08/06/2016 às 11h15min - Atualizada em 08/06/2016 às 11h15min

Quiosque Sushi é lançamento da rede Jin Jin na ABF Expo Franchising 2016

Formato exige metade do investimento da loja tradicional. Até o final do ano, 20 novas unidades das bandeiras Sushi e Wok devem ser inauguradas

Camila Manchini

A Jin Jin, uma das maiores franquias de comida asiática do Brasil e que pertence a holding Halipar, apresenta na ABF Expo Franchising 2016, que acontece em São Paulo, entre os dias 15 e 18 de junho, o modelo quiosque de sua bandeira Sushi. O novo formato poderá ser instalado estrategicamente nos shoppings, galerias comerciais, hipermercados, supermercados, centros comerciais, aeroportos, entre outros. O modelo tradicional Jin Jin Wok segue como carro-chefe da marca, enquanto Jin Jin Sushi chega para potencializar a expansão da rede.

Recentemente, a primeira franquia Jin Jin Sushi quiosque foi aberta no Shopping SP Market, localizado na capital paulista. A rede estima que 30% do crescimento dela esteja ancorado neste modelo, que exige a metade do investimento comparado à franquia tradicional, formato praça de alimentação. Segundo o diretor de marketing, Christiano Evers, o quiosque possibilita maior agilidade no serviço prestado por oferecer um cardápio que contém 98% de pratos frios e ainda atrairá mais os públicos jovem e executivo que normalmente têm pouco tempo para almoçar ou jantar. “Encontramos nestes tipos de localidades as qualificações necessárias para a implantação deste formato. Ainda, nosso diferencial por meio do quiosque é o de garantir comodidade, em um local tranquilo e seguro e gerar um atendimento mais personalizado”, afirma Evers. Para abrir uma Jin Jin Sushi, modelo quiosque, é necessário investir a partir de R$ 200mil, sem contabilizar o aluguel do ponto comercial. A taxa de franquia é de R$ 20 mil.

Em relação à Jin Jin Wok, marca de maior destaque da rede, a estratégia de expansão segue forte e acompanha o crescimento dos shoppings centers no Brasil já que está presente em praças de alimentação destes estabelecimentos. De acordo com a Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), só para este ano, estão previstos 30 lançamentos. A bandeira Wok funciona no estilo fast-food oferecendo pratos frios e quentes da cozinha oriental. Atualmente, está com 75 lojas, nas principais cidades e capitais do Brasil.

Outro dado que ajuda a rede ampliar sua atuação no mercado refere-se ao bom momento das franquias de culinária oriental. De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), em 2015, somente estes estabelecimentos localizados na cidade de SP, considerada a “capital do sushi”, movimentaram de receita mais de R$ 411 milhões.  Até o final deste ano, com as duas bandeiras e a credibilidade do quarto maior grupo de alimentação do Brasil - a Holding  Halipar (formada em novembro de 2015 após a fusão dos grupos J. Alves e Ornatus Alimentação), a franqueadora prevê fechar 20 novos contratos e crescer 15% em faturamento. Ano passado, a Jin Jin faturou mais de R$ 119 milhões. Atualmente, a Jin Jin (Wok e Sushi) conta com 75 unidades em 10 estados brasileiros.

Sobre as bandeiras:

A Jin Jin Wok nasceu em 1992 como uma loja especializada em culinária chinesa. Anos depois, outros sabores asiáticos foram incorporados ao cardápio com o intuito de levar uma culinária mais sofisticada para um perfil de público familiar. As unidades desta marca estão localizadas nas principais praças de alimentação de shoppings no Brasil e oferece refeições da cozinha chinesa, japonesa, coreana e tailandesa, tanto em buffet como à la carte. Em 2012, nasceu a segunda bandeira da franqueadora, a Jin Jin Sushi, esta especializada na culinária japonesa como sushis, sashimis, temakis e niguiris, atinge um público que busca uma alimentação mais rápida e saudável.  Todo este trabalho rende há 15 anos o Selo de Excelência da Associação Brasileira de Franchising (ABF) para a Jin Jin. Este ano, a marca receberá também o selo de franquia cinco estrelas entre as cinco melhores marcas de alimentação do Brasil, segundo o ranking a Revista Pequenas Empresas Grande Negócios. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »