01/12/2015 às 15h02min - Atualizada em 01/12/2015 às 15h02min

NFC-e traz mais praticidade e transparência para o consumidor

Em breve, documento será obrigatório em todo o país

Grupo Máquina

Muito tem se falado sobre a implantação da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) no mercado nacional. Nos mesmos moldes da NF-e, obrigatória na operação entre pessoas jurídicas desde 2008, a NFC-e já está em vigor em alguns estados do País e até 2017 todos os estados devem utilizar a ferramenta. A implantação da NFC-e traz mais transparência e combate a sonegação fiscal.

 

A NFC-e é um documento eletrônico, de validade jurídica garantida por assinatura digital, utilizado nas operações comerciais de venda - presencial ou não - ao consumidor final. Ela deve substituir os tradicionais cupons e acabar com as impressoras fiscais, facilitando o controle por parte dos consumidores e diminuindo os custos do varejista.

 

Confira abaixo algumas vantagens da NFC-e para os consumidores que utilizarem a opção eletrônica:

 

Vantagens

 

1.      Com a NFC-e, o consumidor sabe que o imposto que ele está pagando realmente está sendo repassado para o governo. Isso traz mais transparência nas relações, dá mais segurança ao consumidor e minimiza riscos de reformulação e ajustes de impostos, uma vez que a sonegação fiscal cai e a arrecadação para o pagamento de contas públicas sobe.

2.      O consumidor poderá receber a NFC-e diretamente em seu e-mail ou via SMS, facilitando a organização financeira.

3.      Com a NFC-e será possível acessar o histórico de compras através de uma consulta das notas fiscais no site da Secretaria da Fazenda.

4.      A emissão da NFC-e traz mais agilidade aos programas estaduais de incentivo, como a Nota Fiscal Paulista, em SP.

5.      A NFC-e possui um QR-Code que pode ser lido por qualquer smartphone. Assim, o consumidor pode verificar a validade do documento e garantir que sua compra seja realizada dentro das normas legais.

Esclarecimentos

1.      É importante que o consumidor, ao realizar a compra, certifique-se de que o comerciante possui o sistema de NFC-e.

2.      As NFC-e são obrigatórias nos terminais de caixas novos. Isso significa que os terminais instalados a partir da data determinada por cada estado deverão possuir a nova tecnologia.

 

 

Os pontos abordados acima são de autoria de Marco Antonio Zanini, COO da NFe do Brasil. O executivo está à disposição da imprensa para comentar a questão.

 

Especializada em Inteligência Fiscal Eletrônica, a NFe do Brasil possui mais de mil clientes ativos no País nesse segmento, incluindo grandes corporações como Shell, Coca-Cola, Natura, Honda, Gerdau, Toyota e Ultragaz. A NFe do Brasil, pertencente ao grupo Globalweb Corp, é pioneira na implantação da Nota Fiscal Eletrônica em empresas brasileiras e já trabalha em soluções de NFC-e para atender a varejistas de todos os portes e segmentos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »