótico, o sensor capta as variações das emoções e, assim, vai indicando o que pode ser uma lembrança ruim ou boa. “O paciente relembra fatos da vida que lhe trazem emoções boas e ruins. E, quando chegamos em emoções que são as causas do problema emocional, podemos seguir via tela do computador as variações e atuar de forma mais pontual na solução desse problema”, explica o professor Baitello.

           O especialista em hipnose explica que, desde o início da utilização desse aparelho, que foi nomeado de “Medidor de Transe e Emoções”, o trabalho com a hipnose clínica é ainda mais assertivo. “Principalmente no caso de pessoas que são mais céticas à hipnose. Hoje, elas podem ver o que antes era considerado ‘invisível’. Conseguimos transformar o transe hipnótico em algo palpável e até mostrar que ele foi, sim, submetido a um transe hipnótico de verdade”.

            Baitello afirma que o índice de sucesso, que hoje chega a 93%, é resultado da técnica criada por ele há 14 anos (Técnica Baitello de Hipnose Clínica – Soluções de Problemas Emocionais em cinco sessões) e, agora, do medidor. “Foram mais de 5.000 pacientes atendidos com uma aprovação de 93%. Estamos buscando sempre nos aperfeiçoar e criar novas maneiras de usar a hipnose clínica de uma maneira breve e precisa”.

 

Sobre a Rede Clínica da Hipnose

Em 2000, o professor Alessandro Baitello se apaixonou pela hipnose e pelos benefícios que essa terapia breve proporcionava às pessoas e decidiu se especializar na Hipnoterapia. Após anos de atendimento e palestras sobre o tema, o hipnoterapeuta fundou a Rede Clínica da Hipnose, em 2013. Atualmente, a Rede Clínica da Hipnose é formada por hipnoterapeutas naturais, psicólogos hipnoterapeutas e médicos consultores. A rede ainda possui método próprio, detém as mais variadas técnicas de hipnoterapia utilizadas no mundo e é referência em hipnose clínica científica no Brasil. São mais de 5 mil pacientes com 93% de sucesso, muitos deles encaminhados por médicos e psicólogos para complementar seus tratamentos. Em 2015, a Rede Clínica da Hipnose iniciou seu processo de expansão. Hoje, a Rede conta com clínicas em São Paulo, Campinas, Santos, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Ribeirão Preto e Rio de Janeiro. Além de ter iniciado o plano de expansão por todo o Brasil por meio do sistema de franchising. Mais informações sobre a hipnose clínica e também sobre as unidades da Clínica da Hipnose podem ser obtidas no site www.redeclinicadahipnose.com.br, no facebook www.facebook.com/redeclinicadahipnose, no instagram clinicadahipnose.oficial ou pelo telefone da central nacional de atendimento 4020-0229.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »