20/09/2023 às 15h28min - Atualizada em 20/09/2023 às 16h02min

Como a fisioterapia respiratória pediátrica ajuda prevenir e tratar doenças em crianças

Professora de Fisioterapia da UniSociesc explica em que situações o tratamento pode ajudar

Genara Rigotti
www.memcomunicacao.com.br
Divulgação
Uma técnica ainda pouco conhecida, chamada fisioterapia respiratória pediátrica, pode ajudar na prevenção e no tratamento de doenças em crianças. Embora no inverno as doenças respiratórias sejam bem mais comuns, elas acometem os pequenos o ano todo. A professora de Fisioterapia da UniSociesc, Grazieli Correia Matias, explica que a fisioterapia respiratória pediátrica é um conjunto de manobras, feitas por um profissional especializado, que consegue ajudar na remoção das secreções.

Quando a doença provoca um acúmulo de secreção, muitas vezes as crianças não conseguem eliminar sozinhas, especialmente os bebês. A medicação atua diretamente para impedir a produção da secreção, mas a fisioterapia é o tratamento que pode ajudar com segurança a retirar a secreção que já está acumulada, provocando desconforto.

Com a melhora da entrada e saída do ar pelo sistema respiratório a criança melhora mais rapidamente e, em alguns casos, é possível até mesmo evitar uma internação hospitalar. “A fisioterapia respiratória promove uma espécie de limpeza. Na bronquiolite, muito comum em crianças pequenas, os resultados são excepcionais” explica Grazieli, que já trabalha com esta técnica há 14 anos.

Conforme a fisioterapeuta, a técnica é indicada para crianças de todas as idades, desde recém-nascidos. Existe também a fisioterapia respiratória para adultos, mas as manobras e técnicas utilizadas são diferentes. Grazieli explica que hoje os pais estão buscando por este recurso e os médicos também estão indicando. É uma forma de ajudar no tratamento com medicamentos e evitar a internação, mas cada vez mais também vem sendo usada como método preventivo. Quando a criança sente um pequeno desconforto já é realizada uma sessão e o sistema respiratório é limpo antes da infecção tomar conta.

Ela alerta também sobre o papel dos pais, para fazerem a lavagem nasal correta em casa, que também auxilia muito na prevenção de infecções respiratórias. Abaixo, confira algumas dicas para uma lavagem correta. “Tanto a lavagem quanto a fisioterapia respiratória não provocam dor na criança”, diz a professora. Hoje, o SUS não oferece o tratamento, mas ela ressalta que a fisioterapia respiratória pediátrica é acessível, gera benefícios e pode ser realizada em clínicas ou na casa da família por um profissional, de forma sempre individualizada.

Alguns dos principais problemas respiratórios tratados pela fisioterapia pediátrica incluem a asma - doença crônica que causa inflamação nas vias aéreas, levando a episódios de falta de ar, chiado no peito e tosse -; a bronquiolite - uma infecção respiratória comum em crianças pequenas, geralmente causada por um vírus -; e a pneumonia - uma infecção nos pulmões que pode afetar crianças de todas as idades. Também ajuda no tratamento de doenças como a fibrose cística, doenças neuromusculares, atelectasia, entre outras.

“A fisioterapia respiratória pediátrica é uma forma complementar de tratamento e não substitui a necessidade de medicações. Ela é realizada em conjunto com o uso de medicamentos para melhorar a eficácia do tratamento e aliviar os sintomas respiratórios”, observa Grazieli. “Além do tratamento de doenças agudas, ela pode ser utilizada como parte do tratamento de doenças crônicas respiratórias. Ela ajuda a manter a função pulmonar, prevenir complicações e melhora a qualidade de vida das crianças”.

Dicas para uma lavagem nasal adequada

A lavagem é um cuidado essencial para manter a saúde respiratória das crianças. Ela ajuda a manter as vias respiratórias superiores limpas e hidratadas, removendo muco, alérgenos e partículas irritantes; reduz a chance de infecções respiratórias; alivia a congestão nasal, diminuindo a dificuldade respiratória e o desconforto causado pela obstrução nasal. Com a respiração facilitada, a criança terá uma noite de sono mais tranquila e reparadora e só isso já vai contribuir para a melhora do quadro.

● Prepare uma solução salina adequada para a lavagem nasal. Você pode adquirir soluções prontas em farmácias.
● Posicione a criança em uma posição confortável, sentada ou em pé, mas sempre com o tronco inclinado para frente para evitar que a solução salina suba para o ouvido.
● Utilize um conta-gotas, seringa ou dispositivo de irrigação nasal apropriado para a idade da criança. Insira a solução nasal suavemente em uma das narinas. Repita o procedimento na outra narina.
● Caso a criança já consiga entender, explique o que está acontecendo e incentive-a a respirar suavemente pela boca enquanto realiza a lavagem.
● Após a administração da solução, peça à criança para assoar o nariz suavemente. Isso ajudará a remover o excesso de secreções e alérgenos, proporcionando alívio e uma respiração mais confortável.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp