24/07/2023 às 16h25min - Atualizada em 24/07/2023 às 20h19min

Gráfica recorre a crédito de projeto do governo de SP para produzir com energia solar

A linha de crédito Economia Verde é um dos projetos da Desenvolve SP do governo e financia máquinas que minimizam impactos no meio ambiente

Governo do Estado de São Paulo
https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/grafica-recorre-a-credito-de-projeto-do-governo-de-sp-para-produzir-com-energia-solar/

Os proprietários da Gráfica Amaral, em Bragança Paulista, fizeram as contas e, na ponta do lápis, perceberam que daqui a cinco anos vão pagar até dez vezes menos em energia elétrica do que desembolsam hoje para dar conta da produção. Para conquistar a economia desejada recorreram ao crédito da Linha Economia Verde (LEV) – Máquinas – parte do portfólio de Projetos Sustentáveis da Desenvolve SP, agência de fomento do Governo de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Ao escolher essa linha de crédito, a empresa viu oportunidade de crescimento preservando recursos naturais. Por esse motivo, optou pela instalação de um sistema fotovoltaico (solar) para fazer impressões offset e serviços de gráfica rápida, além de uma dezena de outros produtos como etiquetas adesivas ou impressos promocionais e comerciais, ao invés do convencional alimentado por energia elétrica.

O investimento estará pago daqui a quatro anos e meio. “Se hoje pago entre R$ 1,1 mil a R$ 1,5 mil de conta de energia, lá na frente vou tirar do bolso cerca de R$ 100”, contabiliza o empresário Paulo Sérgio Tadeu do Amaral, um dos donos do negócio. “Com o investimento quitado só vamos ter ganhos”, diz.

O projeto tinha sido pensado há alguns anos, explica Amaral, mas ficou engavetado. Segundo ele, saiu do papel agora também devido à mudança na legislação que vai vigorar no setor de energia solar a partir da metade deste ano. A energia fotovoltaica passará a ser tributada em 15% ao ano e deve aumentar gradativamente até 2029.

Esse percentual será cobrado pelo uso da infraestrutura disponibilizada pela distribuidora pública de energia. Antes da lei, quem instalava o painel fotovoltaico ficava isento da tarifa.

“Vimos que mesmo com essa mudança valia a pena fazer o investimento para gerarmos a nossa própria energia. A economia ficou menor, mas ainda é atrativa. Em anos anteriores o valor da energia elétrica oscilou muito e só cresce”, afirma o empresário.

Projetos Sustentáveis

A Linha Economia Verde (LEV) – Máquinas, utilizada pela Gráfica Amaral, financia máquinas e equipamentos que promovem a redução de emissões de gases de efeito estufa e minimizam o impacto da atividade produtiva no meio ambiente, reduzindo o consumo de energia e/ou combustíveis com ganhos sustentáveis.

A taxa cobrada por esse tipo de crédito é a partir de 2% ao mês, acrescido da Selic, com prazo de até 60 meses e carência de até um ano.

O post Gráfica recorre a crédito de projeto do governo de SP para produzir com energia solar apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.



Fonte: www.saopaulo.sp.gov.br

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
GAZETA DA SEMANA
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp