21/12/2015 às 10h25min - Atualizada em 21/12/2015 às 10h25min

​Schneider Electric dá dicas de como manter as instalações elétricas seguras

Acidentes envolvendo eletricidade sobem 18% em um ano; residências concentram os maiores índices

DIX - Conteúdo e Relacionamento

O período de férias chegou e essa é uma boa hora de aproveitar para fazer um check-up na segurança de casa. Pouco se fala no Brasil sobre a importância da correta manutenção da rede elétrica residencial. Instalações antigas ou intervenções incorretas podem apresentar risco à instalação, podendo causar curtos-circuitos que geram desde apenas a queima de alguns aparelhos até incêndios que comprometem a integridade da edificação e a vida dos moradores.

O último levantamento da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) mostra que houve um aumento de 18% no número total de acidentes envolvendo eletricidade entre 2013 e 2014. O estudo mostra que os maiores índices de acidentes se concentram nas áreas residenciais. Entre os motivos se destacam o uso de forma inadequada de extensões, benjamins e tomadas, e o toque em fios partidos dentro de ambientes residenciais.

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia, reuniu pontos que merecem atenção dentro das residências. “Com o passar dos anos é natural que a instalação elétrica tenha um desgaste pelo uso ou pela adição de novos aparelhos eletroeletrônicos que não existiam há 10 anos atrás (ar condicionado, ventiladores, cafeteiras, TVs, home theater, Games, etc.). Para uma ótima economia de energia com segurança é preciso garantir um bom funcionamento da rede elétrica através da correta manutenção e uso de produtos confiáveis”, diz Oney Schliesing Jr, vice-presidente da divisão Construção Civil & Varejo da Schneider Electric do Brasil.

Quadro de distribuição

Para tornar a instalação elétrica segura, deve-se observar as normas vigentes, a utilização de produtos de boa qualidade e a execução do serviço por um profissional qualificado. O quadro de distribuição deve ser isolado de qualquer tipo de influência causada por água. Ele precisa ser resistente a choques mecânicos, ter uma tampa para proteger os dispositivos de proteção e não ter orifícios que permitam inserção de ferramentas ou dedos.

A segurança nas instalações elétricas na residência começa pelo quadro de distribuição, que deve conter os dispositivos de proteção necessários para manter a segurança como:

·         Disjuntores: protegem sua instalação elétrica contra sobrecarga e curto-circuito, o que podem gerar incêndios.

·         Interruptor diferencial residual (DR): protege sua família de choques elétricos e o patrimônio contra incêndios; é obrigatório pela norma NBR 5410 desde 1997.

·         Dispositivos de proteção contras surtos (DPS): protegem a instalação elétrica e os equipamentos eletroeletrônicos contra os efeitos das descargas atmosféricas (raios); conforme norma NBR 5410 de 2004.

Interruptores e tomadas

Tomadas devem ser equipadas com tampas que impeçam que as crianças coloquem os dedos ou objetos afiados nos orifícios. Uma das opções mais modernas são as tomadas da linha Orion, da Schneider Electric, com sistema de proteção para crianças. Os contatos energizados só abrem com os plugs encaixados corretamente, ou seja, com todos os pontos de contato inseridos ao mesmo tempo e no mesmo ângulo. Esse sistema evita choques, sendo ideal para residências com crianças e escolas.

Também é importante que todas as peças plásticas sejam grossas o suficiente para suportar estouros, e nunca esquecer que todas as tomadas devem ser protegidas por interruptor diferencial residual com sensibilidade 30mA.

Iluminação

Antes de trocar uma lâmpada, desconecte o dispositivo da energia, se isso não for possível, desconecte-o do quadro de distribuição. Os interruptores de parede não fornecem todas as condições de segurança necessárias e observe:

·         Dispositivos de iluminação acomodados em material isolante devem possuir o símbolo “classe II” marcado.

·         Dispositivos de iluminação modernos que utilizam cabos desencapados devem ser alimentados por um transformador que apresente o símbolo “Extra baixa tensão de segurança”.

·         Candelabros com estrutura de metal devem ser ligados ao fio terra por meio do cabo “verde / verde-amarelo”.

No banheiro

Pessoas na banheira ou no chuveiro não podem tocar em itens elétricos.

Eletrodomésticos

Alguns defeitos internos podem transformar suas carcaças externas em materiais perigosos. Esse risco é eliminado pelo aterramento. Certifique-se de que seus plugues e tomadas contenham o pino terra. No caso de equipamentos estacionários, como um aquecedor de água, essa linha de segurança é feita de fio verde / verde-amarelo.

Componente defeituoso

Substitua imediatamente qualquer componente defeituoso, como tomadas soltas, interruptores rachados ou quebrados e cabos de extensão esmagados ou gastos.

 

Sobre a Schneider Electric

A Schneider Electric é especialista global em gestão de energia e automação. Com receita de 25 bilhões de euros em 2014, nossos 170 mil funcionários atendem clientes em mais de 100 países, ajudando-os na gestão e processos de energia, a fim de que seja segura, confiável, eficiente e sustentável. Desde interruptores até sistemas operacionais complexos, a Schneider Electric tem tecnologia, software e serviços que melhoram a forma como os nossos clientes gerenciam e automatizam suas operações. Nossas tecnologias remodelarão indústrias, transformarão cidades e enriquecerão vidas.

Para a Schneider Electric, isso é Life is On.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »