24/10/2012 às 01h44min - Atualizada em 24/10/2012 às 01h44min

27º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo sintetiza evolução sem precedentes da indústria nacional

Já com motivos de sobra para festejar momento especial do Salão, setor recebe notícia da Presidente Dilma Rousseff, presente à cerimônia, de prorrogação do IPI reduzido.

Communica Brasil

Começa a grande festa da indústria automotiva, que prevê receber público estimado em 750 mil visitantes. O 27o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, foi aberto oficialmente hoje (24/10), e se realiza até o próximo dia 04 de novembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. A paixão por carros e a forte expectativa por conhecer os novos modelos fez com que, já nas primeiras horas de abertura dos portões, a demanda superasse a previsão de visitantes feita pela organização, o que resultou no funcionamento pleno do total dos 58 guichês disponíveis para o atendimento.

A presidente Dilma Roussef, que percorreu os estandes do Salão no período da manhã, afirmou que “o Salão mostra o compromisso com a modernidade”, e lembrou que o novo regime automotivo definido entre o governo e o setor, o Inovar-Auto “é factível e reflete a evolução pela qual passa a produção de automóvel no Brasil e sinaliza o cuidado ainda maior que precisamos dedicar à nossa indústria”. Depois de ver de perto os novos veículos, a chefe da Nação constatou grau de sofisticação apresentada nos modelos fabricados nacionalmente e se revelou satisfeita ao ver expostos carros elétricos, híbridos que privilegiam o biodiesel.

Nesta edição do Salão do Automóvel, evento que une toda a cadeia da indústria automotiva, houve um aumento de 7% no número de marcas participantes em relação a 2010, passando de 42 para 49 montadoras, e aumento na área de ocupação: a quantidade de modelos expostos aumentou de 450 para 500 carros. Além da presidente Dilma Rousseff, marcaram presença na solenidade oficial o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o prefeito paulistano Gilberto Kassab, além dos ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e o das Cidades, respectivamente, Fernando Pimentel e Agnaldo Ribeiro. A indústria foi representada pelos dirigentes da Anfavea, Abeiva e Sindipeças e, pelo lado dos trabalhadores, compareceu Sérgio Nobre, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos do ABC.

Juan Pablo De Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, destacou que o Salão do Automóvel conquistou o título de um dos principais eventos da indústria do automóvel mundial, junto aos já tradicionais eventos que acontecem em Frankfurt, Detroit e Paris. “A edição de 2012 é palco de importantes lançamentos mundiais e conta com a presença de um grande número de executivos do alto staff dos fabricantes mundiais”. Quadro, que segundo De Vera, é fruto do crescimento sustentável que o mercado nacional tem apresentado nos últimos anos, somado ao alto índice de profissionalismo e competência dos fabricantes.

“O Brasil é hoje o quarto maior mercado e aspira ser também um dos maiores produtores de veículos. Para isso a indústria está cada vez mais se capacitando, investindo em tecnologia e desenvolvimento. Este Salão é uma síntese de um momento importante do setor. Devemos chegar no final de 2012 com 3,8 milhões de veículos comercializados, incluindo caminhões, e temos projeções de chegar a mais de 5 milhões em 2020. E as projeções de investimentos chegam a R$ 60 bilhões”, afirmou Cledorvino Bellini, presidente da ANFAVEA.
Bellini elogiou o programa Inovar-Auto, do Governo Federal, que, segundo ele, ajudará a valorizar o produto nacional, permitindo mais investimento em inovação e engenharia, que garantirão maior valor agregado aos produtos.

Sonho e realidade

Nos dez dias que se sucedem, o Salão do Automóvel confirma a posição também de catalizador de tendências em tecnologia, desenvolvimento de produto e design e oportunidade de negócios. Paulo Octávio Pereira de Almeida, vice-presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, confirma a paixão dos aficionados por automóveis como elemento motivador da visitação ao Salão, mas também se apega à pesquisa realizada pela organização sobre o perfil do público visitante do Salão – que atesta: 55% das pessoas que visitam o Salão do Automóvel têm a intenção de trocar de carros nos próximos seis meses.

Para a capital paulista, o Salão do Automóvel é fonte de divisas e atenção de visitantes do Brasil e do exterior. Conforme a Agência de Turismo paulistana – SPTuris, dos 750 mil visitantes em 2010, 300 mil vieram de fora e deixaram aqui cerca de R$ 360 milhões, o que correspondeu a um ticket médio de R$ 1.200,00.

O 27o Salão Internacional do Automóvel é realizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e tem como entidades parceiras a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), a Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores) e o Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores).


27º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo
Data: de 24 de outubro a 4 de novembro de 2012
Horário: 24 de outubro – das 14h às 22h (entrada até 21h)
25 de outubro a 3 de novembro – das 13h às 22h (entrada até 21h)
04 de novembro – das 11h às 19h (entrada até 17h)

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana - São Paulo www.salaodoautomovel.com.br

Redes Sociais
Facebook: www.facebook.com/salaodoautomovel
Twitter: twitter.com/salaoautomovel
Blog: blogdosalao.com.br/


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »