21/07/2023 às 16h03min - Atualizada em 21/07/2023 às 20h22min

Solução nutricional ajuda na redução de um dos desafios mais complexos das propriedades leiteiras, a mastite

Mastite é a terceira razão pela qual as vacas são removidas permanentemente de um rebanho

Fernanda de Souza Martins
"Um dos maiores desafios da pecuária de leite é a mastite, uma doença comum e cara que pode ser prevalente em até 80% dos animais de reposição ou em reprodução, sendo a terceira razão pela qual as vacas são removidas permanentemente de um rebanho. O custo de tratamento pode superar R$ 1.500 por animal", alerta a zootecnista Vanessa Carvalho, gerente de produtos e serviços técnicos para bovinos de leite da Phibro Saúde Animal.
Vanessa explica que a mastite ocorre quando patógenos invadem a glândula mamária. "Devido à infecção, o sistema imunológico inicia uma resposta inflamatória, recrutando glóbulos brancos para a glândula mamária. Na mastite subclínica, há aumento na 'contagem de células somáticas' (CCS), mas nenhuma alteração visível na aparência do leite. Por outro lado, no caso de mastite clínica, há alteração visível nas características do leite, incluindo alteração na cor, aparência aquosa ou sanguinolenta e coágulos."
A especialista da Phibro alerta que as perdas econômicas da mastite são, principalmente, aumento da taxa de descarte de animais, redução da produção de leite, descarte de leite de vacas tratadas, perda de bonificação com aumento da contagem de células somáticas e gastos com medicamentos, serviços veterinários e aumento da mão-de-obra. "Estudos realizados no Brasil mostraram que quartos mamários com mastite subclínica produziram até 42% menos leite do que quartos mamários normais."
Vanessa Carvalho esclarece que os casos de mastite podem ser reduzidos quando o sistema imune das vacas estiver fortalecido. "Um sistema imunológico mais saudável leva à redução da infecção da glândula mamária, diminuindo casos de mastite clínica e CCS." A especialista ressalta que, além dos cuidados com o manejo dos animais, da higiene do local onde os animais ficam (incluindo a sala de ordenha) e da formação adequada de lotes, o "uso de soluções nutricionais pode auxiliar no processo de prevenção e controle da mastite."
A Phibro Saúde Animal oferece OmniGen-AF, uma especialidade nutricional exclusiva, formulado para ajudar os animais a se manterem saudáveis a partir da melhoria da resposta do sistema imune. "A solução tem comprovações científicas que demonstram melhor resposta do sistema imunológico das vacas leiteiras e, como consequência, ajuda a reduzir os casos de mastites e a contagem de células somáticas", finaliza.
Sobre a Phibro Saúde Animal   
A Phibro Saúde Animal é uma das mais importantes indústrias veterinárias e de nutrição animal do mundo. Criada em 1916, nos Estados Unidos, está presente no Brasil há 25 anos, oferecendo produtos para suínos, aves, bovinos de corte e de leite, peixes e camarões, além de oferecer soluções para a produção de fontes energéticas renováveis. A empresa é uma das pioneiras no agronegócio a divulgar relatório completo de ações sobre responsabilidade ambiental, social e de governança (ESG, na sigla em inglês), dando transparência à sua atuação nesse campo em nível global. Para mais informações, acesse: www.pahc.com/brasil.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp