21/08/2023 às 10h33min - Atualizada em 22/08/2023 às 00h00min

O que o 1° lugar do Focus projeta sobre o desemprego no Brasil?

Casa de análises independente pertencente ao Grupo RB Capital conquista nota 10 no trimestre para projeção de mercado de trabalho.

Adriano Santos
https://www.rbinvestimentos.com/
RB Investimentos

O Boletim Focus é uma publicação semanal do Banco Central do Brasil que reúne as projeções de mais de 150 instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos do país, como inflação, crescimento, câmbio e juros. Uma das variáveis acompanhadas pelo Focus é a taxa de desemprego, que mede a proporção da população economicamente ativa que está sem trabalho. Essa taxa é um importante termômetro da situação social e econômica do Brasil, pois reflete o nível de renda, consumo e bem-estar das famílias.

Na última divulgação do ranking trimestral, a RB Investimentos se destacou como a instituição que mais acertou as projeções para o mercado de trabalho no Boletim Focus, obtendo nota 10 na avaliação do Banco Central. Isso significa que a RB Investimentos acertou exatamente os dados efetivos divulgados pelo IBGE sobre a taxa de desemprego no período.

Mas o que isso significa para o futuro do emprego no Brasil? Quais são as expectativas da RB Investimentos para os próximos meses e anos? E quais são os fatores que podem influenciar positiva ou negativamente essa trajetória? Para responder a essas perguntas, conversamos com o estrategista-chefe da RB Investimentos, Gustavo Cruz, que nos explicou os principais aspectos por trás das projeções da instituição e as perspectivas para o mercado de trabalho brasileiro.

Conforme as observações de Cruz, a RB Investimentos antecipa uma possível melhoria no cenário do mercado de trabalho nos próximos meses. Com a inflação mais sob controle, vislumbramos o início de um ciclo de redução das taxas de juros pelo Comitê de Política Monetária (Copom). As projeções do mercado apontam para uma queda acentuada, alcançando 9,0% até 2024.

Esse ajuste monetário mais flexível terá um impacto positivo nas demonstrações financeiras de empresas pertencentes a diversos segmentos. Esse aspecto, que representou um fator desfavorável nos resultados divulgados no segundo trimestre, agora poderá atenuar.

Com relatórios financeiros menos sobrecarregados, é provável que as empresas adotem uma abordagem mais confiante na formulação de projetos de médio prazo. Isso pode se traduzir na inauguração de novas filiais e em investimentos ampliados, criando, assim, oportunidades de emprego adicionais e contribuindo para a redução do desemprego.

Adicionalmente, as empresas também encontrarão motivação na perspectiva da demanda. Juros mais baixos resultarão em parcelas mais acessíveis, sejam elas relacionadas a financiamentos imobiliários, automotivos ou aquisições de bens duráveis. Esse cenário levará a um aumento na renda disponível, embora seja relevante destacar que estamos emergindo de um período significativo de endividamento da população, caracterizado por índices consideráveis de inadimplência.

O Governo emergirá como outro fator positivo no contexto do mercado de trabalho. Ao contrário das administrações passadas, tanto de Temer quanto de Bolsonaro, o atual presidente Lula está promovendo uma expansão no número de oportunidades de concursos públicos, resultando em um aumento na força de trabalho do setor público. Essa tendência deverá persistir nos próximos anos. A intensificação dos gastos públicos também contribuirá para aquecer esse mercado de trabalho. Observamos, inclusive, a flexibilização das normas vinculadas ao programa Minha Casa Minha Vida, assim como a introdução de um novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com investimentos superiores a R$1 trilhão, dentre outras medidas.

Consequentemente, as projeções da instituição apontam para uma taxa de desemprego de 8,0% até o término de 2023, seguida por uma queda para 7,5% até o final de 2024.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp