26/07/2023 às 17h30min - Atualizada em 27/07/2023 às 20h47min

Instituto Phi participa de conferência que debate a filantropia no Brasil

Evento é uma parceria entre Cebrap, FJLES, Phi e busca fortalecer a interdisciplinaridade e a comunicação entre as instituições do terceiro setor brasileiro

Monica Hing - RPM Comunicação
Com o objetivo de discutir os caminhos para consolidar a pesquisa filantrópica no Brasil, o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), a Fundação José Luiz Egydio Setúbal (FJLES) e o Instituto Phi lançam a conferência “Filantropia: uma perspectiva acadêmica”. O evento será dividido em duas mesas, com os temas ‘Filantropia no Brasil’ e ‘Produção de conhecimento e atores da filantropia no Brasil’. A conferência tem início às 9h e acontece no dia 27 de julho (quinta-feira), no auditório do Cebrap, em São Paulo. 

A primeira mesa, com início às 9h, tem como assunto central a filantropia no Brasil. As discussões buscam debater a agenda e a produção acadêmica nacional na área de filantropia, bem como refletir sobre o desenho institucional das organizações de ensino que estão à frente da produção de conhecimento no campo.

“É muito importante fomentar e consolidar institucionalmente a pesquisa filantrópica no nosso país. Em outras nações, como os Estados Unidos e muitas europeias, a filantropia é objeto de produção científica. No entanto, este cenário ainda é uma raridade em países do chamado sul global, onde o Brasil está localizado”, explica Marcello Stella, coordenador de projetos do Instituto Phi.

O evento segue com a segunda e última mesa, que terá início às 11 horas e tem como objetivo refletir sobre a trajetória de pesquisadores e pesquisadoras, bem como sobre suas produções a respeito do campo. Além disso, a conferência busca pensar sobre os desafios da interlocução entre o trabalho acadêmico desenvolvido e as experiências práticas no terceiro setor brasileiro.

“No Brasil, a pesquisa na área filantrópica tem um grande problema de comunicação. Ela se encontra distribuída em muitas instituições, mas de forma difusa. É nesse cenário que buscamos construir mais pontes entre pesquisadores e instituições, para somar esforços em agendas coletivas desenvolvidas em paralelo, mas com interlocução”, completa Stella.

Sobre o Instituto Phi:
O Instituto Phi é uma organização não governamental que atua assessorando indivíduos e empresas a fazer de maneira estratégica o planejamento de sua filantropia e, ao mesmo tempo, fortalecendo a gestão de projetos sociais e culturais, criando soluções inovadoras e customizadas para potencializar o Terceiro Setor. Em nove anos, o Phi já apoiou, pelo menos, 1.400 projetos sociais em todo o país, movimentou R$ 175 milhões para o setor e impactou a vida de mais de dois milhões de pessoas.




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp