21/06/2016 às 14h52min - Atualizada em 21/06/2016 às 14h52min

Todo independente na escola e um bebezão em casa?

Gilberto Souza - Equipe Andrea Comunicação

Você se pergunta porque seu filho se comporta com tanta independência na escola e em casa ele parece um bebê? Veja algumas atitudes indicadas pela educadora Deyse Ford Racy Haddad, diretora da Tiny People Bilingual Schoolpara tomar em casa que podem ajudar na autonomia das crianças em idade pré-escolar. E sem stress.

 

1)     Resista à tentação de fazer por ele. É muito mais fácil e rápido fazer as coisas pelo seu filho de três anos, mas isso com certeza não o fará mais autônomo. Para combater a manha e conseguir que ele faça as tarefas por conta própria, apele para o orgulho dele e pergunte: “Você quer que eu te ajude ou você sabe fazer isso sozinho? ”.

 

2)     Use o lúdico e a criatividade e transforme uma tarefa da rotina em brincadeira. Se sua filha se recusa a colocar a roupa, conquiste-a brincando de “a loja da mamãe fashionista”, mude o tom da sua voz ou inclua um sotaque. Com certeza ela vai embarcar na fantasia e ficará muito mais fácil de vesti-la.

 

 

3)     Dê avisos de que uma brincadeira ou atividade está chegando ao fim. É importante avisar com antecedência de pelo menos cinco minutos que alguma atividade vai terminar. As crianças precisam desse tempo para conseguir se desligar do que estão fazendo. Por isso, dar avisos de que logo, logo a brincadeira vai acabar ajuda fazer a transição de tarefas, sem choro ou resistência.

 

4)     Ofereça alternativas. Perguntas com respostas como sim ou não geralmente  levam a situações de impasse. Por isso, ofereça opções para seu filho decidir dentro, claro, das suas regras. Se seu filho não quer comer salada, cheguem a um consenso e ofereça duas opções: “Você vai comer cenoura ou tomate?” Tome cuidado com as opções dadas e deixe claro que ele pode fazer a escolha, mas terá que cumpri-la. Essa estratégia serve para os mais diferentes contextos: roupas, horário de banho e de dormir, comida, brinquedos, entre outros tantos que fazem parte da rotina familiar.

 

 

5)     Cante! Muitas das atividades realizadas dentro da escola de educação infantil são embaladas por música. Crie musicas para as atividades ou descubra as que são usadas na escola de seu filho. Ele já está habituado a realizar estas tarefas com essa trilha sonora e muito provavelmente vai se deixar levar pela música em casa também.

 

6)   Elimine o “se”. Substitua frases como “se você for para a cama, eu leio uma história para você” por “Depois que você se deitar na sua cama, eu vou ler uma história para você”. Mais uma vez você não dê a opção de seu filho dizer não, e associe uma boa escolha com a conquista de algo que lhe agrade.

 

“A grande maioria dessas estratégias são bastante conhecidas de todos, mas no corre-corre diário, é fácil esquecer de usá-las. Tenho certeza que elas vão ajudar muito você. Boa sorte!”, finaliza Deyse.

 

Tiny People- www.tinypeople.com.br 

 

Assessoria de Imprensa:

 Andrea Feliconio - www.andreafeliconio.com.br

11-2628-0620 | 9 9144-9663.

E-mail: [email protected].

Redes Sociais: @andrea Feliconio

Instagram:@feliconiopautas


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »