23/05/2016 às 16h14min - Atualizada em 30/05/2016 às 15h23min

Cisa Trading apoia projetos de saúde do Complexo Pequeno Príncipe

São patrocinados dois projetos da instituição de saúde, que visam garantir qualificação profissional, educação continuada, pesquisas científicas, aquisição de equipamentos e materiais para excelência no atendimento a crianças e adolescentes de todo o País

Clezia Martins Gomes

A Cisa Trading, uma das maiores empresas de comércio exterior do País e a maior em volume de importação, apoia, há três anos, os projetos do Complexo Pequeno Príncipe, instituição localizada em Curitiba (PR), referência nacional que atua na proteção dos direitos de meninas e meninos brasileiros, por meio de assistência em saúde, ensino, pesquisa e mobilização social. Os projetos atualmente patrocinados pela Cisa são “Pelo Direito à Vida” e “Formação Continuada”.

Com 96 anos de história, o Pequeno Príncipe é formado por três unidades: Hospital, Faculdades e Instituto de Pesquisa, que trabalham de forma integrada e complementar para a promoção da saúde para pacientes de zero a 18 anos, a formação de novos profissionais e o desenvolvimento de métodos que contribuam para a diminuição da mortalidade infantojuvenil.

No total, conta com mais de 2.000colaboradores, 300 médicos, 176 professores de graduação e especialização, além de 16 pesquisadores científicos. Tem ainda o apoio constante de 500 voluntários para realização das mais variadas atividades.

Em relação aos projetos apoiados pela Cisa, o “Pelo Direito à Vida” objetiva garantir que  o Hospital ofereça  recursos necessários para prover a qualidade de atendimento aos seus pacientes, com a aquisição de materiais e de equipamentos. Visa também contribuir para a formação de novos médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, bem como para o desenvolvimento de pesquisas científicas, ações que se revertam em novas descobertas e conhecimentos sobre doenças e processos pediátricos, diagnósticos e tratamentos mais precisos, mais qualidade de vida aos pacientes e redução da mortalidade infantojuvenil.

O outro projeto é o chamado, “Formação Continuada” que consiste em manter sempre atualizados os profissionais que atuam no Hospital Pequeno Príncipe no atendimento a crianças e adolescentes com câncer, por meio da instalação e manutenção do “Laboratório de Simulação Realística e Realização de Cursos”, entre outras ações para a formação consistente da equipe. Esta é uma iniciativa de extrema relevância porque fomenta o aprimoramento dos serviços de oncologia, do maior centro de atendimento de câncer infantojuvenil do Paraná e um dos maiores do Brasil.

“Decidimos investir, há alguns anos, nos projetos do Complexo Pequeno Príncipe, por percebermos que a instituição se norteia pela busca incansável de fazer sempre o melhor em favor da vida e dá ênfase aos atendimentos via SUS, para contemplar pessoas mais carentes”, conta Antonio Pargana, presidente da Cisa Trading.  Segundo ele, esta atitude tornou a instituição uma referência nacional, com mais de 30 serviços credenciado pelo Ministério da Saúde, pronta para receber pacientes de todo o País. “É uma instituição séria e comprometida com o bem-estar geral das pessoas, que precisa e merece o apoio de grandes empresas nacionais”, completa.

 

Estrutura do Complexo Pequeno Príncipe

O Hospital Pequeno Príncipe é o maior hospital pediátrico do Brasil e destina 70% de sua capacidade ao atendimento de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Possui 370 leitos, sendo 60 de UTI; oferece 32 especialidades pediátricas e realiza em média 311 mil atendimentos ambulatoriais, 23 mil internações. Em 2015, fora 180 transplantes de tecidos ósseos, órgãos e medulas ósseas.

A instituição mantém também uma Casa de Apoio para auxiliar os familiares dos pacientes, para que possam acompanhar seus filhos durante a internação, e desenvolve atividades educacionais, culturais e sociais para proporcionar mais qualidade de vida aos seus pacientes e familiares. Desde a década de 60, o hospital funciona ainda como hospital de ensino, oferecendo vagas para residentes, estagiários e alunos, que têm aulas regulares e em regime de internato.

As Faculdades Pequeno Príncipe contam, em média, com 1.100 alunos em cursos de graduação em Enfermagem, Biomedicina, Farmácia, Psicologia e Medicina, além depós-graduação, especialização, mestrado e doutorado. Seus programas de mestrado e doutorado obtiveram nota cinco na Capes (Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior), do Ministério de Educação. A instituição já teve 142 artigos publicados por alunos dos cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

O Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe desenvolve 100 projetos de pesquisa em sete linhas diferentes. Em 2015, teve 54 publicações científicas e tem parcerias com mais de 35 instituições nacionais e internacionais. Suas linhas de estudo são neurociência; terapia celular e farmacológica; imaginologia, proteção radiológica e radioterapia; doenças complexas e oncogenéticas; microbiologia e doenças infecciosas; epidemiologias clínicas e educacionais; medicina molecular e bioinformática.

Sobre a Cisa Trading

A Cisa Trading foi fundada em 1996 pelo empresário Antonio Pargana, a partir da fusão de outra empresa criada por ele – a Comvix, que, na ocasião, já ocupava posição de destaque no setor de comércio exterior brasileiro – e da Coimex, do mesmo setor, sediada no Espírito Santo. Com a visão das oportunidades que este setor apresentava, Pargana articulou a fusão das duas empresas, e deu início a um negócio que cresceu 140% entre 2008 e 2015. Em 2015, a Cisa Trading registrou um volume de negócio de R$9,6 bilhões e mais de 500 mil itens importados por seus clientes.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA:

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - clezia@gpcom.com.br

Giovanna Picillo

(11) 3129-5158  -  www.gpcom.com.br

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »