09/06/2016 às 15h47min - Atualizada em 09/06/2016 às 15h49min

Actionline otimiza gestão do processo de Recrutamento e Seleção com serviço online Compleo ATS

Empresa aumentou em 70% a captação de currículos, reduziu pela metade o número de entrevistas pessoais e integrou o anúncio de vagas às Redes Sociais

Medialink Comunicação
Rogério Domingos, Superintendente de Recursos Humanos da Actionline

Historicamente, gerir o processo de Recrutamento e Seleção sempre foi um desafio para o mercado de call center. Isso porque o setor amplia ou diminui equipes de atendimento conforme a demanda por novos projetos, o que exige  excelência na gestão e contratação de atendentes. Na Actionline, multinacional  argentina com mais de 2500 funcionários no Brasil, que presta serviços de call center para empresas lideres em seu segmento no pais , e que pertence a um dos maiores grupos de Serviços de Comunicações de Marketing da América Latina, o WPP, essa realidade não é diferente.

 

“Contratamos  um volume representativo de  pessoas por mês e isso requer uma força interna de trabalho, além de uma gestão refinada dos processos que envolvem a contratação” explica Rogério Domingos, Superintendente de Recursos Humanos da companhia. Segundo ele, foi em busca de aprimorar essa gestão que a Actionline optou pelo Compleo ATS (Applicant Tracking System) – serviço de recrutamento e seleção que traz as últimas tendências do mercado para ajudar empresas a contratar os melhores talentos de forma mais fácil e ágil e automatizada.

 

“Os RHs  tem como característica medir pouco. Priorizam muito mais  análises  comportamentais do que medir e gerenciar  métrica das etapas da gestão de processos , por exemplo, e, na minha opinião, quem não mede não gerencia. Com o Compleo, tenho autonomia para medir meu processo seletivo de ponta a ponta, pois ele consegue transformar percepção em dados, e dados em informação. Com isso é possível fazer uma gestão por conhecimento”, diz.

 

De acordo com Domingos, a partir do Compleo tem sido possível atuar com previsibilidade. “Conseguimos mensurar de forma antecipada, o quanto cada projeto vai exigir do meu esforço interno para o Recrutamento e Seleção, pois o serviço nos fornece estatísticas baseadas no histórico de contratações anteriores”. Na Actionline, o Compleo ATS oferece recursos para a assegurar o processo completo, gestão do agendamento, presença nos processos seletivos, provas, avaliações, avaliações comportamentais e admissão.

 

O legado de informações gerado pelo serviço forma um banco de dados personalizado, que traz  precisão ao processo. “Com os dados fornecidos pelo Compleo tenho mais assertividade para recrutar, pois ele oferece uma média exata de quantos currículos preciso receber para preencher determinado número de vagas. Observando o histórico de outros processos seletivos sei que para 50 vagas, por exemplo, vou precisar de mil currículos. Além disso, essa média faz com que consigamos prever quantos analistas de RH precisaremos disponibilizar para cada projeto”, explica.

 

O recurso de triagem por vídeo embutido no Compleo ATS também trouxe benefícios à Action Line. “A aplicação do vídeo reduziu pela metade o tempo gasto com entrevistas muitas vezes desnecessárias, e passamos a convidar  para encontros pessoais apenas os candidatos que identificamos as competências inciais, através de perguntas dirigidas e respondidas  através dos vídeos”, comenta ele.

 

Integração com Redes Sociais

 

Antes do Compleo ATS, o controle do Recrutamento e Seleção era realizado através de planilhas em excel. “As planilhas em excel não permitiam uma integração entre as vagas e as Redes Sociais. Hoje, a partir do momento que eu publico uma vaga, o Compleo já a replica automaticamente para todas as redes sociais que atuamos. Com isso aumentamos a captação de currículos em 70%, já que não corro o risco de esquecer de publicar a vaga em todas as mídias, fato que acontecia antes com o processo manual. O Compleo também fornece um dashboard com estatísticas que nos permitem saber por onde o candidato se cadastrou se foi pelo Facebook, LinkedIn, Twitter ou sites de empregos”, conclui Rogério Domingos.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »